domingo, 19 de setembro de 2021 - 02:52 h

TEMPO REAL

 

Capa / manchete4 / Flamengo encara pedreira gaúcha na estreia pela Copa do Brasil

Flamengo encara pedreira gaúcha na estreia pela Copa do Brasil

Matéria publicada em 24 de fevereiro de 2015, 17:52 horas

 


Lutando: Alecsandro está recuperado e fica como opção no banco de reservas  (Foto: Gilvan de Souza)

Lutando: Alecsandro está recuperado e fica como opção no banco de reservas
(Foto: Gilvan de Souza)

Pelotas –

A Copa do Brasil começa para o Flamengo nesta quarta-feira, quando o campeão carioca visita o Brasil a partir das 22h(de Brasília), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), pela partida de ida da primeira fase.
Os flamenguistas, que ganharam o torneio em 1990, 2006 e 2013, chegam apostando na manutenção da base do ano passado, que tem feito boa campanha no Estadual, onde o Rubro-Negro, que vem de empate por 1 a 1 com o Madureira, aparece na segunda posição com 14 pontos, dois a menos que o líder Botafogo.
Porém, o sorteio que definiu o rival da estreia não foi dos mais agradáveis para o Flamengo. Isso porque o Brasil de Pelotas é um time que joga ao melhor estilo do futebol do Rio Grande do Sul, com muita marcação e correria. O time vem de empate por 1 a 1 com o Lajeadense, pelo Campeonato Gaúcho, onde aparece na quinta colocação com 12 pontos, apenas dois a menos que o líder São José.
O bom momento do Brasil faz os flamenguistas não pensaram na possibilidade de uma vitória por dois ou mais gols de diferença, o que eliminaria a necessidade do confronto de volta, previsto para 18 de março, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
– Não vamos enfrentar um adversário qualquer, fácil de ser batido. Trata-se de um time que vem jogando com muita pegada, qualidade e que conseguiu grandes resultados esse ano, como ganhar do Grêmio na Arena do Grêmio. Nosso primeiro objetivo é conseguir um resultado que leve a decisão para a partida de volta – disse o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo.
Os jogadores do Flamengo concordam com o companheiro e acreditam que apenas com personalidade os cariocas conquistarão um bom resultado no Sul do país.
– Sabemos que o Brasil é muito forte em Pelotas. Porém, o Flamengo precisa jogar com muita personalidade e procurando se impor desde os primeiros minutos. Precisamos marcar gols como visitantes para termos mais chances de nos classificarmos – afirmou o volante Márcio Araújo.
Em termos de escalação, Vanderlei Luxemburgo tem um sério problema. O meia Everton, com edema na coxa esquerda, é o desfalque e fica de fora. Arthur Maia e Nixon disputam a sua vaga. Em compensação, o zagueiro Wallace, que cumpriu suspensão contra o Madureira, reaparece na vaga de Bressan. O atacante Alecsandro, livre de um edema na coxa direita, fica como opção no banco de reservas.
Pelo lado do Brasil de Pelotas, o técnico Rogério Zimmermann quer ver sua equipe jogando com alegria.
– Nós sabemos que será um jogo muito complicado, pois vamos enfrentar uma das grandes forças do futebol brasileiro, que conta com um elenco recheado de jogadores renomados. Mas o Brasil de Pelotas também tem um grupo de muita fibra e vontade de escrever um capítulo muito bonito na Copa do Brasil. Portanto, vamos a campo para jogar com determinação, empenho, mas também com muita alegria de estarmos nesta disputa – analisou Rogério Zimmermann.
A escalação do Brasil só será definida minutos antes do confronto. O zagueiro Cirilo e o atacante Márcio Jonatan, suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ficam de fora. Assim, Ricardo Schneider entra na zaga e Alex Amado no ataque. O zagueiro Fernando Cardozo, com dores no músculo posterior da coxa esquerda, é dúvida, podendo ceder seu posto Ricardo Bierhals.
BRASIL DE PELOTAS-RS X FLAMENGO-RJ

Local: Estádio Bento Freitas
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Miguel Ribeiro da Costa (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)
BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini, Wender, Ricardo Schneider, Fernando Cardozo (Ricardo Bierhals) e Rafael Forster; Leandro Leite, Washington, Márcio Hahn e Felipe Garcia; Alex Amado e Nena
Técnico: Rogério Zimmermann
FLAMENGO: Paulo Victor, Pará, Wallace, Samir e Thallyson; Víctor Cáceres, Márcio Araújo, Héctor Canteros, Arthur Maia (Nixon) e Gabriel; Marcelo Cirino
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document