quinta-feira, 9 de abril de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Fiscalização interdita fábrica que produzia álcool em gel falsificado

Fiscalização interdita fábrica que produzia álcool em gel falsificado

Matéria publicada em 26 de março de 2020, 09:56 horas

 


Fábrica foi interditada graças a denúncia anônima
(Foto: Divulgação)

Angra dos Reis – Agentes da Vigilância Sanitária, profissionais da TurisAngra e a Polícia Militar interditaram uma fábrica clandestina de produtos saneantes falsificados, sem rótulo e sem autorização da Anvisa, no bairro Jacuecanga. Álcool gel e álcool 70 foram alguns dos produtos apreendidos durante a fiscalização.

Além da interdição do estabelecimento, será apurado se o local possui alvará sanitário e, caso a resposta seja positiva, a fábrica será cassada e o casal responsável será multado por se tratar de uma infração sanitária de natureza grave. O casal responsável pelo estabelecimento vai responder pelo crime em liberdade, após serem indiciados na 166 DP (Angra dos Reis).

– Todos os produtos eram falsificados e também adulterados na própria fábrica. Os proprietários do local desconheciam a maioria dos insumos que utilizavam para fabricar tais itens – explica o coordenador de Vigilância Sanitária do município, Fernando do Nascimento, ressaltando que o casal responsável pelo estabelecimento foi encaminhado a 166ª DP.

A Vigilância Sanitária, com apoio da TurisAngra e a PM, tem interditado estabelecimentos do município, em cumprimento aos decretos municipais para o combate da Covid-19 (Novo Coronavírus).

A fiscalização chegou até a fábrica clandestino por meio de denúncia anônima.

– A população pode ajudar o governo municipal denunciando à coordenação de Vigilância Sanitária da secretaria municipal de Saúde de Angra dos Reis, pelo telefone – 3377-9801 – denúncias referentes a assuntos da área – destacou a prefeitura de Angra dos Reis, em nota.

As denúncias voltadas a problemas ligados à pandemia de coronavírus, os moradores podem entrar em contato pelos telefones 3377-8311, 3377-1500, 3368-6362, 0300-253-1177, 199, 153, 190 e 3365-3254.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document