segunda-feira, 15 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Exposição homenageia mulheres que fizeram a diferença na história

Exposição homenageia mulheres que fizeram a diferença na história

Matéria publicada em 26 de março de 2019, 09:00 horas

 


Mostra é promovida pela Fasf e conta com obras de artistas da região

Foto: Pollyanna Moura

Para celebrar a força do sexo feminino, já que em março se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Faculdade Sul Fluminense (Fasf) está com a sua galeria de artes aberta com uma exposição de obras de arte criadas por artistas plásticos da região com o tema: ‘Mulheres que fazem e fizeram a diferença’.
A mostra, que foi idealizada por Denise de Campos Telles Menchise, professora, psicopedagoga e diretora acadêmica da Fasf, pode ser conferida na galeria de arte da Instituição, no 4º piso, de segunda a sexta-feira, de 13h às 22h, e aos sábados de 9h às 13h, até o dia 30 de março.
No total, 13 obras serão expostas, entre quadros e bustos. Entre as homenageadas, algumas são bem conhecidas pelo público. Frida Khalo, pintora mexicana, morta em 13 de julho de 1954, na cidade do México, foi retratada pelo artista plástico Anco Márcio. Outra personalidade que está em destaque é Marielle Franco, socióloga, política, feminista e defensora dos direitos humanos, assassinada no dia 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro. Foi homenageada por Hugo Kruger.
De acordo com Josiane Leal, organizadora da galeria, as obras começaram a ser expostas em novembro de 2017, a princípio, com o tema ‘‘Zumbi dos Palmares’, fazendo uma homenagem ao dia da consciência negra. Neste mês de março, em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o tema foi direcionado como uma forma de homenagem.
– Existe uma rotatividade durante as exposições, para que diversos artistas tenham a oportunidade de mostrar à população, suas obras, com temas específicos, inclusive – diz Josiane.
A organizadora ressalta a importância da exposição e o impacto que pode ser gerado em quem visita o espaço.
– O objetivo da galeria é estimular nas pessoas, o hábito de acompanhar e valorizar as obras dos artistas da região. Os nomes que estão sendo expostos aqui, são de mulheres que fizeram história, fizeram a diferença. Elas lutaram pelos nossos direitos e se hoje somos mais fortes, vencedoras e guerreiras, é porque essas mulheres lutaram por nós. Elas nos representam – destaca.

‘Programa Brasil Reciclado’

Além da exposição, a professora Denise é idealizadora do ‘Programa Brasil Reciclado’, administrado por Nathan Costa, aluno e estagiário na instituição.
Segundo Nathan, que também auxilia Josiane durante a exposição, durante os últimos sete anos, o desenvolvimento do ‘Programa Brasil Reciclado’ conseguiu reciclar cerca de 32.907 kg de papel, metal e plástico.
– Com os resultados positivos durante a realização do projeto, a coordenação da Fasf adquiriu uma máquina de fazer café, além de alguns itens de cozinha que são utilizados para servir os próprios alunos, sem nenhum custo e em copos biodegradáveis, entre 16h e 20h30. O café também é servido aos visitantes da galeria em espaço nomeado de ‘Café Filosófico’ – explica Nathan.
Outros itens são produzidos através do projeto, como ecosacolas, bolsas, carteiras e estojos, a partir da reutilização de banners de lona utilizados na divulgação de eventos e campanhas realizadas durante o ano letivo na Academia da Criança, ICT e Fasf. Entre os resultados positivos do projeto, está a reutilização de 11.946,44m² de banners.

 

Por: Pollyanna Moura


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document