quarta-feira, 24 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Fórum em VR discute plano de desenvolvimento para a região

Fórum em VR discute plano de desenvolvimento para a região

Matéria publicada em 15 de dezembro de 2018, 13:28 horas

 


Projetos são voltados para as áreas de turismo, educação, mobilidade e tecnologia 

Auditório do UniFoa fica lotado de empresários e representantes de diversos segmentos (Foto: Divulgação)

Volta Redonda – Quase 600 pessoas lotaram o auditório da Unifoa, em Volta Redonda, para conhecer um plano inédito com ações a serem implementadas até 2030 para o desenvolvimento da região do Médio Paraíba. A realização do 1º Fórum de Desenvolvimento LIDER marcou o lançamento do Plano de Ação para a região do Médio Paraíba, e 12 municípios, e contou com a presença do futuro secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Lucas Tristão, que deverá ser empossado em 1º de janeiro, do diretor superintendente do Sebrae Rio, Cezar Vasquez, além de prefeitos, gestores públicos, empresários, integrantes da academia e de instituições.
Na abertura do evento, realizado esta semana, o futuro secretário de estado destacou a importância do setor empresarial no desenvolvimento do estado.

-Quem vai resolver o problema da economia é a iniciativa privada e não o Estado. Mas para isso precisamos ter um ambiente favorável para ajudar a viabilizar os negócios e vamos trabalhar nesse sentido”, acrescentou.

Cezar Vasques enfatizou o trabalho intenso do grupo LIDER durante este ano de trabalho e agradeceu o empenho de todos, destacando que o plano regional do Médio Paraíba tem tudo para se tornar uma referência para o Brasil. O trabalho do LIDER está totalmente alinhado com o que foi proposto, ou seja, conseguiu a unidade, a visão de futuro e a criação de uma agenda estratégica regional. Todos esses objetivos foram alcançados com louvor por este grupo. Os líderes estão unidos para tentar resolver problemas concretos e estão fazendo isso com a maior competência – afirmou.

Construído desde outubro de 2017 a partir dos quatro eixos definidos pelo grupo LIDER: Turismo, Educação, Mobilidade & Logística e Tecnologia, o trabalho é um planejamento para o desenvolvimento da região, que contou com a participação de cerca de 50 lideranças de diferentes segmentos, incluindo empreendedores, empresários, gestores municipais e gestores do terceiro setor, todas engajadas e comprometidas para a concretização das metas propostas.

Os municípios incluídos no Plano são: Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Pirai, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Valença, Vassouras e Volta Redonda. Para viabilização do Programa na região, teve papel fundamental a equipe do Sebrae Rio, através das diversas Gerências e Coordenações no Médio Paraíba e no Rio de Janeiro.

Panorama Regional

No Plano de Ação constam os objetivos estratégicos e prioritários, com metas e prazos estabelecidos para implementação das ações até 2030. O líder Antonio Vilela destacou alguns dados do estudo Panorama do Médio Paraíba, que mostra um retrato geral da região e seus municípios, oferecendo informações relevantes da região e uma análise histórica e geográfica do território, expondo os principais indicadores demográficos e econômicos, além de abordar os eixos temáticos elencados como estratégicos para a região.

O estudo vai orientar e fundamentar as ações futuras a serem tomadas pelas lideranças do LIDER.

-Este modelo de atuação é totalmente novo, estamos mudando a forma de pensar as soluções para a região. Não somos mais só uma cidade, somos uma região, respeitando, claro, as vocações de cada cidade – garantiu.

Uma região que representa 5% do PIB estadual, reúne 97.727 empresas, que empregam 220 mil trabalhadores, possui 912 mil habitantes e inúmeras possibilidades.

Ações previstas

Entre as ações previstas no eixo mobilidade estão a implantação de transporte ferroviário de cargas e passageiros no Médio Paraíba, atuação para acelerar o processo de implantação de pelo menos uma rota de passageiros ferroviários até 2025, de duas rotas de trem turístico na região, a reativação do aeroporto de Resende e o desenvolvimento do projeto do Aeroporto Regional até 2025.

Implantar o Polo Tecnológico do Sul Fluminense (PQTSF), um empreendimento a ser  instalado no Sul Fluminense para promoção de ciência, tecnologia e inovação é uma das propostas do eixo Tecnologia. A ideia é instalar 20 empresas e seis instituições no polo, com foco no desenvolvimento de tecnologia, incubar e acelerar cinco empresas startups, sempre com o objetivo estratégico de expandir a capacidade de produção de soluções tecnológicas no Médio Paraíba.

A educação básica é a prioridade do eixo Educação. E com isso, diversas ações estão previstas, entre elas, estimular atividades de pesquisa e extensão universitárias para o desenvolvimento da qualidade na educação básica pública e elaborar diagnósticos educacionais da região que possibilitem o desenvolvimento de ações e projetos na busca de melhoria da qualidade da educação básica pública.

O potencial turístico da região não poderia ficar de fora. E o eixo Turismo quer contribuir organizando um calendário de eventos turísticos regional (gastrônomico, cultural, esportivo), identificar os produtos turísticos existentes (serviços) da região que estejam sendo pouco explorados e realizar uma apresentação dos produtos em vários eventos na região, entre outras ações.

O LIDER

O LIDER é uma iniciativa do Sebrae que já vem sendo desenvolvida em 17 regiões de 12 estados brasileiros. A região do Médio Paraíba é a primeira do estado do Rio de Janeiro a iniciar o programa, reunindo líderes regionais com a missão de pensar o desenvolvimento regional de forma mais sustentável, do ponto de vista econômico e social. Os líderes regionais representam as 12 cidades da região que aderiram ao Programa, que foi iniciado em outubro de 2017.
A metodologia do LIDER surgiu em 2008 e foi concebida pelo Sebrae Nacional para mobilizar e apoiar as lideranças para a otimização dos recursos locais, com ênfase nos pequenos negócios. O objetivo é unir as lideranças de um determinado território para discutir e planejar a região a longo prazo, promovendo a qualificação dessas lideranças para a criação, formulação e implantação de um programa de desenvolvimento regional, e seus mecanismos de sustentação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Existe algum relatório escrito ou vídeo desse evento disponível na internet? Gostaria de conhecer o projeto do transporte ferroviário de passageiros, tendo em vista o ramal que passa pela região ser um dos mais trafegados por cargueiros no Brasil. A tragédia do trem Barrinha, há mais de 20 anos, serve de exemplo de que não se pode colocar num mesmo trilho trem de carga e trem de passageiro com perfil parador, não numa ferrovia com essa densidade…

Untitled Document