domingo, 5 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Força tarefa inibe invasão em área verde no Santo Agostinho

Força tarefa inibe invasão em área verde no Santo Agostinho

Matéria publicada em 30 de maio de 2020, 14:21 horas

 


Ação foi realizada pela Guarda Municipal, Defesa civil e secretarias municipais de Meio Ambiente e Infraestrutura

Volta Redonda –

Equipes que compõem o Grupo de Ocupação Irregular, da Prefeitura de Volta Redonda, formada pela Guarda Municipal, Defesa civil, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e Infraestrutura (SMI), realizaram na tarde dessa sexta-feira, dia 29, uma ação conjunta para inibir a invasão uma área verde que fica na Rua Vista Alegre (Morro da Caviana), no bairro Santo Agostinho.
Durante a ação, a equipe identificou duas moradias que foram imediatamente interditadas pela Defesa Civil por estarem muito próximas à crista do talude, sem elementos estruturais e em grande parte construída de madeiras, colocando em risco a vida dos moradores que, agora, passarão a ser assistidos pela Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac).
Em outro ponto foram detectadas cercas de arames, delimitando a área de uma possível invasão, que foram retiradas pela equipe da SMI, auxiliando a Guarda Municipal, órgão responsável para inibir ocupação das áreas públicas e verdes no município. Já a SMMA avaliou possíveis crimes ambientais por degradação do meio ambiente.
O coordenador da Defesa Civil, Leandro Rezende, destaca que esse trabalho tem como objetivo evitar que áreas do município sejam invadidas de forma desordenada. “Essas invasões causam destruição do meio ambiente e, através dessas ações, podemos impedir que áreas de riscos sejam consolidadas, colocando famílias em risco de desastres em períodos de chuva”, explica o coordenador.
Desde a semana passada a Secretaria Municipal de Meio Ambiente começou a fazer plantio no local. A idéia é reflorestar essa área para evitar deslizamento de terra. Com a retirada das cercas e barracos, a área será novamente reflorestada para evitar a construção de casas nesse local, o que coloca em risco a vida das pessoas que estão tanto na parte de cima quanto na parte de baixo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    Até que fim anos venho falando nesse jornal sobre essa questão é ainda tem muito mais a se fazer, pois lá na Vila Americana também há muitas casa irregulares, infelizmente essas invasões estão ocorrendo a anos todo aquele morro é um constante desmatamento e queima da mata para fazerem casas irregulares.
    Sabe lá de onde está vindo esse pessoal abre brechas para muitas coisas. Ali precisa de uma ordem pois existem pessoas de bem que ali estão

  2. Avatar

    Quando farão o mesmo ma área verde no final do Retiro ma Avenida Principal.
    Deve ser por quê tem agente da defesa civil construindo no local? Acabaram com o reduto dos Tucanos e saguis e nada fazem.

  3. Avatar

    Existe uma invasão na Avenida Principal no Retiro. Próximo a Rua N há quase um ano.
    Mas a defesa civil não faz nada. Deve ser por ter um agente envolvido?
    Desmataram uma área grande de um terreno de uma antiga empreiteira de Volta Redonda. Nada é feito.

  4. Avatar

    É imperativo que concluam seus trabalhos: apurar os responsáveis pelo crime ambiental, enquadrá-los na forma da lei e conduzir a denúncia ao Ministério Público.

  5. Avatar

    Esse mesmos sem noção que desmatam e constrõem de qualquer maneira são os que depois vão cobrar do poder público (leia-se SEU DINHEIRO) a construção de muros de arrimo, asfalto, esgoto, água encanada, iluminação pública e o diabo a quatro, além de bolsa família, auxílio-reclusão e outros bichos… Daqui a pouco aparecem os paladinos da moralidade dizendo que são pobres, vítimas da sociedade opressora, sem oportunidades e sem ter para onde ir… Ninguém ali veio da rua, ninguém nasce na rua. Todos vieram de uma casa, mas quiseram (ou tiveram que) de lá sair sabe-se lá o porquê, mas motivo algum justifica uma invasão, enquanto trabalhadores racham de Sol a Sol para, dentro da legalidade, conseguir financiar um casebre que vai comprometer sua renda por décadas… Triste é a sociedade que faz ode à pobreza. Jesus pregava a vida humilde e a partilha, não a pobreza, poucos de seus seguidores eram pobres de origem. Todos tinham postos de destaque, a maioria tinha grande cultura, mas abdicaram de bens materiais. O pobre foi quem O condenou à cruz e preferiu Barrabás…

  6. Avatar

    Parabéns à Equipe da Defesa Civil.

    Os homens de preto sabem o quanto vocês trabalham.

    Ontem aí, hoje no Roma I interditando quadra.

    Merecem reconhecimento.

    Abraço,

Untitled Document