segunda-feira, 30 de março de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Fluminense elabora cartilhas para orientar jogadores durante reclusão

Fluminense elabora cartilhas para orientar jogadores durante reclusão

Matéria publicada em 18 de março de 2020, 19:30 horas

 


FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Rio de Janeiro – Líder na classificação geral do Campeonato Carioca, primeiro colocado do grupo B da Taça Rio e disputando a terceira fase da Copa do Brasil, o Fluminense também foi obrigado a parar suas atividades coletivas devido à pandemia do Coronavírus. Isso não quer dizer que o elenco tricolor vai ter férias.
Os jogadores receberam cartilhas com instruções de preparação física e de nutrição, além de recomendações da psicóloga do Futebol Profissional Emily Gonçalves. O preparador físico Marcos Seixas lembrou que, apesar da paralisação das atividades, o Fluminense está envolvido em fases importantes dos campeonatos que disputa e que todos devem retornar preparados dentro das possibilidades.

– A gente entende que os atletas têm que se manter ativos para que, quando retornarem desse período de quarentena, que estejam pelo menos com suas formas física e desportiva mantidas. A gente não quer que eles evoluam do ponto de vista físico, mas a gente também não quer que eles regridam. Se a gente tiver a manutenção durante esse período de quarentena, a gente já vai estar plenamente satisfeito – disse.

Com muitos ambientes de atividades físicas incessíveis, Marcos Seixas explica como serão os exercícios dos atletas.

– A gente sabe das dificuldades que os atletas terão até mesmo em realizar as atividades porque a maioria das academias, dos centros esportivos, dos espaços de lazer coletivos, academias de condomínio também fecharam e vão ficar fechados por tempo indeterminado. Sabendo dessa necessidade, a gente programou treinamentos e atividades que eles possam fazer de maneira individual e sem a necessidade de muitos implementos. Sem a necessidade de muitos pesos, sem muitas máquinas. São muitos exercícios funcionais, exercícios naturais e corridas ou bicicletas. São atividades que eles podem realizar de maneira livre, com a pré-determinação de ritmo, de distância, tempo de duração, mas tudo de maneira mais livre e fácil de ser aplicado no ambiente que eles terão disponível – destacou.

Em relação à alimentação, a nutricionista Renata Faro lembrou que os atletas receberam duas orientações principais: a manutenção de composição corporal com dieta individualizada e o consumo alimentos que melhoram a imunidade.

– Em relação aos cuidados para aumentar a imunidade, orientamos alguns alimentos ricos em determinados nutrientes que podem auxiliar na imunidade dos atletas. Exemplos são alimentos ricos em vitamina C, A, E, selênio, zinco, vitaminas do complexo B, que são nutrientes que ajudam a fortalecer o sistema imunológico – pontuou.

A psicóloga do Futebol Profissional, Emily Gonçalves também fez recomendações aos jogadores. Ela explicou que ficar focado em um único assunto pode gerar preocupação e ser causa de ansiedade, principalmente para atletas que estão longe dos familiares. Por isso, pede que os jogadores se informem, mas não permaneçam focados em apenas um tema. Outra orientação é para que façam atividades que gostem, sem desobedecer às cartilhas de saúde.

 

* As informações são da Agência Brasil


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document