segunda-feira, 22 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Feira de Ciências é realizada em escolas municipais de Barra Mansa

Feira de Ciências é realizada em escolas municipais de Barra Mansa

Matéria publicada em 12 de setembro de 2018, 16:13 horas

 


Barra Mansa – Alunos do 6° ao 9º ano da rede municipal participam de uma feira de ciências e de atividades do processo de seleção para concorrer a cinco bolsas de iniciação científica júnior do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). A iniciativa envolve as 20 escolas que possuem o segundo segmento do Ensino Fundamental no município e visa selecionar projetos nas áreas de ciências com a finalidade de despertar vocações e incentivar talentos potenciais entre os educandos.
Na quinta-feira (13), será realizada a primeira etapa do processo de seleção, através da Feira de Ciências. Dezoito unidades de ensino, vão expor no período de 9 às 11 horas e de 14 às 17 horas, os trabalhos desenvolvidos em sala de aula. Porém, no dia 12, a mostra aconteceu na Escola Municipal Jahyra Fonseca Drable, no distrito de Amparo. Dia 14, será a vez dos alunos do Colégio Municipal Clécio Penedo, no bairro Nova Esperança, mostrarem a sua produção científica.
A segunda etapa do processo de seleção está agendada para o dia 18 de outubro, com a realização da V Mocem (Mostra de Ciências das Escolas Municipais de Barra Mansa), no Micinense (Museu Interativo de Ciências do Sul Fluminense), que funciona no Ciep Municipalizado Professora Maria José Machado de Carvalho, no bairro Vila Maria. A etapa final acontece dia 8 de novembro, quando serão divulgados os projetos selecionados.
O secretário de Educação, Vantoil de Souza, comentou sobre o envolvimento dos alunos na proposta.
-São eventos que atraem estudantes para o ambiente da pesquisa técnico-científica e de inovação. Promovem ainda uma transformação na visão e expectativa de futuro do jovem, auxiliam na redução dos índices de evasão, melhoram o desempenho dos alunos participantes dos eventos e despertam a vocação técnico-científica – afirmou.
O coordenador do projeto, Luciano Gustavo Oliveira da Silva, disse que a quinta edição do Mocem está mais abrangente, contemplando também participantes de outras redes, o que causa um impacto muito grande ao município. São aproximadamente 5 mil alunos envolvidos.
-O desenvolvimento do país depende diretamente de uma educação de qualidade, que desenvolva no aluno a criatividade e o interesse para o conhecimento científico – ressaltou Luciano.
Vencedor pelo quarto ano consecutivo do edital do CNPq para desenvolver o projeto em Barra Mansa, Luciano atribuiu o resultado ao empenho e dedicação dos professores de Ciências que atuam no município.

Evento faz parte do processo de seleção para bolsas de Iniciação científica do CNP.
Credito: ( Chico de Assis )


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document