sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Em busca da valorização da cultura

Em busca da valorização da cultura

Matéria publicada em 9 de março de 2019, 15:52 horas

 


Prefeitura de Volta Redonda e Gacemss discutem melhorias na cultura para tornar a cidade referência no setor ;

Prefeito Samuca destacou a importância do Grêmio Artístico e Cultural para a história da cidade – Foto: Gabriel Borges

Pensando em incrementar a cultura da região e fazer de Volta Redonda uma referência no setor, o prefeito Samuca Silva recebeu na tarde da última quinta-feira (07), o presidente do Grêmio Artístico e Cultural Edmundo de Macedo Soares e Silva (GACEMSS), Paschoal Possidente e conselheiros para articular ações voltadas para a cultura, arte e entretenimento na cidade.
Durante o encontro o prefeito agradeceu a visita e destacou a importância que o Gacemss tem para a história do município.
– O Gacemss faz parte da história de Volta Redonda e fico muito feliz com esse nosso encontro. Vamos oportunizar uma parceria com via de mão dupla, onde o Gacemss se coloca a disposição da cidade e a prefeitura passa a ter, a partir de agora, mais um espaço para juntos desenvolvermos a arte, entretenimento e cultura em Volta Redonda – disse o prefeito.
Para Paschoal Possidente a nova parceria irá beneficiar toda a região Sul Fluminense.
– O importante é integrar as agendas e que todos os eventos educacionais, culturais e de turismo da cidade sejam divulgados amplamente. Hoje a prefeitura já reestruturou as secretarias e a participação dos artistas e dos espaços públicos, de forma legal e, portanto, esse encontro aconteceu na hora certa, no momento certo. A administração municipal já planejou muitas atividades culturais. Agora estamos nos colocando à disposição para contribuir e fomentar esse setor – explicou o presidente.
A secretaria Municipal de Cultura, Aline Ribeiro, destacou que o Gacemss é muito importante e que deve ser incluída na história da cidade.
– Esse momento é muito importante para a cidade. O prefeito Samuca, que é um grande incentivador da cultura e da arte, está colocando a administração municipal a disposição do Gacemss para que possamos desenvolver ações em conjunto, projetos e programas que valorizem tanto esse espaço como também as ações da prefeitura para o desenvolvimento cultural de Volta Redonda – comentou a secretária.
Desde a sua criação o Gacemss vem promovendo a Arte e a Cultura em toda a região sul fluminense. No ano passado o local passou por uma grande reforma para melhor atender o público e oferecer maior comodidade, modernidade e principalmente acessibilidade à população. As obras incluíram a instalação de um elevador, que permite o acesso aos três andares do Teatro, além de rampas e banheiros adequados. A parte elétrica foi renovada, com material antichamas e o local ganhou ainda mais acessórios de segurança. Outra grande mudança do Gacemss foi a questão da climatização e a renovação parcial da iluminação. A parte acústica também foi alterada para que a interferência de ruídos externos seja menor. Na parte visual o projeto incluiu a ocupação do espaço, com melhor distribuição das novas poltronas e da circulação, além da inclusão de um foyer com um café e o reposicionamento da bilheteria.
O Gacemss mantém um Teatro (o Gacemss 1, com todos os recursos de iluminação e reprodução de som) com 450 poltronas, que funciona também como cinema, equipado com projetor e sistema de som digitais, e um teatro com 117 poltronas (o Gacemss 2, equipado com iluminação e reprodução de som e imagem), ambos os teatros são equipados com telas e projetores multimídias, uma biblioteca com mais de 15 mil obras, sete salas de aula para cursos de arte, uma galeria de arte com cerca de 100m² e uma sede administrativa (secretaria, sala de reuniões, salas de apoio).
As principais atividades desenvolvidas pelo Gacemss são: espetáculos teatrais, musicais, de dança, recitais e concertos, exposições de arte, cursos, palestras, debates, difusão cultural e artística, sessões cinematográficas recreativas e culturais, convênios, concursos, festivais e manutenção da biblioteca.

História do Teatro
Foi exatamente no dia 17 de novembro de 1945, numa das salas do Grupo Escolar Trajano de Medeiros (atual Instituto de Educação Professor Manuel Marinho), que um pequeno grupo de pessoas se reuniu para dar forma e existência legal às atividades artísticas que pretendiam desenvolver. Assim fundaram o Gacemss – Grêmio Artístico e Cultural Edmundo de Macedo Soares e Silva.
A ideia da criação do Grêmio surgiu a partir deste pequeno grupo que sonhava em construir em Volta Redonda um teatro. Na década de 40, em plena fase de construção e implantação da CSN, não existia nenhuma atividade de lazer para os operários envolvidos com a obra, daí o interesse da CSN em estimular a criação de clubes e entidades que oferecessem opções de divertimento para os seus funcionários.
O grande apoio da CSN foi concretizado com a venda, a preço simbólico, de um terreno para que o Grêmio pudesse construir a sua sede e o teatro. A obra do teatro de 450 lugares só foi iniciada em 1974. Ainda inacabado, foi inaugurado em 1981 com a apresentação da peça “O jogo das contas de vidros”, sob a direção de Bernardo Mauricio. A conclusão da obra deu-se em 1987.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document