Em período de férias, número de acidentes das rodovias aumenta 20%, aponta relatório

by Agatha Amorim

Especialista reforça que segurança nas estradas não pode ser negligenciada. (Foto: Banco de Imagens Canva)

Nacional – As férias de julho são um período aguardado por muitos brasileiros para descansar e viajar com a família. No entanto, esse aumento de movimento nas estradas eleva o risco de acidentes. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o número de acidentes nas estradas federais aumenta cerca de 20% durante os períodos de férias, com uma parcela significativa desses incidentes atribuída à falta de manutenção e inspeção dos veículos.

Daniel Bassoli, diretor executivo da Federação Nacional da Inspeção Veicular (Fenive), ressalta a importância da inspeção veicular, especialmente para ônibus de viagem. “É uma ótima opção viajar de ônibus, mas é preciso estar atento às condições desse transporte, se está com a inspeção veicular e documentos em dia e assim ter certeza da segurança do serviço prestado”, assegura Bassoli.

No entanto, não é exatamente essa realidade que os passageiros de ônibus vêm encontrando. Relatório aponta que passageiros de ônibus interestaduais fizeram 18.502 queixas na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) entre janeiro de 2023 e março deste ano. Quase um quinto (19,7%) refere-se a questões de segurança dos veículos.

Dados da Confederação Nacional do Transporte (CNT), também apontam falhas na segurança desses veículos. Em 2022, ocorreram 64.446 acidentes nas rodovias federais no Brasil. Desses, 52.948 pessoas foram vítimas de acidentes envolvendo ônibus. Esses números destacam a necessidade crucial de inspeções regulares para evitar falhas mecânicas e garantir que os veículos de transporte coletivo estejam em condições seguras de operação. “A segurança dos passageiros deve ser uma prioridade para todas as empresas de transporte. As inspeções regulares são um passo fundamental para reduzir esses números”, enfatiza Bassoli.

Além do maior número de veículos de passeio e ônibus durante as férias, outro risco nas estradas são os veículos de carga – que não passam pela inspeção da ANTT. A circulação desses veículos sem a devida inspeção aumenta a probabilidade de acidentes, colocando em risco todos os usuários das vias. Por isso é fundamental o cumprimento e a fiscalização do Artigo 104 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que fala sobre a inspeção periódica da frota, destacando a necessidade de uma fiscalização rigorosa.

Bassoli também enfatiza que a segurança nas estradas não pode ser negligenciada: “As inspeções veiculares são essenciais para detectar e corrigir falhas mecânicas que podem levar a acidentes graves. É fundamental que tanto os veículos de passeio quanto os de carga passem por essas inspeções regularmente.” Ele acrescenta que “as empresas de transporte de passageiros devem garantir que seus veículos estejam em perfeito estado de conservação e deixar isso claro aos usuários. A responsabilidade é grande, pois estamos lidando com vidas”.

A ANTT é responsável pela fiscalização das viagens de ônibus e empresas de transporte no Brasil, emitindo normas e regras para garantir a segurança. Contudo, é crucial que essa fiscalização seja ampliada também para os veículos de carga. Passageiros e motoristas devem estar cientes dos riscos e exigir que todas as normas de segurança sejam cumpridas.
“Os motoristas e passageiros devem estar atentos e cobrar das autoridades uma fiscalização rigorosa. Só assim conseguiremos reduzir o número de acidentes e garantir que todos cheguem ao seu destino em segurança”, acrescenta Bassoli.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996