domingo, 19 de setembro de 2021 - 02:47 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Educação em museus será tema da 12ª Primavera dos Museus

Educação em museus será tema da 12ª Primavera dos Museus

Matéria publicada em 14 de julho de 2018, 07:01 horas

 


Com o tema “Celebrando a educação museal”, 12ª Primavera dos Museus vai por em foco uma das principais funções do museu e objeto cada vez maior de engajamento, pesquisa e atenção da gestão pública atuante nesta área.

Uma das principais funções de um museu, educação museal é objeto cada vez maior de engajamento, pesquisa e de atenção da gestão pública atuante nesta área.

Tradicional temporada de eventos organizada pelo Ibram no segundo semestre, com programações temáticas em museus e centros culturais de todo o Brasil, a Primavera dos Museus vai propor como tema para fomentar discussões e inspirar atividades, em 2018, a educação em museus.

“Celebrando a educação em museus” será o mote da 12ª Primavera dos Museus, que acontece de 17 a 23 de setembro. Instituições interessadas em participar da ação já podem inscrever atividades relacionadas ao tema. A inscrição pode ser realizada até o dia 9 de agosto.

O tema escolhido para este ano põe em foco uma das principais funções do museu: educar e contribuir no despertar de interesse para diferentes áreas do conhecimento, a vida em sociedade, a importância das memórias e o valor do patrimônio cultural musealizado.

Espaços plurais que propiciam vivências diversas e trocas constantes de conhecimentos e experiências, os museus são permeados pela educação, e sua prática desempenha importante papel na dinamização dos espaços museais.

 

Marcos e aberturas

 

Os museus brasileiros realizam ações educativas desde 1928. Desde então, o interesse e debate sobre esse tema só têm se disseminado e aprofundado. Este ano, celebram-se os 60 anos do primeiro marco brasileiro sobre o papel educativo dos museus: a Declaração do Rio de Janeiro, resultado de Seminário Regional realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 1958.

Diversos setores educativos foram criados em museus brasileiros ao longo desta trajetória, assim como Redes de Educadores em Museus (REMs), sendo a educação museal, cada vez mais, foco de engajamento e pesquisa, assim como de atenção da gestão pública atuante nesta área.

Em 2017, foi oficializada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), como resultado de rico processo participativo, a criação da Política Nacional de Educação Museal (PNEM), que abre novo capítulo neste campo. Este ano, foi lançado o Caderno da PNEM, que traz um breve histórico da educação museal no Brasil e conceitos-chave para orientar o trabalho na área. A publicação está disponível para download gratuito.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document