sábado, 4 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Governo estadual afirma que Hospital Regional continuará funcionando

Governo estadual afirma que Hospital Regional continuará funcionando

Matéria publicada em 27 de junho de 2020, 19:23 horas

 


Parte das dívidas já serão pagas na próxima semana; contrato com OS está sendo auditado

Sul Fluminense – A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou, por nota, que manterá o Hospital Regional Zilda Arns, em Volta Redonda, aberto para o atendimento de pacientes do Covid-19. O contrato com a organização social Associação de Proteção à Maternidade e à Infância Mutuípe (Apmim) ainda está sendo revisto, mas uma parte dele já foi auditada, o que permitirá o pagamento parcial das dívidas em atraso já nesta próxima semana. “Desde o início da pandemia, o Zilda Arns foi fundamental para o enfrentamento do novo coronavírus no Estado do Rio, e continuará sendo”, diz a nota.

O contrato entre o governo estadual e a OS Apmim está sendo auditado. Com isso, o Hospital Regional Zilda Arns não estava recebendo repasses de verba, o que fez com que a administração decidisse, na última semana, parar de receber novos pacientes, o que gerou preocupação quanto à disponibilidade futura de leitos para pacientes de Covid-19. O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, determinou o fechamento do comércio por uma semana, como medida preventiva e afimou que espera que a questão seja resolvida o mais breve possível.

Houve diversos pedidos ao governo estadual para que o assunto fosse resolvido. O Cismepa (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba) enviou uma carta, assinada pelos prefeitos da região. O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, conversou pessoalmente com o governador sobre o assunto, enquanto os deputados estaduais Gustavo Tutuca e Marcelo Cabeleireiro também buscaram uma solução. Alem dos políticos, o Ministério Público do Estado do Rio recomendou ao governador que mantivesse o hospital funcionando.

Durante este sábado, circulou a notícia de que o governo estadual já teria efetuado o pagamento, o que ainda não ocorreu. Como diz a nota do governo estadual, parte das dívidas serão pagas no decorrer da próxima semana.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Tá de sacanagem! Agradecer ao prefeito Rodrigo Drable! Que não conseguiu se quer um lugar descente para os moradores procurarem em caso de suspeita de covid-19! Não tem Hospital Público! Não testa a população! Em incompetência ele ganha de lavada!

  2. Avatar

    Enquanto isso bombando os casos de COVID 19 .. Dentro da CSN…..

  3. Avatar

    Época de eleição né querido.

    Se engana se foi por amor ao próximo kkkk

  4. Avatar

    Continuará funcionando PRECARIAMENTE
    FALTANDO TUDO

    ATE MESMO FUNCIONÁRIOS…
    ISSO PQ 0RECISAMOS DE MAIS óbitos.
    .

  5. Avatar

    A onde que Samuca está preocupado com a saúde de alguém! Este cara apareceu do nada.

  6. Avatar

    Com a palavra, o prefeito…..

  7. Avatar

    Povo de Volta Redonda e adjacências agradece o não fechamento
    ao Prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable , o único politico que
    peitou o Governador para permanecer aberto esse Hospital , que
    deveria ter sido construído em Barra Mansa, mais precisamente na
    Região Leste e não onde está instalado.
    Samuca , delegado, cabeleireiro e outros menos votados, lamentável
    a inércia de vocês.

    • Avatar

      Agradecer? Ele sabia que se o hospital deixasse de receber pacientes Barra Mansa seria a maior prejudicada, já que a cidade só tem dois hospitais e nenhum deles é público, enviando a maioria dos pacientes para o HR, principalmente os mais graves. Ademais, é muita pretensão achar que Rodrigo Drable tem cacife para influenciar alguma decisão. Já vimos várias vezes que não, o que inclusive motivou muitas choradeiras

    • Avatar

      Morador de BM, aproveitando a influência do Rodrigo, pergunta para ele como vai o padrinho político dele (Eduardo Cunha), e que financiava a campanha dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document