>
quinta-feira, 26 de maio de 2022 - 15:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Em duas horas, chove acumulado de 34 milímetros em Volta Redonda

Em duas horas, chove acumulado de 34 milímetros em Volta Redonda

Matéria publicada em 16 de dezembro de 2020, 14:36 horas

 


Defesa Civil está atuando para minimizar os impactos da chuva

Volta Redonda– Uma forte chuva atingiu Volta Redonda no início da tarde desta quarta-feira (16). A intensidade foi tanta que houve pontos de alagamentos em bairros como Vila Santa Cecília, Vila Mury e Conforto. Também houve registro de granizo em bairros como Barreira Cravo, Vila Americana, Aterrado Niterói e Jardim Amália I.

Segundo a Defesa Civil, em duas horas choveu o acumulado de 34 milímetros e a previsão é de mais chuva para os próximos dias. Nas últimas 72 horas, o acumulado foi de 61 milímetros. As equipes da Prefeitura de Volta Redonda já estão trabalhando para minimizar os impactos da chuva.

Os funcionários das Secretarias de Infraestrutura e de Meio Ambiente, além da Defesa Civil, estão nas ruas atuando em vários pontos. A prefeitura também montou um plantão de emergência com caminhões e máquina preparados para atender qualquer intercorrência pós chuva.

Áreas de risco

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil também está fazendo o monitoramento da situação da cidade, principalmente nas áreas de risco. “Pedimos para que os moradores fiquem atentos e, em caso de emergência, procurem um lugar seguro até a chuva cessar. É importante levar documentos pessoais, remédios de uso contínuo, celular, peças de roupa e alimentos”, disse o coordenador Bruno Soares, frisando que, em caso de emergência, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone: (24) 3339-2064, 199 ou 156 no CAU.

Ocorrências

Até o momento, foram registradas ocorrências como deslizamento de terra e quedas de muros. A Defesa Civil registrou 15 ocorrências, uma de alagamento na entrada do bairro Água Limpa, e outras 14 de quedas de árvores, nos bairros Conforto, Sérgio Braga, Laranjal, Eucaliptal, São Carlos, Aterrado, Nossa Senhora das Graças e Vila Santa Cecília.

O secretário municipal de Infraestrutura, Vinicius Ramos, destacou que as equipes estão em alerta desde novembro para o período de chuvas. “Fizemos um planejamento e serviços de limpeza de córregos e de bueiros. Mesmo com uma chuva tão intensa, não tivemos problemas graves na cidade. Além disso, estamos com equipes atuando por toda cidade para minimizar os impactos das fortes chuvas”, disse.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Em BM não tem esse problema né, a agua das chuvas vão pra várzea! Kkkk

  2. Cidade abandonada pelo poder público.Vila Santa Cecília outrora cartão postal entregue a própria sorte. É incrível o abandono. Tem um bando morando debaixo da marquise do Edifício Justina Mollica ao lado do Banco do Brasil.VERGONHA

  3. Ponham é de lascar kkkk

  4. Já tem internet barra mansa ou vc foi a outra cidade pegar carona no ei fi de restaurante?

  5. Nossa. Que perigo esse motorista passou. Susto hemm

  6. Roça não tem infraestrutura nenhuma e sempre ponham a culpa em alguém.

Untitled Document
close