segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 - 20:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes é preso em operação da PF

Ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes é preso em operação da PF

Matéria publicada em 11 de abril de 2017, 08:36 horas

 


Policiais federais cumprem nesta terça-feira (11) mandados de prisão preventiva contra o ex-secretário estadual de Saúde do Rio e o ex-diretor do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) Sérgio Côrtes, além de dois empresários. Também estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e três de condução coercitiva. As informações são da Agência Brasil.

Os mandados da Operação Fatura Exposta foram concedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Eles são acusados de fraudes em licitações para fornecimento de próteses para o Into e para a Secretaria Estadual de Saúde. Segundo a Polícia Federal, as licitações eram direcionadas para beneficiar empresários investigados em troca do pagamento de propina no valor de 10% dos contratos.

Os presos serão indiciados por corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Côrtes foi diretor do Into de 2002 a 2006, com uma breve atuação como interventor federal na crise da saúde municipal em 2005. Em janeiro de 2007, ele assumiu a Secretaria Estadual de Saúde, onde ficou até 2013.

MPF diz que Cabral recebeu R$ 16 milhões em esquema de fraudes na saúde pública

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de receber R$ 16,4 milhões da empresa de materiais médicos Oscar Iskin, em repasses mensais de até R$ 450 mil por mês.

Segundo informações da Procuradoria da República no Rio de Janeiro, Cabral recebia 5% do esquema de fraudes na compra de equipamentos médicos e próteses que supostamente envolvia também o ex-secretário de Saúde Sergio Côrtes e os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita.

O ex-secretário de saúde que também foi diretor do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia e os dois empresários foram alvo de mandados de prisão preventiva no âmbito da Operação Fatura Exposta da Polícia Federal.

Côrtes é acusado de receber 2% do valor dos contratos celebrados entre a Secretaria e a Oscar Iskin. Além disso, segundo o MPF, Côrtes e Iskin são acusados de dividir 40% do valor dos contratos e depositá-lo em uma conta aberta no Bank of America, nos Estados Unidos.

Segundo os procuradores da República, o esquema envolvia um chamado “clube do pregão internacional”, do qual participam até hoje empresas que atuam em licitações de forma combinada. Segundo o MPF, Miguel Iskin orientava Côrtes, que foi secretário de 2007 a 2013, a incluir nos produtos a serem licitados especificações técnicas restritivas de concorrência. Estellita seria o operador financeiro de Iskin, de acordo com os procuradores.

O esquema também teria funcionado no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), instituto federal do qual Côrtes foi diretor de 2002 a 2006. A operação de hoje, chamada Fatura Exposta, é um desdobramento das operações Calicute, que resultou na prisão de Cabral no ano passado, e Eficiência, que resultou na prisão do empresário Eike Batista neste ano.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. Imaginem só o PMDB

    Governo Federal: sujo e muitos arrolados com corrupção e com a justiça

    Governo Estadual: sujo e muitos presos, cassados e arrolados com corrupção e com a justiça

    Governo Municipal: sujo e só uns 4 por enquanto

    Imaginem quando a Lava Jato chegar em VR

  2. Aqui em VR tem muita gente com insônia. A hora que a PF baixar aqui, MUITO BONZINHO com CRACHÁ importante irá em cana. AGUARDEM

  3. Terça feira abençoada, de manhã um ex secretário na cana e de tarde uma lista de abertura de inquéritos no STF de 9 ministros, 29 senadores, 42 deputados e 3 governadores. E quem foi que votou nessa corja? O povão que é a “voz de Deus” ou seria “a voz da ignorância”?

    • Eu precisei usar a busca dentro da notícia usando alguns nomes de VR e região, de tão grande. rsrs

      Só lembrando que é a voz do povo de Deus que é a voz de Deus. Não misture as coisas.

      E outra não foi o povo que votou nessa corja toda, foram somente os eleitores e simpatizantes do PMDB que por sinal estão todos só ESPIANDO e com medo de aparecerem por aqui.

      Alguns desatentos ainda vem só para defender até debaixo de canivete o Neto que é do PMDB.

  4. EM BARRA MANSA NEM BEM COMEÇOU O GOVERNO DO RODRIGO, JÁ VIMOS COISAS ESTRANHAS……….
    É UM ABSURDO O QUE O RODRIGO DRABLE ESTÁ FAZENDO COM IPTU…… IMAGINA BEM, COM A INÊS PANDELÓ TEVE UM AUMENTO DE 400% E A POPULAÇÃO FOI A LOUCURA…………AGORA COM RODRIGO OS IMPOSTOS ESTÃO CHEGANDO COM AUMENTO DE MAIS DE 1000%, ISSO MESMO! 1000%………UM SENHOR ME FALOU NO CENTRO DA CIDADE QUASE CHORANDO QUE SEU IPTU DE R$ 40,00, FOI PARA R$1.280,00 REAIS…..E ELE TEVE NA PREFEITURA, E MENINA QUE O ATENDEU, DISSE QUE NO LOTE DELE A MEDIDA NÃO ERA COBRADO O PREÇO CERTO…………ISSO É RIDÍCULO…………….COM CERTEZA, VAI APARECER MAIS GENTE RECLAMANDO

  5. Verdadeira quadrilha liderada pelo Cabral. Cana nesses vagabundos e que a justiça consiga de volta toda a grana roubada que deixou o estado na miséria.

  6. Não sei pra que prender, se um juiz numa sexta feira vai mandar soltar, Já vi esse filme muitas vezes

  7. Olha gente!!! A hora que as operações da PF pintarem aqui pela região…. Sei não…. Vai ter muita gente de PESO em cana…. Esperem e verão….

  8. NEM O LULA E A DILMA.

  9. E O PEZÃO NÃO SABIA DE NADA!

Untitled Document