segunda-feira, 22 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / FGV diz que PIB recua 0,9% no trimestre encerrado em abril

FGV diz que PIB recua 0,9% no trimestre encerrado em abril

Matéria publicada em 18 de junho de 2019, 08:52 horas

 


Brasília – O Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, teve uma queda de 0,9% no trimestre encerrado em abril, na comparação com o trimestre fechado em janeiro.

Os dados do Monitor do PIB, divulgados hoje (18), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mostram ainda que a economia ficou estável na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2018.

Considerando-se apenas o mês de abril, o PIB caiu 0,1% na comparação com março deste ano e 0,3% na comparação com abril do ano passado. No acumulado de 12 meses, o PIB cresceu 0,6%.

A queda de 0,9% registrada no trimestre encerrado em abril, na comparação com trimestre finalizado em janeiro, foi provocada por recuos nos três grandes setores produtivos da economia.

O principal deles, o setor de serviços, caiu 0,2%, puxado pelos transportes (-1,7%). A indústria teve recuo de 1,3%, influenciado pelo extrativismo mineral (-7,2%). Já a agropecuária caiu 2%.

Pelo lado da demanda, a queda foi puxada pela formação bruta de capital fixo, isto é, os investimentos (-0,7%), e pelas exportações (-6,4%).

O consumo do governo caiu 0,1%, enquanto o consumo das famílias manteve-se estável. As importações recuaram 8,1%.

*Informações cedidas por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar
    Você foi tapeado, ô babaca.

    Faz arminha e dancinha que tudo vai melhorar. Aliás, já está melhorando, com o fim do horário de verão, da cadeirinha para crianças nos carros e da tomada de três pinos. Grande presidente, povo melhor ainda.

  2. Avatar

    Certo é que esse quase 1% de perda parece pouco, mas são quase 17 bilhões de reais em apenas três meses. É quase o PIB total da Bolívia no mesmo período!… A crise ainda está longe do fim…

  3. Avatar

    No final irão dizer que o Bozo é petista.

  4. Avatar

    Bozoloide sendo bozoloide.

  5. Avatar

    Ladeira abaixo rumo ao fundo do poço.

  6. Avatar

    Vai vendo aí angustiada Gabi.

  7. Avatar

    Trimestre encerrado em abril? Autor não é o DV. Não confunda.

    Boa matéria para o nosso Aurélio Paiva. kkkkk

    Quanto ao recuo do PIB estamos esperando os petistas colocarem a culpa no Bolsonaro. E antes que eles falem que o PT está fora do governo desde 2016, já adianto que ainda tem muitos e que ontem foi demitido mais 2 petistas.

    • Avatar

      Êta, o texto está correto. Ali fala de um trimestre encerrado em janeiro, logo o subsequente se encerra em abril…

      Quanto a Bolsonaro, até aqui tem sido decepcionante. Governa sem dar respaldo aos seus ministros, é egocêntrico (bem, isso já sabíamos), pouco conciliador (já sabíamos também), mas não tomou até aqui nenhuma medida estruturante. Só se preocupa com a maldita reforma da previdência (que não terá impacto algum em seu governo) e com questões pequenas, que nada agregam ao país, além de se meter em fofocas e discussões bestas na internet. Não tem postura de presidente!… O pior é colocar os interesses brasileiros abaixo do dos empresários e de Trump… Vamos ver…

    • Avatar

      Não concordo! Um trimestre considerado pela economia corresponde a 90 dias. No ano, o 1º trimestre começa em 1º de janeiro, inclui fevereiro e encerra em 31 de março e termina no 4º trimestre encerrado em 31 de dezembro. Eu desconheço o motivo (não está claro no texto) que levou o autor a considerar o trimestre encerrado em janeiro e outro em abril.

      Quanto ao Bolsonaro não podemos esquecer que ele NÃO CONHECE a Administração Pública e NÃO ENTENDE de Gestão Pública; ele é um militar e respira isso. Mesmo estando há décadas na câmara, ainda não aprendeu a arte da política. Ele acha que no Setor Público se age como no quartel onde os soldados têm por obrigação e disciplina por primeiro obedecer ordens.

Untitled Document