domingo, 16 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Exposição marca comemoração dupla em Volta Redonda

Exposição marca comemoração dupla em Volta Redonda

Matéria publicada em 25 de novembro de 2018, 10:00 horas

 


Mostra “Gente”, que está aberta ao público na Galeria de Arte Cílio Bastos, faz parte das comemorações dos 73 anos do Gacemss e celebra os 25 anos de carreira da artista Ana Lammbert

Foto: Wallace Feitosa

“É de uma doçura que dá vontade de estar junto nos abraços, no aconchego das imagens. Tanto nos coloridos como nos desenhos também. Nos desenhos essa ternura toda parece que vai saltar para o tridimensional” essas palavras são de Juliana Garcia, artista paulista que serviu de inspiração para a artista Ana Lammbert.
– Ao receber um convite para participar de uma oficina dos trabalhos da artista plástica Juliana Garcia, na Caixa Cultural de São Paulo, fiquei impactada pela poética da artista. Não cheguei a conhecê-la pessoalmente, só trocamos mensagens e ela me mandou alguns materiais. Provocada pela poética dos trabalhos de Juliana, comecei a produzir usando retratos familiares e encontrando neles o coletivo, a brincadeira, a diversão, a alegria, e o amor – explica Ana Lammbert.
A exposição “Gente”, está aberta a visitação na Galeria de Arte Cílio Bastos – Espaço Cultural Gacemss até a próxima sexta-feira, dia 30. A mostra faz parte a comemoração dos 73 anos de fundação do Gacemss.
– Pra mim é uma comemoração dupla, além dos 73 anos do Gacemss, neste ano eu estou comemorando 25 anos de trabalho como artista plástica. Está sendo muito especial estar apresentando esse novo trabalho no Gacemss, me sinto privilegiada por ter recebido esse convite. O espaço é muito importante para a arte não só da cidade, mas para toda região. O Gacemss nos apoia, nos dá visibilidade e eles recebem nos recebem muito bem. Volto a repetir, é um prazer – afirma.
Ana conta ainda que o Gacemss faz parte da sua trajetória como artista, ela já fez diversas exposições, mas essa tem um destaque diferente.
– Cada exposição é única, é uma etapa distinta na carreira, mas essa é totalmente diferente . Sinto que neste momento estou mais madura com relação ao meu trabalho, vejo neles uma evolução. Com o passar dos anos nós vamos nos aperfeiçoando e aprendendo cada dia mais – ressalta.
A artista explica que nesta exposição o público poderá conferir oito trabalhos em tela, técnica mista e 30 desenhos em nanquim.
– As obras mostra a evolução do meu trabalho, comecei com os retratos de família, onde descaracterizo as pessoas da foto , vestindo-as com tecidos, rendas, fitas e bijuterias e deixo as formas da foto falarem por si. Posteriormente surgiram os desenhos com nanquim, num universo feminino e cheio de afeto. As cores , nos desenhos , tem surgido devagar, com prudência – diz.
Ana aproveitou a oportunidade para explicar, não apenas o seu trabalho, mas também a escolha do nome da exposição, que segundo ela está ligada ao nosso cotidiano.
– As obras retratam pessoas, famílias, enfim “Gente” e gente é a coisa mais importante que existe no mundo. Com a correria do dia a dia estamos perdendo a ter atenção com o outro, estamos conectados com as pessoas pelas redes sociais, mas mesmo assim estamos solitários. A mensagem que eu quero passar com esse trabalho é essa, que nós devemos parar para olhar o outro com carinho e atenção. Creio que estou conseguindo atingir o meu objetivo, o feedback está muito positivo. As pessoas chegam até a mim e dizem “nossa você retratou uma família”, elas estão se identificando. Estou feliz demais com o resultado – conta.

>>>>cercar<<<<
Ana terminou a entrevista apresentando um texto que define o seu trabalho, confira
“Gente”
Mundo em transição, tecnologia avançada, redes sociais tomando conta de nossas vidas.
E o ser humano com uma insuportável solidão…
Olhos perdidos numa tela de computador.
Precisamos de afeto, pensar o outro e envolver num abraço aquele mais próximo.
Puro aconchego. Olho no olho, sorriso aberto, brilho nos olhos… precisamos muito…
A arte nos oferece resposta sem que haja formulação de pergunta.
Precisamos de gente, de voltar a ser gente…

Serviço:
A exposição “Gente” de Ana Lammbert, pode ser conferida até a próxima sexta-feira, dia 30, de segunda a sexta das 10h às 18h, na Galeria de Arte Cílio Bastos – Espaço Cultural GACEMSS, localizada na Rua 14 nº 22 – Vila Santa Cecília – Volta Redonda. Mais informações pelo telefone(24) 3342-4202.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    As palavras de Juliana Garcia resume o tudo e todo trabalho de Ana Lammbert.
    Oportunidade que não devemos deixar passar. Apreciar um trabalho maravilhoso e singular desta que tão bem representa a nossa cidade.

Untitled Document