quinta-feira, 16 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Escola municipal em Barra Mansa é reinaugurada após passar por reforma

Escola municipal em Barra Mansa é reinaugurada após passar por reforma

Matéria publicada em 11 de setembro de 2018, 14:17 horas

 


Alunos estudavam em uma casa adaptada por conta das condições precárias da unidade; imóvel foi totalmente reformado e ganhou novos mobiliários

Barra Mansa – Após mais de dois anos, os alunos da Escola Municipal Coronel Armênio Pereira Gonçalves, no bairro Vila Principal, retornarão os estudos na unidade. Dessa vez, no imóvel totalmente reformado e pronto para as aulas. Na noite de segunda-feira, dia 10, o prefeito Rodrigo Drable, reinaugurou a escola municipal, que estava desde maio de 2016 interditada por conta das péssimas condições de conservação. Enquanto isso, cerca de 80 alunos da Educação Infantil e Séries Iniciais (1º ao 5º anos) estudavam em uma casa alugada.
Rodrigo Drable destacou que a reforma da unidade permitirá que os alunos voltem a estudar num espaço adequado.
-Os serviços executados garantem mais dignidade para os pais, alunos e funcionários. A intervenção na estrutura foi essencial para a segurança de todos. Agora, os alunos vão estudar numa escola totalmente nova, com materiais e mobiliários adequados, garantindo o acesso à educação no lugar onde moram. Tudo isso, só foi possível porque a equipe da Secretaria de Educação junto com a Susesp e a subprefeitura se uniram e, trabalharam muito para devolver esse espaço à comunidade – concluiu o prefeito.
Durante as obras retomadas no ano passado, foram encontrados diversos fatores que levaram à interrupção das aulas no local. O imóvel, de mais de 40 anos, sofria com o abandono e a deteriorização. Infiltração, instalação elétrica ineficaz e de risco e até uma laje que havia cedido e outra que ameaçava cair compunham a realidade da escola. A Secretaria de Educação, em parceria com a Susesp (Superintendência de Obras e Serviços Públicos) e a Subprefeitura da Região Leste, entrou em ação e retomou as intervenções no local.
Segundo o secretário de Educação, Vantoil de Souza, durante a retomada da reforma foi encontrado um projeto da gestão anterior que pretendia demolir a escola.
-No projeto anterior, estava previsto a demolição da unidade para construir um novo prédio escolar com três andares. Porém, verificamos que não seria necessário, já que a unidade supre as necessidades do bairro atendendo cerca de 80 alunos diariamente. A demolição e construção de uma nova escola seriam desnecessárias e gerariam mais gastos para a prefeitura – explicou.
De acordo com o superintendente da Susesp, César Carvalho, com o novo projeto, a escola foi totalmente revitalizada e passou ainda por um processo de readaptação de alguns setores como as salas da diretoria e secretaria que foram construídas na área externa.
-O corredor que liga o portão à escola também foi coberto, evitando que os alunos se molhem durante as chuvas. O telhado foi reformado e conta agora com uma estrutura metálica, mais resistente e segura para alunos e funcionários. O teto recebeu forro e a parte elétrica foi totalmente substituída – ressaltou César, completando que foram instaladas lâmpadas led em toda a unidade, o que permitirá uma economia de 55,5W por hora.
Segundo o subprefeito da Região Leste, Marco Chiesse, dentro da escola, todos os banheiros e as salas foram reformados e receberam mobiliário novo para os alunos, professores e funcionários.
-Na cozinha, foi feita a separação entre a área de preparação da merenda e o refeitório, com local para armazenamento de alimentos. Foi instalado um novo escovódromo, dessa vez fora do refeitório. A acessibilidade também foi lembrada em todos os cômodos. Uma área multiuso foi construída na área externa, nos fundos da escola – detalhou Chiesse.

Reforma de escola na Vila Principal permitirá que os alunos voltem a estudar num espaço adequado .
Credito: ( Paulo Dimas)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Escola Municipal Rialto é uma vergonha, sem condições de estudar e trabalhar.
    Arrependimento de ter votado nesse Prefeito.

  2. Avatar

    EU DARIA TUDO QUE TIVESSE PARA VOLTAR OS VELHOS TEMPO DE CRIANÇA! NAQUELA ÉPOCA SE ABRIA NOVAS ESCOLA HOJE QUERIA VER O COLÉGIO DESTE MUNICIPIO A VOLTAR A FUNCIONAR.WASHINGTON LUIZ! DETALHE.SEM TRAFICANTES NA PORTA DO COLÉGIO….

  3. Avatar

    Notamos o esforço de um Prefeito sem dinheiro, porém manter os atuais dirigentes da Educação que só olham para a Orquestra Sinfônica demonstra a falta de compromisso com a melhoria da qualidade do ensino. A criação de salários diferenciados com gratificação de 100% para diretores aposentados só faz aumentar a divisão muito ruim para a normalidade pedagógica.

    • Avatar

      Se não tivéssemos essa Orquestra cara e que ninguém assiste, teríamos condições
      de fazer um colégio por mês, pois são desviados da Educação quase 1 milhão de reais por mês.
      Por uma orquestra amadora e de voluntários.

Untitled Document