sábado, 26 de setembro de 2020 - 20:44 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Ednardo aprova decreto que autoriza retorno de academias de ginástica

Ednardo aprova decreto que autoriza retorno de academias de ginástica

Matéria publicada em 10 de agosto de 2020, 17:15 horas

 


Horário de funcionamento está permitido de 6h às 22h, de segunda-feira a sexta-feira, com medidas sanitárias de combate ao coronavírus
(Foto: Divulgação PMP)

Pinheiral – O prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa, aprovou o Decreto Municipal nº 2.884 que autoriza o funcionamento das academias de ginásticas, artes marciais e outros centros de atividades físicas coletivas na retomada gradativa das atividades econômicas. O horário permitido é de 6h às 22h, de segunda-feira a sexta-feira, mediante as seguintes limitações.

Limitações

Acesso restrito ao público, obrigatoriamente, de quatro metros quadrados calculados sobre a área livre do estabelecimento para cada praticante, com limite máximo fixado em cartaz na entrada. Os treinos devem possuir 45 minutos, sendo divididos em sessões diárias e em horas certas (6h, 7h, 8h e assim sucessivamente), previamente agendadas.

Áreas de espaço comum precisam ser ventiladas e limpas com perfeita desinfecção antes e após a realização do expediente, bem como aparelhos e demais equipamentos. Bebedouros de uso coletivo devem ser interditados à utilização, devendo cada pessoa utilizar recipiente individual para ingestão e armazenamento de água ou outros líquidos.

É obrigatória a disponibilização de lavatório, sabão e/ou detergente neutro ou álcool em gel 70% na entrada dos estabelecimentos para uso dos clientes.

Funcionários e usuários devem realizar a higiene das mãos com água e sabão ou detergente neutro ou álcool gel a 70%, frequentemente, e utilizar Equipamento de Proteção Individual (EPI), sendo eles máscara cirúrgica (comum), luvas de procedimentos não estéreis e as demais práticas previstas na Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 05/2020.

Restrições

Fica proibida a presença de qualquer pessoa com sintomas de gripe, febre ou problemas respiratórios no local, bem como a frequência e presença de qualquer pessoa a partir de 60 anos, crianças menores de seis anos e gestantes.

Pessoas diabéticas, hipertensas, com insuficiência renal crônica, imunocomprometidas e doença respiratória crônica somente podem frequentar os estabelecimentos com laudos médicos justificando a essencialidade da atividade física.

Ficam vedadas as atividades que necessitem do uso de equipamento de difícil higienização, como pneu e corda naval nas atividades de “Crossfit”, em piscinas, salvo aula de natação, “kidsroom” e SPA – “salus per aquam”.

Moradores que não cumprirem com as regras estipuladas serão multados com base no artigo 142 e artigo 143-B, ambos do Código de Postura (Lei Municipal nº 387, de 05 de janeiro de 2007), no valor de 100 URF, que corresponde a R$ 388,00 por cada descumprimento específico, podendo ser cumulado com infrações idênticas e/ou reiteradas no mesmo ato fiscalizatório, além da possibilidade de ter o alvará de funcionamento cassado.

Em todas as academias de ginásticas, artes marciais e outros centros de atividades físicas coletivas são obrigatórios o uso de máscara facial não profissional por qualquer pessoa durante a prática das atividades físicas, na forma do Decreto nº 2.826, de 27 de abril de 2020.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Não existe vacina, nem medicamento contra covid e é de uma irresponsabilidade enorme liberar academias, um local de alta transpiração, onde pessoas tem a respiração alta nos exercícios, contaminando tudo. Academia com gente com covid dentro não tem diferença de uma ala hospitalar. Irresponsável essa medida! As pessoas fazem isso para movimentar o bolso dos donos de academia pouco se lixando pra saúde pública! Melhor liberar academia do que investir na saúde! Antes que falem qualquer coisa sou eng° de segurança do trabalho.

  2. Avatar

    Parabéns pela iniciativa prefeito, não podemos parar, lamentamos , mais vida que segue, se a economia parar o pais para. Não queremos ver a nossa cidade parar.

  3. Avatar

    FALTOU LEMBRAR, QUE AS PESSOAS PRECISAM TRABALHAR, OT.

  4. Avatar

    Faltou informar na matéria que Pinheiral não possui nenhum leito de UTI.

Untitled Document