sábado, 17 de novembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Exército faz operação em Angra dos Reis

Exército faz operação em Angra dos Reis

Matéria publicada em 13 de setembro de 2018, 07:19 horas

 


Angra dos Reis –  Mais de dois mil agentes do Exército, 160 policiais militares e 70 policias civis realizam nesta quinta-feira, dia 13, uma operação na região do Sapinhatuba. A intenção é coibir os confrontos entre traficantes de facções rivais. Apenas na noite de quarta-feira, 12, foram registrados quatro tiroteios em bairros da cidade.

A operação também se estende nas comunidades Belém, Lambicada e Camorim Grande e Pequeno, estão sendo realizados o cerco, a estabilização dinâmica das áreas e remoção de barricadas. Pessoas e veículos também estão sendo revistados pelos agentes.

Intervenção 

As tropas estão distribuindo folhetos impressos solicitando a colaboração da população. As denúncias anônimas poderão ser feitas por meio do telefone 0300 253 11 77.  Um helicóptero do Exército também está sendo utilizado na operação. As informações anônimas e as denúncias sobre esconderijo de armas, localização de bandidos e pontos de vendas de drogas que chegarem aos canais de atendimento do Disque Denúncia serão encaminhadas em tempo real ao Comando Conjunto que está naquele município da Costa Verde.

Além de contribuir com o encaminhamento das denúncias, o Disque Denúncia também prepara relatórios com base em relatos anônimos contidos no banco de dados que são filtrados e classificados por analistas de informação visando uma melhor compreensão da mecânica criminal e das quadrilhas de tráfico de entorpecentes que atuam no município de Angra dos Reis e, quando as tropas entram nas comunidades, as denúncias da população são verificadas.

Na última terça-feira (11) o Disque Denúncia lançou cartaz oferecendo recompensa de R$ 2 mil por informações que levem a polícia a capturar os bandidos Juninho Nazaré e Vidigal, ambos traficantes que atuam em Angra dos Reis.

Exército

Tropas do Exército já tinham feito outra operação em Angra dos Reis. No dia 23 de março deste ano, os militares ocuparam o bairro do Frade, uma das comunidades do município, envolvidas na disputa entre as facções Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), que aterrorizam moradores.

Os confrontos pelo controle do tráfico começaram em 26 de janeiro deste ano, com tiroteios e ameaças a moradores. Nas primeiras duas semanas, de 2018, pelo menos  11 pessoas morreram. Na ocasião, o Exército realizou prisões e apreensões de armas e drogas apenas no Frade.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. helicóptero do exercito com sensor de calor vai detectar milhares de bandidos nas matas das favelas ae só largar o aço

  2. é reflexo das pesquisas eleitorais…os generais estão se animando com a possibilidade concreta de retaguarda jurídica…em 2019, a cobra vai fumar pra cima desta bandidagem!!!

  3. Nessa altura do campeonato, VR e BM já estão abrigando os bandidos da região de Angra.

  4. Tapem os bueiros, as baratas vão voar.

  5. FECHA OS ACESSOS DAS OUTRAS CIDADES: TIPO BARRA MANSA/VOLTA REDONDA/RIO CLARO ETC
    PREFEITOS DE CADA CIDADE COBRA AS AUTORIDADES AIIIIIIIIIIIIIIIIII

  6. VAMOS FECHAR O ACESSO A BARRA MANSA…PARA EVITAR QUE OS BANDIDOS VENHAM PARA NOSSA REGIAO…

  7. populaçao essa é a chance de voces de ter a paz que voces tanto almejam a tempos ! nao tenham medo de ninguem a nao ser Deus ! denuncie chega de ser oprimido por vagabundos !!!!! seus filhos te agradeceram no futuro .

    • Aí amanhã a força militar vai embora , e os bandidos saí da cadeia e vai lá cobrar o dedo duro ., vc sabe que nossa justiça é branda ., entregar um bandido é assinar o atestado de óbito .

  8. Coitada das cidades do entorno agora, vão se encher de fugitivos se não houver também um trabalho parecido.

Untitled Document