sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Dois suspeitos de pedofilia são presos em Volta Redonda e Mendes

Dois suspeitos de pedofilia são presos em Volta Redonda e Mendes

Matéria publicada em 17 de maio de 2018, 08:48 horas

 


Mídias apreendidas durante operação contra pedofilia. (crédito Divulgação)

Volta Redonda e Mendes –  Duas pessoas foram presas na manhã de hoje (17), no Sul Fluminense, durante a maior operação nacional denominada “Luz na Infância 2”, contra pedofilia infantil. Em Volta Redonda, a delegada Mônica Areal, da Deam (Delegacia do Atendimento à Mulher), prendeu um metalúrgico de 23 anos, no bairro Santo Agostinho. No computador dele foram encontradas fotos de crianças.

Em Mendes, o delegado Luiz Fernando Nader, prendeu outro suspeito de pedofilia. Trata-se de um desempregado, de 25 anos, detido em casa, na Avenida Santa Cruz, bairro Humberto Antunes. Segundo o delegado, o suspeito estava com materiais e mídias pornográficas de crianças e adolescentes. O suspeito foi levado para a Delegacia de Mendes, onde foi indiciado no artigo 241- b do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

– Estipulei fiança no valor de um salário mínimo para que o suspeito respondesse pelo crime em liberdade. Caso fosse flagrado baixando o download, seria considerado crime inafiançável – disse Nader, acrescentando que o material recolhido será periciado. O delegado ressaltou que apenas no estado do Rio de Janeiro 60 alvos.

Em Barra Mansa, o delegado titular da 90 DP, Ronaldo Aparecido, fez apreensão de um computador, por meio de mandado de busca e apreensão, na casa de um suspeito de pedofilia. O policial não informou o local da ação e disse apenas que o aparelho esta sendo periciado  e que há muitos arquivos a serem analisados. “Ainda não temos o resultado dessa pesquisa”, finalizou.

Ainda em Barra Mansa, mais um suspeito de pedofilia foi preso nesta terça-feira (16), no Clube dos Funcionários, em Volta Redonda. Ele continua detido na Cadeia Pública de Volta Redonda. O homem trabalhava como salva-vidas e foi detido em flagrante com posse de mídias pornográficas de menores.

Ministro 

A Operação Luz na Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e acontece em 24 estados e no Distrito Federal.  São mais de 2,6 mil policiais civis que cumprem 579 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra menores.  Quem for pego com posse dessas mídias  é preso em flagrante. Balanço parcial apontava mais de 130 presos, até o momento.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que mais de 1 milhão de arquivos (entre fotos, vídeos e outros documentos obtidos em ambientes virtuais) com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes foram analisados antes da deflagração da Operação Luz na Infância 2, ocorrida hoje (17). Segundo ele, dos 579 mandados de busca e apreensão já resultaram em 132 prisões em flagrante. A operação é realizada em 284 cidades, abrangendo o Distrito Federal e mais 24 estados.

O coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, Alessandro Barreto, disse que a operação tem como foco encontrar pessoas que tenham grande quantidade de material. “Só uma pessoa na Região Sudeste foi encontrada com mais de 200 mil arquivos desse tipo”, disse Barreto. A pessoa encontrada com o menor número de documentos tinha, sozinha, 150 arquivos. Segundo Jungmann, essa é a maior ação integrada de polícias judiciárias civis em todo o Brasil.

Somente no Rio de Janeiro dez pessoas foram presas na capital, na Baixada e no interior. Um deles no Maracanã, na Zona Norte do Rio. Agentes encontraram imagens de crianças no computador dele. Entre os materiais apreendidos havia bonecos infantis. São 65 mandados a cumprir no estado.  Esta operação é realizada às vésperas do Dia Nacional de Combate à Violência e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado nesta sexta-feira (18).

Mais presos

A primeira etapa dessa operação, no ano passado, resultou na prisão de 112 pessoas. O foco da operação foi o compartilhamento de fotos pela internet.  Na época entre o material apreendido havia vídeos de bebês sendo molestados e uma cartilha com orientações de como segurar crianças.

Computadores e mídias apreendidas por policiais durante Operação Luz da Infância. (crédito Divulgação)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. N tem q ter fianca pra crime nenhum.esse país tá essa pouca vergonha .Bolsonaro 2018

  2. Esse país cada dia pior pra se viver.

    pedófilo :
    1. adjetivo substantivo masculino
    que ou quem sente a impulsão da pedofilia e/ou a pratica.

    O ex. deputado federal Tiririca e o deputado federal licenciado e Cantor Sérgio Reis, ” apresentaram os seus contra- cheques” em rede social, somando com os benefícios, o valor é mais ou menos de R$ 320.297,00 por mês e o total de deputados federais são 513, isso não é pedofilia financeira não ? já que a produção deles é tão baixo em benefícios para a comunidade, já que esse nome de pedofilia assusta tanta gente e eu estou de acordo com a lei.
    Poderíamos também criar uma nova lei, pra quem furta dinheiro público, poderíamos chamar da nova lei de pedófilo corrupto, ou pedófilo financeiro, já que esse nome corrupto, acho tão pouco chamativo e pouco falado entre a população.

  3. Agora os pedófilos já podem acionar o MEP. A sigla está de metendo com Direitos Humanos. Parece que esqueceram de vez a defesa pela ÉTICA.

  4. Não são doentes são filhotes do mal, perversão sexual. Precisam ser presos e mantidos longe do convívio social. Doente mental come cocô e rasga dinheiro. Não é o caso desses cretinos.

  5. Smilodon Tacinus - O Emir Cicutiano

    Assim como há o ladrão e o receptador, há também o traficante e o usuário, o corruptor e o corrupto… Até agora só vi prisão de consumidores de conteúdo pedófilo, o que não é a mesma coisa que ser efetivamente pedófilo, aquele envolvido diretamente no ato hediondo…

    • É pedófilos.
      Se trirassem foto de sua filha ou filho nu e vendessem você ia ficar tranquilo…
      Não você ia estar lá querendo justiça.

  6. Que apodreçam na cadeia. Fiança não deveria existir para o crime desses monstros. Que morram esses desgraçados.

Untitled Document