Egito executa primeira sentença de morte de partidários de Morsi

Por Diário do Vale
55 Visualizações

As autoridades do Egito cumpriram hoje (7) a primeira sentença de morte por enforcamento, que deverá ser aplicada a centenas de apoiadores do ex-presidente Mohamed Morsi, que desejava impor um estado islâmico e foi deposto em 2013.

O enforcamento foi a medida de punição aplicada a Mahmoud Ramadan, “o primeiro a ser executado entre os que estiveram envolvidos nos confrontos violentos”, disse o porta-voz do governo, Hani Abdel Latif.

Centenas de apoiadores do antigo presidente foram condenados à morte depois de julgamentos sumários, que as Nações Unidas consideraram ser “sem precedentes na história recente”.

A notícia do primeiro enforcamento surge poucos dias depois da substituição do ministro do Interior, Mohamed Ibrahim, responsável pela repressão aos partidários do presidente deposto.

A substituição de Ibrahim surge após críticas ao fracasso das forças de segurança em impedir atentados terroristas, que aumentaram desde que Morsi foi destituído. O cargo vai ser ocupado por Magdy Ghaffar, que é do aparelho de segurança do Estado.

Desde que o Exército destituiu Morsi, em julho de 2013, atentados terroristas são feitos regularmente no Egito, por grupos fundamentalistas islâmicos, sobretudo contra as forças de segurança.

 

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

 

(24) 99926-5051 – Jornalismo

 

(24) 99234-8846 – Comercial

 

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2023 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996