>
quarta-feira, 22 de junho de 2022 - 16:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Governo do Rio contempla projetos culturais com R$ 7,5 milhões em investimentos

Governo do Rio contempla projetos culturais com R$ 7,5 milhões em investimentos

Matéria publicada em 22 de junho de 2022, 16:23 horas

 


Secretaria de Cultura entregou certificados aos contemplados nos editais ‘Rua Cultural RJ’ e ‘Cultura Inclusiva nas Redes’, inéditos no estado

Rio – A Biblioteca Parque Estadual (BPE) abriu as portas, nesta terça-feira (21), para receber os contemplados nos editais “Cultura Inclusiva nas Redes” e “Rua Cultural RJ”. Os dois editais do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj), são inéditos no Rio de Janeiro e garantem investimento de R$ 7,5 milhões à cultura fluminense.

– A cultura cumpre um papel muito importante na vida das pessoas. Os editais disponibilizados pelo Governo do Estado dão força às mais diferentes formas de ações culturais, em variados segmentos. O ‘Cultura Inclusiva nas Redes’ abraça uma causa que sempre defendi, das pessoas com deficiência, promovendo a inclusão de artistas com necessidades especiais e disponibilizando os meios necessários para viverem de suas artes – afirmou o governador Cláudio Castro.

Durante o evento, a secretária da pasta, Danielle Barros, realizou a entrega de certificados para os premiados.

A primeira solenidade foi dedicada aos contemplados no “Cultura Inclusiva nas Redes”, edital voltado para premiação de artistas fluminenses com algum tipo de deficiência, e aconteceu no início da tarde, no hall principal da Biblioteca Parque. A chamada pública abrange as áreas de música, dança, teatro, circo, audiovisual, leitura e literatura, museu e memória, patrimônio cultural, artes plásticas e visuais, moda e gastronomia.

– Este edital é um marco na história da cultura fluminense. A partir dele, muitas pessoas serão contagiadas por este sentimento e se sentirão incentivadas a seguirem a carreira artística, pois vão ter exemplos reais de que elas podem. A alegria no rosto das pessoas aqui presentes reforça que estamos no caminho certo em direção à democratização do acesso aos recursos da cultura – destacou a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros.

Iniciativa promove artistas com deficiência

Dentre os relatos emocionantes de cada contemplado, o de Davi Mendonça Cardoso, 19 anos, impressionou os presentes por conta da pouca idade do artista. O jovem é morador da cidade de Cabo Frio e tem Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ele deixou uma mensagem de igualdade para todos.

– É uma honra muito grande estar aqui. Eu sempre busquei passar a mensagem de respeito, inclusão e anticapacitismo. Lutar por um mundo melhor não é loucura ou utopia, é justiça. Quero que todos aqui se orgulhem de quem são – disse Davi Mendonça, cujo projeto, “No Rolê da Criatividade”, busca ensinar escrita criativa para pessoas com deficiência.

Ao receber o certificado, cada contemplado contava uma história única de superação. Como é o caso da atriz Ana Maria dos Santos, 44 anos, moradora do Rio de Janeiro, que nasceu com Osteogênese Imperfeita, doença conhecida popularmente como “Ossos de Vidro”, que afeta aproximadamente uma em cada 20 mil pessoas. Ela realizou um sonho de criança ao iniciar a carreira de artista há nove anos.

– Eu sempre tive o sonho de cantar quando era mais nova. Em 2013, através de uma amiga, iniciei em uma companhia de teatro e tenho atuado desde então. É uma forma de trabalhar meu lado artístico, algo que sempre gostei. Essa oportunidade de apoio do poder público é algo que nunca imaginei – ressaltou Ana Maria dos Santos, que vai interpretar personagens femininos históricos do cangaço brasileiro em seu projeto.

A subsecretária de Cuidados Especiais da Casa Civil, Veronica Legentil, primeira mulher PCD (pessoa com deficiência) a ocupar um cargo deste escalão no Governo do Estado, também participou da entrega dos certificados. Toda a cerimônia contou com intérprete em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Rua Cultural

No fim da tarde, foi a vez dos contemplados no edital “Rua Cultural RJ” receberem os certificados, em evento que ocorreu no Teatro Alcione Araújo, dentro da BPE. A chamada pública é voltada para realização de ambientações urbanas em todo o estado do Rio, através de linguagens artísticas como o grafite, stencil, pintura livre, mosaicos, sticker, lambe-lambe, muralismo e pintura mural.

– O Rua Cultural vem para colorir os muros do Estado do Rio de Janeiro. A partir deste intercâmbio, levando a cultura urbana para o interior, temos uma ferramenta importante para o fomento do turismo cultural e da economia criativa. Vamos colorir e preencher as ruas com muita arte, ativando locais antes esquecidos e ampliando as áreas de exploração econômica das regiões contempladas – explicou Danielle Barros.

Um exemplo de ativação cultural no interior é o projeto em São Francisco do Itabapoana, que será executado pelo artista urbano Isaac Jerez e mais três companheiros de profissão. A proposta vai garantir 230 metros de pintura para o município.

– Todos nós somos artistas locais e vamos executar uma ativação cultural no bairro Macuco, em São Francisco do Itabapoana. Queremos retratar as belezas naturais, a produção agrícola e as atividades culturais da nossa cidade, como a festa junina e a festa do Boi Pintadinho. Essa é uma valorização artística que estamos vivenciando pela primeira vez – revelou.

O edital “Rua Cultural” vai atender as cidades de Cabo Frio, Rio das Ostras, Comendador Levy Gasparian, Itaguaí, Barra Mansa, Valença, Volta Redonda, Rio de Janeiro, Belford Roxo, Duque de Caxias, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados, Itaboraí, Maricá, São Gonçalo, Tanguá, Campos dos Goytacazes, Quissamã, São Francisco do Itabapoana, Bom Jardim e Petrópolis.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document