;
sábado, 28 de novembro de 2020 - 22:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Embalado, Botafogo recebe o Atlético-MG

Embalado, Botafogo recebe o Atlético-MG

Matéria publicada em 19 de agosto de 2018, 12:00 horas

 


Rio – O Botafogo recebe o Atlético-MG neste domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O Glorioso aparece na parte intermediária da tabela de classificação com 22 pontos, porém, ganhou novo ânimo com a grande atuação na vitória de 2 a 0 sobre o Nacional do Paraguai no meio de semana, que rendeu a vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Já o Galo folgou no meio de semana saboreando a vitória de 3 a 1 sobre o Santos pela jornada passada do Brasileirão. Com 30 pontos, o time mineiro está na quinta colocação e defende a permanência no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores.
Zé Ricardo, comandante do Botafogo, trabalhou com os jogadores a necessidade de progredir em relação ao jogo contra o Nacional. Sem muito tempo para trabalhar, ele vem corrigindo os erros na base da conversa.
– Vamos precisar progredir na questão do espaço dado ao adversário, pois contra o Atlético Mineiro isso pode ter um preço muito alto. Além disso, é preciso ter tranquilidade na hora da finalização, pois poderíamos ter tido um resultado mais dilatado na quinta-feira – disse o treinador.
Thiago Larghi, técnico do Galo, entende que o time mineiro também vai precisar ser muito eficiente no Rio de Janeiro.
– O jogo contra o Botafogo se desenha muito complicado, pois o adversário vem crescendo. Mas entendo que podemos buscar a vitória se formos eficientes, progredindo a cada jogo em busca de um objetivo – disse o treinador do Galo.
Na visão dos botafoguenses, um bom resultado neste domingo também passa pelo poder de concentração da equipe.
– O Botafogo está se preparando para uma partida muito complicada, pois o Atlético Mineiro não faz uma campanha boa à toa e tem muito trabalho ali. Mas o Botafogo precisa somar pontos e o nosso sucesso neste duelo vai passar necessariamente pela nossa capacidade de manter a concentração os noventa minutos, não dando ao rival a chance de construir a vitória – disse o zagueiro Igor Rabello.
Em termos de escalação Zé Ricardo, conforme pretendia, não vai poder manter a base que derrotou o Nacional. Ele não vai contar com o lateral-direito Marcinho, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e com o volante Matheus Fernandes, que também cumpre suspensão, mas por ter sido expulso no empate por 1 a 1 com o Paraná. A tendência é que o lateral-direito Luís Ricardo ganhe a vaga de Marcinho e o volante Jean assumirá o posto de Matheus Fernandes. O Botafogo segue sem o goleiro paraguaio Gatito Fernández, se recuperando de uma lesão no punho direito. Saulo permanece no posto. Com lesão no músculo posterior da coxa direita, o atacante Kieza sequer será relacionado, com o uruguaio Rodrigo Aguirre provavelmente sendo mantido.
No Galo, Thiago Larghi também vem tentado escalar a mesma equipe para dar sequência de jogo a seus atletas, mas os problemas aparecem e ele precisa fazer mudanças. Para o duelo contra o Glorioso, os titulares serão diferentes do triunfo diante do Santos. O volante Elias levou o terceiro cartão amarelo e não poderá entrar em campo. Para a vaga, Matheus Galdezani, titular até o jogo anterior ao Santos, retorna. No meio campo, a armação de jogadas também sofrerá mudanças. O segundo tempo de Cazares contra o Peixe foi bastante agradável e ele ficará na equipe. O argentino Tomás Andrade volta ao banco de reservas em busca de novas oportunidades. Nathan segue no meio e o time ainda terá Chará e Ricardo Oliveira na frente. A principal novidade ficou na lateral esquerda. Após 21 dias, recuperado de uma contusão no tornozelo esquerdo, Fábio Santos voltou aos trabalhos e aparecerá entre os titulares. Com isso, o jovem Hulk aguarda por novas oportunidades entre os reservas.

 

BOTAFOGO-RJ X ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean, Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando, Renatinho e Leonardo Valencia; Rodrigo Aguirre
Técnico: Zé Ricardo
ATLÉTICO: Victor, Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana, Fábio Santos; José Welison, Matheus Galdezani, Juan Cazares e Nathan; Yimmi Chará e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document