quinta-feira, 27 de janeiro de 2022 - 12:19 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Governo de Michel Temer completa um mês

Governo de Michel Temer completa um mês

Matéria publicada em 11 de junho de 2016, 19:05 horas

 


Topo: Temer assumiu após afastamento de Dilma (Foto: ABr)

Topo: Temer assumiu após afastamento de Dilma (Foto: ABr)


Brasília – 
Neste domingo (12), Michel Temer completa um mês como presidente interino da República. Ele assumiu o poder após o Congresso Nacional aprovar a admissibilidade do processo deimpeachment da presidente Dilma Rousseff e, ao longo das últimas quatro semanas, conseguiu imprimir uma agenda positiva na área econômica.

No primeiro dia de trabalho, o governo anunciou a intenção de extinguir milhares de cargos públicos até o fim deste ano e, na sexta-feira (10) detalhou que vai cortar 4.307 funções e cargos comissionados em 30 dias. Em outro gesto, Temer anunciou o congelamento de nomeações para empresas estatais e fundos de pensão, até que a Câmara dos Deputados aprove projetos que limitam tais indicações a pessoas com qualificação técnica.

Na economia, o presidente interino alterou e aprovou a meta fiscal para 2016, que prevê déficit primário de R$ 170,5 bilhões. Medida que havia ficado parada durante meses, a Desvinculação das Receitas da União (DRU), que permite ao governo usar livremente parte de sua arrecadação, foi aprovada em dois turnos pelos deputados e agora será analisada no Senado.

Após anunciar a nova meta, Temer foi ao Congresso entregar o projeto ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Nos primeiros 30 dias, o governo Temer teve apoio de congressistas e do mercado, mais foi criticado por movimentos sociais, que não reconhecem a legitimidade da gestão e criticam a ausência de negros e de mulheres em sua equipe.

As vitórias em matérias econômicas foram conseguidas por meio da ampla base de apoio que, com 367 deputados e 55 senadores, aprovou o prosseguimento do processo de impeachment. O presidente interino, porém, também viu-se envolvido em polêmicas, foi obrigado a recuar em decisões e a demitir integrantes da equipe.

Depois de completar uma semana no cargo, Temer aceitou o pedido de exoneração do ministro do Planejamento, Romero Jucá, um de seus principais aliados. A saída do ministro ocorreu após a divulgação de uma conversa entre ele e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, na qual ambos supostamente discutiam formas de barrar as investigações da Operação Lava Jato.

Sete dias depois, foi demitido o ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, após serem divulgadas conversas em que ele dá orientações para a defesa de investigados em esquema de desvios de recursos na Petrobras e aparece criticando a Lava Jato. A notícia foi dada horas depois de o Palácio do Planalto confirmar a permanência de Silveira no cargo.

Temer recuou também na questão do Ministério da Cultura, cuja extinção tinha sido anunciada. Após ser pressionado por artistas e servidores do ministério, o presidente interino recriou a pasta. Ao assumir, Temer havia anunciado reduzir de 32 para 23 o número de ministérios.

Servidores da antiga Controladoria-Geral da União, que se transformou no Ministério da Transparência, continuaram protestando mesmo após a queda de Fabiano Silveira, e o governo não descarta voltar atrás para atender reivindicações, tais como a volta da identidade institucional da marca CGU e a vinculação do órgão à Presidência da República.

Na última segunda-feira (6), Temer anunciou uma medida em busca de uma agenda positiva: a disponibilização de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) exclusivamente para o transporte de órgãos para transplante.

Ele também buscou, ao longo do mês, fazer acenos a diferentes setores, como quando surpreendeu a própria equipe e participou de uma reunião em que vários ministros discutiam os Jogos Olímpicos Rio 2016. Nesta semana, após se reunir empresários, ele fez questão de almoçar também com representantes de entidades sindicais no Palácio do Jaburu.

Desde que assumiu, o presidente interino tem anunciado que proporá uma reforma da Previdência. O governo criou um grupo de trabalho para discutir saídas para o rombo no setor, que estão sendo discutidas com entidades que representam os trabalhadores e aposentados.

Na próxima semana, Temer deve comparecer novamente ao Congresso para entregar aos parlamentares um projeto que cria um teto para as despesas públicas, medida que já tinha sido anunciada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

20 comentários

  1. VCS têm que aprender a falar com esses doutrinados do PT. VCS acham que eles sabem o que défict? divida pública? tem que ser assim: Se tem uma empresa, e essa empresa fecha o ano com prejuízo de R$10 milhões e demite metade de seus funcionários, mesmo que o dono chegue e diz que a empresa vai muito bem, os números não deixam mentir. Mas se mesmo assim, o cidadão quer acreditar que a empresa vai bem , mesmo com R$ 10 milhões de prejuízo, aí nem desenhando rsrsrsrsrs

  2. Esse efraim é o rodrguinho. Respostas sem embaçamento nenhum. Como todo doutrinado pelo PT não possuem argumentos nenhum para defesa do que informam. O ingnorante não sabe nem porque fala o que fala, apenas mandaram ele falar assim, e tá bom kkkkk

  3. O cara escreve um comentário do tamanho de um tratado sobre bolivarianismo como única ferramenta de salvação nacional…….quebraram o país…..privatizarao as estatais e entregaram para seus aceclas,…….pegaram comissão sobre projetos sociais…..deixaram como herança a maior recessão da história e tem gente que ainda defende,,,,,com base em reportagens escolhidas a dedo,,,,,,os PeTralhas e seu regime destruíram o país, isso e fato,,,,,Tem gente que tem político de estimação,,,,,,Acorda Brasil

  4. TeleSur chama de “escandaloso” o primeiro mês de Temer na presidência

    Reportagem cita os três ministros que renunciaram e a possibilidade do próprio ser indiciado

    Um texto publicado neste domingo (12) na TeleSur afirma que o primeiro mês de Michel Temer como presidente interino do Brasil foi “escandaloso”.

    Segundo a reportagem, as coisas não saíram como Temer esperava nos últimos 30 dias. Isso porque ele perdeu três ministros, todos forçados a renunciar após serem acusados de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato.

    ‘La Nación’: Temer diz que seu primeiro mês foi uma guerra

    Apesar da pressão, e críticas, ele acredita que seu primeiro mês foi “bem sucedido”

    Matéria publicada no jornal argentino La Nación neste domingo (12), analisa o primeiro mês do presidente do Brasil interino Michel temer, que está no lugar de Dilma Rousseff, enquanto esta aguarda um processo de impeachment. O Presidente interino acredita que, apesar das pressões, os seus primeiros 30 dias no cargo foram bem sucedidos.

    NYT: Transcrições expõem motivação e complô para derrubar presidente Dilma

    Segundo a reportagem, Michel Temer, vê o seu primeiro mês de governo como “uma guerra”, de acordo com uma entrevista publicada por um jornal brasileiro de grande circulação. Temer tomou posse em 12 de maio, exatamente um mês depois da presidente Dilma Rousseff ser suspensa. “É uma guerra e tem sido uma guerra “, disse Temer.

    ‘The Intercept’: O colapso de credibilidade de Michel Temer

    Texto diz que o presidente interino é agora inelegível por oito anos

    Jornal do Brasil
    +A-AImprimir
    Publicidade

    O site The Intercept, do premiado jornalista Gleen Greenwald, escritor e advogado americano, especializado em Direito Constitucional, publicou nesta segunda-feira (6) uma matéria onde afirma que desde o começo, ficou evidente que o processo de impeachment da presidente eleita, Dilma Rousseff, tinha como objetivo principal o fortalecimento dos verdadeiros ladrões de Brasília, permitindo assim que impeçam, obstruam e ponham fim às investigações da Operação Lava Jato (além de imporem uma agenda neoliberal de privatizações e austeridade extrema). Apenas 20 dias após assumir o poder, provas irrefutáveis do envolvimento do Presidente interino Michel Temer em escândalos de corrupção vieram à tona. Dois ministros interinos de seu gabinete composto apenas de homens brancos, incluindo o Ministro da Transparência, foram forçados a abandonar seus cargos depois do aparecimento de gravações secretas em que conspiram visando obstruir as investigações nas quais se encontram envolvidos, assim como 1/3 dos ministros do gabinete interino.

    Apenas 20 dias após assumir o poder, provas irrefutáveis do envolvimento do Presidente interino Michel Temer em escândalos de corrupção vieram à tona
    Apenas 20 dias após assumir o poder, provas irrefutáveis do envolvimento do Presidente interino Michel Temer em escândalos de corrupção vieram à tona

    O extenso texto do Intercept analisa que os alarmantes níveis de corrupção de seus ministros têm por vezes servido para encobrir o envolvimento do próprio Temer. O interino também se encontra envolvido em diversas investigações de corrupção. Agora condenado formalmente por violações de leis eleitorais, encontra-se por oito anos impedido de se candidatar a qualquer cargo público. O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, estado do presidente interino, publicou uma certidão formal que o declara culpado e impedido de se candidatar a qualquer cargo público por ter se tornado um candidato “ficha suja”. Temer foi condenado por doações acima do limite de campanha permitido por lei. Em meio a intrigas, corrupção e irregularidades no governo “interino”, as violações da lei não são a mais grave transgressão de Temer. Mas ainda assim revelam de forma evidente a fraude antidemocrática que a elite brasileira tenta perpetrar no país. Em nome da corrupção, a presidenta eleita democraticamente foi afastada e substituída por alguém que, apesar de não estar impedido por lei de assumir cargos públicos, encontra-se por oito anos impedido de se candidatar ao cargo que exerce no momento.

    Segundo a reportagem de Gleen Greenwald, nada explica melhor a perigosa farsa que as elites brasileiras tentam impor à população do que o líder por eles escolhido ser impedido de se candidatar ao cargo que acabou de assumir, devido a uma condenação judicial. Não se trata apenas da destruição da democracia no quinto país mais populoso do mundo, tampouco da imposição de uma agenda de privatizações e ataque aos pobres para benefício da plutocracia internacional. Trata-se do fortalecimento de operadores corruptos – desrespeitando as regras democráticas – cinicamente conduzido em nome da luta contra a corrupção.

    by JB

    • kkkkkk Por isso que a situação esta do jeito que esta. o cidadão quer dar resposta aquilo que ele vivencia em seu país, com informação de jornal estrangeiro kkkkkkk. Veja a realidade de seus país, é isso que vai dizer o que esta acerto ou errado, não é a opinião de jornais de outros países. O que importa é o Presidente americano apoiar o atual governo, como já foi declarado por Obama. O mesmo da França, Japão etc. Maiores potencias mundiais. É isso que importa.
      Não tem nem argumento para defender quem te rouba, tem que ficar copiando e colando dos outros kkkkkk PQP.

    • Pro perito está ótimo, foi bobotizado direitinho…

  5. Treze anos de PT e o que temos de herança : 3 trilhões em dívida publica; 170 bilhões de deficit; mais de 2 milhões de empresas fechadas; mais de 20 milhões de desempregados; país desqualificado economicamente; corte de mais de 60 bilhões da saúde, educação e segurança; maiores casos de corrupção do mundo etc. Com certeza estávamos no caminho certo. Certo de nos tornarmos uma Venezuela onde seu povo vai às ruas reivindicando alimento.

    • Vc naõ passa de um inocente útil.

    • Vc defende quem te rouba, tá aí os números que não me deixam mentir, e eu que sou inocente??? kkkkkkk Antes fosse um inocente útil, do que um “IDIOTA ÚTIL” como os chamaram o próprio Lularápio.
      Se tem uma coisa que o PT fez de bom nesses treze anos foi “MARKETING”, pois conseguem fazer com que as pessoas, mesmo vendo a realidade em números, acreditem o contrário.
      Conseguem fazer as pessoas acreditarem que mesmo cortando BILHÕES da educação, sejamos a “pátria educadora”. Conseguem que acreditem que, mesmo com mais de 20 MILHÕES de desempregados, estejamos no caminho certo. Conseguem que acreditem que, com mais de 2 milhões de empresas fechando as portas, sejamos um país em desenvolvimento kkkkkkkk Isso já não é inocência, é IGNORÂNCIA.

    • Dá-lhe revista veja na orelha do coxa…rs

    • O tempo tratará de fazer com que seus comentários te torne ainda mais piegas do que já está sendo…

  6. Parabéns Fernando falou tudo. Agora como é bom ficar sem a mandioca e o molusco.

  7. Carlos Magno de Oliveira

    Brasil colônia e seus desgovernos que obedecem aos interesses dos exploradores econômicos internacionais. Realmente da vergonha de ser brasileiro e ver o país ser chacota da mídia estrangeira. Alias nossa mídia manipuladora é a responsável pela criação da maioria dos políticos em ação e pela inconsciência política de nosso povo.

  8. Estamos juntos, Temer!! Com Sarney, Renan, Jucá e Alexandre Frota!!

    • formado na faculdade

      Vc é o “rodriguinho” disfarçado que eu sei….

    • Governo Temer reprova projeto de R$ 8,8 Milhões do rock in rio via lei Rouanet; cortou os gastos com alimentação de nossa presidenta que gasta R$62 mil por mês com alimentação; cortou 4,3 MIL cargos comissionados ( apadrinhados) pelo PT; retirou de DIlbandida o direito de usar os aviões da FAB, permitindo que sejam usados para o transporte de órgãos ou da pessoa que irá recebe-lo( lembrando que nos últimos três anos, 153 órgãos foram perdidos por falta de transporte; Instauração de uma CPI do ministério da cultura, onde será averiguado a DOAÇÃO de mais de R$ 15 BILHÕES via lei Rouanet. É…… nesses 30 das de governo Temer, verifica-se que esta muito ruim……..para quem era do PT e para quem mamava do dinheiro do povo kkkkkkk

    • zé mané, só as “fundações” da globo papou uma verdadeira fortuna, o pedro bial está entre os maiores apanhadores de grana via lei rouanet, essa investigação já parou, inocente útil.

    • O que tem a ver o seu argumento com o que eu disse? bial, globo? tá ficando maluco igual a dilbandida? não esta falando coisa com coisa kkkkkk investigação já parou? nem começou ainda kkk esse é o nível de ignorância de quem defende esse governo corrupto.

  9. A designação “presidente” não deveria ser atribuída a qualquer pessoa, líder governamental corrupta, sem escrúpulos ou que sempre esteve à frente de falcatruas como todos os presidentes que passaram pelo palácio do planalto neste sistema governista, o presidencialismo desta era. Acabaria assim com toda a descência e a moral de grandes líderes mundiais, verdadeiros presidentes, nivelando os por baixo! Vergonha de ser brasileiro! Ser chamado de brasileiro hoje pelo mundo, é ser um grande idiota gratuitamente. Há pelo mundo afora grandes artistas que se fazem de idiotas e ganham fortunas por isso.

Untitled Document