segunda-feira, 15 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Flamengo: Rodrigo Caio disse que clássico foi aviso

Flamengo: Rodrigo Caio disse que clássico foi aviso

Matéria publicada em 26 de março de 2019, 07:23 horas

 


Rio de Janeiro – O técnico Abel Braga se confessou chateado com o comportamento da equipe do Flamengo no clássico deste domingo, no Maracanã, e o zagueiro Rodrigo Caio garantiu que ninguém do grupo saiu de campo feliz com o resultado diante do Fluminense, apesar da vitória ter sido alcançada.
Rodrigo revelou que houve cobrança entre os jogadores no vestiário e que todos saíram do Maracanã conscientes de que a reação do adversário serviu como sinal de alerta para os próximos desafios da equipe da Gávea.
Para Rodrigo Caio, o Flamengo poderia ter liquidado o jogo no início do segundo tempo quando marcou o terceiro gol, mas acabou baixando a intensidade e permitindo que o adversário ganhasse forças para tentar a reação. Ele disse que os jogadores rubro-negros sabem que estão chegando em momentos das competições no Estadual e Taça Libertadores, que esses vacilos não serão perdoados e podem custar a a eliminação.
– Tenho certeza de que o jogo de domingo servirá de aprendizado para o futuro – disse o jogador.
Em relação à semifinal da próxima quarta-feira, Rodrigo disse que ficou satisfeito por enfrentar o Fluminense outra vez porque a equipe do Flamengo já conhece o estilo de jogo do adversário que costuma priorizar a posse de bola e que precisa ser combatido com muita marcação.
– Eles vão exigir um nível de atenção muito alto – afirmou.
O meia Éverton Ribeiro concordou com a análise de Rodrigo Caio, mas reconheceu ser difícil para qualquer equipe manter uma intensidade elevada durante os 90 minutos. Por isso, a equipe acabou cedendo espaços para o Fluminense, a partir da segunda metade do segundo tempo.
– O time do Flamengo precisa saber a hora certa de dosar e pressionar para ter uma atuação mais equilibrada – destacou.
A vantagem do adversário que pode empatar para ficar com a vaga não assusta Éverton. Ele disse que seria um jogo complicado em qualquer circunstância e que o importante é que o Flamengo não cometa erros para não dar vantagem ao adversário.
Para a partida desta quarta, o Flamengo não deve contar com seus atletas estrangeiros convocados para as seleções de seus países. Dentre eles, o uruguaio Arrascaeta é o único que pode ser relacionado para o jogo decisivo, mas no máximo ficará como opção no banco de reservas.
Arrascaeta, que participou da vitória sobre a Tailândia nesta segunda-feira, em Nanning, na China, e sagrou-se campeão da China Cup, tem reapresentação no clube marcada para quarta-feira.
Já o peruano Trauco e o colombiano Cuéllar, este titular absoluto da equipe rubro-negra, entram em campo nesta terça-feira por suas seleções e só se reapresentam ao clube na quinta. O Peru encara El Salvador, em Washington, nos Estados Unidos, e a Colômbia visita a Coreia do Sul, em Seul.
A baixa é o volante Piris da Motta. O paraguaio sofreu uma luxação no ombro direito na derrota para o Peru no último sábado, e já está no Rio de Janeiro. Piris da Motta passará por exames e uma cirurgia ainda não está descartada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document