quarta-feira, 8 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Em tom de despedida, Gabigol projeta “possível última” partida no Maracanã

Em tom de despedida, Gabigol projeta “possível última” partida no Maracanã

Matéria publicada em 4 de dezembro de 2019, 21:04 horas

 


Artilheiro tem contrato até o final da temporada e ainda não sabe se continua no Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

Rio de Janeiro – Faltando apenas duas rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o Flamengo se despede do Maracanã nesta quinta-feira, às 20 horas (de Brasília). Às vésperas do confronto contra o Avaí, o artilheiro Gabigol, que tem contrato até o final da temporada e ainda não decidiu a respeito do seu futuro, manteve o mistério na entrevista coletiva desta quarta.
– Vai ser especial para mim. Foi desde a primeira vez no Maracanã. Pode ser a última, a gente não sabe. Estou muito animado para esse jogo, espero que a casa esteja lotada. Se eu voltar a jogar, vou ficar muito feliz também – destacou.
Perguntado a respeito da situação envolvendo sua permanência, Gabriel despistou. Segundo o atacante, o Flamengo e a Inter de Milão, clube detentor dos seus diretos econômicos, não entraram um acordo e ele segue focado nos próximos compromissos.
– Não tenho pensado nisso. Só tenho pensado nos últimos jogos, no Mundial. Todos nós temos sonhos. Estou realizando um no Flamengo, tudo tem sido perfeito. Não há nada certo, mas tudo está sendo conversado. Se for da vontade de Deus, eu fico – completou.
Campeão do Brasileiro e da Libertadores, o camiseta 9 do Flamengo encerrou a entrevista exaltando o Maracanã.
– São várias lembranças especiais do Maracanã. Me recordo de vários jogos, desde o Carioca. Foram poucos que perdemos em casa. Sentiram a força de nossa torcida. Foi um ano especial para todos os flamenguistas. Quem joga no Maracanã contra nós, sofre – finalizou.

Jogador falou ainda sobre idolatria da torcida rubro-negra

Protagonista nos títulos do Brasileirão e Libertadores desta temporada, Gabigol vive o melhor momento da sua carreira. Após esboçar um possível discurso de despedida, em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, o artilheiro despistou quando perguntado sobre a idolatria da torcida rubro-negra.
– Difícil me achar ídolo. Fica mais com vocês. Onde vou sinto o carinho da criançada. Esse do Palmeiras foi engraçado, porque o menino disse que queria um gol meu, apesar de ser Palmeiras. Acho que por causa da comemoração, cabelo diferente, gols – destacou.
Com os dois gols marcados diante do Palmeiras, Gabriel chegou aos 24 no Brasileirão. Levando em consideração apenas os campeonatos desde 2006, ano que a disputa passou a ser por pontos corridos, o número alcançado pelo camiseta 9 do Flamengo é recorde. Antes dele, Jonas e Borges eram os detentores da marca.
O atacante minimizou o protagonismo e lembrou da importância dos companheiros.
– Muito feliz por eles. Joguei pouco com o Bruno no Santos, mas convivemos bastante. No início, quase morei junto com o Arrascaeta, praticamente. Que eles continuem me ajudando a bater os recordes. Se não fosse eles, não aconteceria – completou.
O último jogo do Flamengo em casa no ano está previsto para esta quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), contra o Avaí. Caso o Gabigol volte a balançar as redes, o atacante vai igualar os gols marcados por Paolo Guerrero em três anos com a camiseta do Rubro-Negro.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar
    Pagador de impostos

    Gostaria muito de ver esse time completo do Flamengo jogando ano que vem e sob o comando do português. Teremos a prova de que a mudança de postura e de cultura da maioria dos nossos jogadores (mimados e manhosos) está começando a mudar mesmo ? O portuga deve ter cortado um dobrado para fazer essa turma trabalhar duro para conquistar os títulos.

  2. Avatar
    Pedro francisco da silva neto

    Vai jogar na Europa seu otario.ja teve por lá e foi um fiasco jogador de um time só.depois pede pra voltar pro flamengo.

    • Avatar

      Hahahahahahaha

      Que fofo
      Acha que esse rapaz vai deixar de faturar em euro e morar no primeiro mundo por amor a nação rubro negra ??.

      Haahahahahahaha

Untitled Document