terça-feira, 27 de outubro de 2020 - 15:05 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Entidades de classe estão otimistas quanto à reabertura do comércio em Barra Mansa

Entidades de classe estão otimistas quanto à reabertura do comércio em Barra Mansa

Matéria publicada em 25 de maio de 2020, 18:34 horas

 


Presidente do Coded-BM, que reúne 12 entidades, participa de encontro online com o MP para falar de flexibilização da economia

Barra Mansa- O presidente do CODEC-BM (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Barra Mansa), Arivaldo Corrêa Mattos, em entrevista ao DIÁRIO DO VALE, na tarde desta segunda-feira, dia 25, disse que participou de uma reunião online para discutir a reabertura do comércio de Barra Mansa com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e as entidades comerciais e empresariais do município.

Arivaldo Mattos comentou que está otimista com a possibilidade da reabertura do comércio. Durante a reunião foi destacado pelas entidades que o número de infectados e notificados pelo novo coronavírus em Barra Mansa, segue abaixo dos dados estaduais de contaminação em comparação a outros municípios, segundo Arivaldo.

– O MPRJ foi muito atencioso na reunião se mostrando preocupado em relação a saúde e a economia de Barra Mansa e nós entendemos a preocupação da Justiça. Não estamos contra ninguém e sim juntos buscando a melhor maneira de vencer essa pandemia. Conversamos com as autoridades sobre o número de contaminados e notificados pelo coronavírus em Barra Mansa, mostrando que nós estamos abaixo dos dados em comparação a outras cidades do Estado – comentou o presidente do CODEC-BM.

Arivaldo Mattos disse que o fechamento do comércio em Barra Mansa na semana passada se deve pelo fato de o governo do estado ter publicado deliberação para assumir leitos destinados a pacientes do novo coronavírus criados e geridos pelos municípios.

– No meu ponto de vista o que aconteceu para o fechamento do comércio foi que entrou em vigor uma determinação do governo do estado, de uma comissão ligada a área de saúde, que criou uma informação nova sobre a ocupação dos leitos no município, que estaria à disposição do Estado. Isso criou uma insegurança muito grande em relação ao número de leitos para os munícipes, sendo que há muito contaminados na Baixada Fluminense e na capital, que poderiam vir para Barra Mansa ocupando todos os leitos. O MPRJ acabou atuando encima disso e decretou o fechamento do comércio temendo que Barra Mansa entrasse em um colapso pela falta de leitos à população local – disse.

O CODEC é formado por 12 entidades de Barra Mansa entre outras secretarias municipais da prefeitura. O presidente da CDL-BM (Câmara de Dirigentes Lojistas de Barra Mansa), Leonardo dos Santos, comentou que também está confiante em relação ao novo acordo entre o MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) e a prefeitura de Barra Mansa, marcado para esta sexta-feira, dia 29, para a reabertura do comércio.

Leonardo dos Santos destacou que o comércio de Barra Mansa está seguindo todas as determinações de prevenção ao novo coronavírus, entre elas, o uso obrigatório de máscaras, tanto por funcionário quanto cliente, o uso do álcool em gel nas mãos e respeitando o distanciamento entre os clientes dentro das lojas. O presidente da entidade disse que o comércio local emprega 30 mil pessoas diretamente e desde o início da pandemia na região houve uma queda de 80% nas vendas.

Ele ainda informou que a CDL-BM adotou uma série de campanhas de conscientização, desde a flexibilização do comércio, que são divulgadas aos comerciantes, comerciários e clientes para conter o avanço do vírus. Na opinião do presidente da CDL-BM, os números de infectados e notificados pela doença no município, estão conseguindo ser controlados pelas autoridades municipais.

– Os números de casos de coronavírus em Barra Mansa estão abaixo do Estado do Rio de Janeiro, a prefeitura está conseguindo controlar a propagação do vírus e o comércio vai continuar seguindo as medidas de proteção assegurando a vida das pessoas e a empregabilidade no município – disse Leonardo dos Santos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Preciso trabalhar , o vírus temos que aprender a conviver com ele , não podemos deixar o comércio parar .a lojas restaurante tem que abrir.Boa sorte

  2. Avatar
    Verdade nua e crua.

    Pra você que não concordar com a abertura do comércio, que fique bem claro, você não é obrigado a sair de sua casa. Fique em casa, não vá ao supermercado, não vá a farmácia, não abasteça seu carro, não compre por delivery, assim você estará fazendo sua parte e evitando a contaminação. Mas para os que dependem de seu trabalho para sustentar sua casa, seus filhos, trabalhem com muito cuidado, use os EPIs necessário e não morrerá nem de Covid 19, nem de fome. Só lembrando que em 2016, os servidores públicos ficaram vários meses com salários atrasados e passaram por grande aperto por má administração e se o estado não arrecadar com a abertura do comércio, passaram dificuldades novamente.
    Pense nisso.

  3. Avatar

    Nosso presidente smp deixou claro q uso TD aconteceria, e nossos políticos ao invés de tratarem a pandemia estão tentando dar golpe em nosso país, os governadores só fizeram merdas, então jogando muito sujo pra tirar um cara do bem do poder, parece q a política para os partidos estão acimas das vidas q se podem salvar, até agora aguardando os 18 milhões do governo federal na luta contra o Covid

  4. Avatar

    E assim vamos todos a falência, primeiro os comércios, depois as prefeituras, em seguida o governo do estado e depois nosso governo federal, qdo isso TD chegar ao ápice teremos uma nova onda de assassinatos, roubos, sequestros, graças a quem? Brasil acima de tudo Deus acima de todos.

  5. Avatar
    Capeta da grota do Santa cruz

    Nos olhos dos empresários brilham CIFRAS … O colaborador e SUBSTITUIVEL

  6. Avatar
    KD a FISCALIZAÇÃO?

    Infelizmente tem lojas abertas clandestinamente. Que os funcionários estão indo sem uniforme e colocando o povo pra dentro da loja.
    Fiscalização não existe.
    Quem dera se o prefeitinho tivesse um coração humano e não tratasse o povo dele com tanta arrogância.

    • Avatar

      Tem igrejas funcionando clandestinamente também. Acho q essa fiscalização finge que nao ve, nao e possivel.

  7. Avatar

    Mais uma vez nenhum deles pensando nas vidas dos trabalhadores…. A Juíza estava corretíssima em pedir esse fechamento… Infelizmente não passamos de números para esses egoístas. Duvido se eles estarão na linha de frente. Cara a cara com os clientes. Duvido.
    É uma pena que esse povo não sinta o que estamos sentindo.

    • Avatar

      Se voce trabalha no comércio ou em qualquer outra função que tenha contato com o publico e não esta satisfeita existe uma solucao para isso.
      Peça demissão e fique em casa é muito simples. Quando tudo isso passar voce pede seu emprego de volta.
      Grande abraço

    • Avatar

      O amor enche tua barriga? Está com o barrigão cheio de amor?…

Untitled Document