;
terça-feira, 24 de novembro de 2020 - 21:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, é preso em Atibaia

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, é preso em Atibaia

Matéria publicada em 18 de junho de 2020, 07:24 horas

 


Queiroz e Flávio Bolsonaro são próximos

Rio –  O policial militar aposentado Fabrício Queiroz foi preso nesta quinta-feira, 18, em Atibaia, no interior de São Paulo, durante a Operação Anjo, da Polícia Civil e do Ministério Público de São Paulo em apoio ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Queiroz é ex-assessor parlamentar do gabinete de Flávio Bolsonaro, quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro. Ele estava num imóvel do advogado de Flávio e não teria reagido. A prisão é preventiva, pois a Justiça entendeu que Queiroz estaria atrapalhando as investigações sobre o gabinete de Flávio.

A prisão faz parte de desdobramento da investigação que apura esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, que é o desvio de públicos por meio da devolução parcial de salário pelos assessores. Ele também é investigado por lavagem de dinheiro fazendo transações imobiliárias com valores de compra e venda fraudados.

Queiroz é investigado pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro após um relatório do Coaf, revelado pelo Estadão em dezembro de 2018, apontar movimentação atípica em sua conta de R$ 1,2 milhão. Em abril de 2019, a Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário de Queiroz, do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), e de outras 84 pessoas e nove empresas entre 2007 e 2018.

De acordo com informações da polícia de São Paulo, os mandados de busca e apreensão e de prisão contra Queiroz foram expedidos pela justiça do Rio. No Rio, a Polícia Civil faz buscas em um imóvel  em Bento Ribeiro, na Zona Norte.

O advogado de Flávio Bolsonaro e do presidente Jair Bolsonaro, que é dono do imóvel de Atibaia onde Queiroz estava ao ser preso, participou, nesta quarta-feira (17) da cerimônia em que o presidente Jair Bolsonaro deu posse ao novo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Outros Alvos

Os Ministérios Públicos do Rio e de São Paulo deflagraram na manhã desta quinta-feira, 18, a operação Anjo, e prenderam o ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz em Atibaia, cidade do interior de São Paulo. Além dele, a operação mira o servidor da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Matheus Azeredo Coutinho, os ex-funcionários da casa Luiza Paes Souza e Alessandra Esteve Marins e o advogado Luis Gustavo Botto Maia.

A operação está relacionada ao inquérito sobre as “rachadinhas” no gabinete do filho do presidente Flávio Bolsonaro à época em que era deputado estadual.

Contra outros suspeitos de participação no esquema, a Justiça fluminense decretou medidas cautelares que incluem busca e apreensão, afastamento da função pública, o comparecimento mensal em Juízo e a proibição de contato com testemunhas.

Queiroz começou a ser investigado pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro após um relatório do Coaf  apontar movimentação atípica em sua conta de R$ 1,2 milhão. Em abril de 2019, a Justiça do Rio de Janeiro determinou a quebra do seu sigilo fiscal e bancário, do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), e de outras 84 pessoas e 9 empresas entre 2007 e 2018.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Avatar

    E A!, CQX!NHAS ? D!z A!,,,,

  2. Avatar
    Cidadão de Volta Redonda

    Ele é um arquivo vivo e corre muitos riscos.
    A canoa dos poderosos está virando!

  3. Avatar

    Inicio da Minha fala ” fez algo errado vai pra cadeia seja quem for ”
    TITULO DA MATÉRIA Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, é preso em Atibaia.
    discorre o assunto, no final consta que mais 84 pessoas não ligadas a Flavio estão sendo investigada ,
    a um espaçamento , com subtitulo Outros Alvos…
    e continua falando de Flavio e Queiroz , crime é crime , mais é nítido a orientação partidária..

    segue a lista

    André Ceciliano (PT), o atual presidente da casa
    Átila Nunes (MDB)
    Benedito Alves Costa (PRB)
    Carlos Minc (PSB)
    Cel. Jairo (MDB)
    Dr. Deodalto (DEM)
    Eliomar Coelho (PSOL)
    Flávio Bolsonaro (PSL)
    Iranildo Campos (Solidariedade)
    João Peixoto (Democracia Cristã)
    Jorge Picciani (MDB)
    Luiz Martins (PDT)
    Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB)
    Marcia Jeovani (DEM)
    Márcio Pacheco (PSC)
    Marcos Abrahão (Avante)
    Marcos Muller (PHS)
    Paulo Ramos (PDT)
    Pedro Augusto (PSD)
    Tio Carlos (Solidariedade)
    Waldeck Carneiro (PT)

    tem outros envolvidos com valores de mais absurdos

  4. Avatar

    Malocado no sítio do advogado dos Bolsonaros. Atibaia definitivamente não é um bom município para presidentes.

  5. Avatar

    Enfim… Queiroz!

  6. Avatar

    Acharam o Queiroz. Agora o presidente troca a polícia federal e coloca os 300,
    para investigar ou a polícia montada.
    Aí o gado acreditam.

  7. Avatar
    Capeta da grota do Santa cruz

    Vem BOMBA por aí !!!

  8. Avatar

    PODEM FESTEJAR NO CHIQUEIRO COMUNISTA ESQUERDALHAS , A NOSSA BANDEIRA NUNCA SERÁ VERMELHA. E NÃO SE ESQUEÇA DO CECILIANO PETISTA TAMBÉM.

  9. Avatar

    Nunca na história desse país se viu algo assim…

  10. Avatar

    O castelo de cartas do ex-capitão está ruindo.
    Se o seu Jair e filhos já estavam tão envolvidos quando ainda eram só deputados e vereador, imagine até onde chegariam se não fosse do tal COAF.
    Provavelmente o fiel Queiroz e seu bando de milicianos estariam promovendo churrasco na laje do Palácio Alvorada desde janeiro de 2019, com farta distribuição de dinheiro de verba federal entre eles e financiamento das atividades ilícitas dessa quadrilha.

  11. Avatar

    Hhahahahahahaha

    Agora o ” Seu Jair ” surta de vez !

  12. Avatar

    A justiça e para todos, se deve tem que pagar. Chega de roubalheira e ninguém e punido. Esses político pensam que estão acima da lei. Uma vergonha essa política brasileira.

  13. Avatar

    “Está chegando a hora de tudi awr colocado no lugar…”

    Jair MESSIAS Bolsonaro.

Untitled Document