quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Governo publica novo decreto de restrição de transporte intermunicipal

Governo publica novo decreto de restrição de transporte intermunicipal

Matéria publicada em 7 de abril de 2020, 15:00 horas

 


Detro publica nesta quarta a portaria com a regulamentação do decreto

Sul Fluminense – O governador Wilson Witzel emitiu decreto, publicado em edição especial do Diário Oficial do Estado do Rio com data da segunda-feira (06), estabelecendo restrições ao transporte intermunicipal para os municípios de Volta Redonda, Barra Mansa e Pinheiral. O detalhamento das restrições será estabelecido em portaria que o Detro publicará nesta quarta (08), mesmo dia em que as mudanças passarão a valer. Clique aqui para ver a íntegra do decreto: DOERJ0604

Em entrevista ao DIÁRIO DO VALE no domingo (05), Pinho explicou que, pela nova portaria,  os ônibus intermunicipais para Resende, Angra dos Reis, Porto Real,  Quatis, Itatiaia, Piraí e seus distritos e Rio Claro, além de outros municípios da região, estarão suspensos.

No entanto, para Barra do Piraí, Piraí, Rio Claro, Resende e Porto Real, serão mantidos alguns horários especiais, com os ônibus parando em apenas um local em cada cidade e com policiais militares fazendo triagem dos passageiros. Só poderão embarcar os que trabalham nas atividades essenciais definidas em decreto estadual.

Delmo Pinho disse que as mudanças que serão feitas nas restrições ocorreram depois de reunião por teleconferência com os prefeitos e representantes das indústrias da região: “Recebemos muitas sugestões e ajustamos as medidas para nos adequarmos à grande interdependência entre os municípios. Sempre devemos estar abertos a fazer mudanças para melhorar”, declarou.

O distrito da Califórnia, que pertence a Barra do Piraí, por enquanto, está isolado de Volta Redonda e tem conexão com Barra do Piraí. A mesma coisa ocorre com Arrozal, distrito de Piraím em relação a Volta Redonda e Pinheiral.

Pinho explicou que está estudando uma fórmula que permita que as localidades voltem a ter ligações com Volta Redonda e Pinheiral, mas adiantou que isso cortará a ligação dos distritos com suas sedes.

 

Confira a íntegra da lista de atividades consideradas essenciais:

 

I – servidores públicos em serviço, inclusive aqueles relacionados às forças armadas, bombeiro militar, e agentes de segurança pública;

 

II – profissionais do setor de saúde em geral, inclusive individuais que prestem serviços de atendimento domiciliar, excetuando-se os serviços de natureza estética;

 

III – profissionais do setor de comércio relacionados aos gêneros alimentícios, tais quais mercados, supermercados, armazéns, hortifrútis, padarias e congêneres, farmácias drogarias e pet shops, revendedores de água e gás;

 

IV – profissionais do setor de serviços tais quais transporte e logística em geral, como transportadoras, portos e aeroportos, motoristas de transporte público, correios, e congêneres, serviços de entregas, distribuidoras, fornecimento de catering, bufê e outros serviços de comida preparada, asseio e conservação, manutenção predial, empregados em edifícios e condomínios, vigilância e segurança privada, lavanderias hospitalares, veterinárias, funerárias, imprensa, serviços de telecomunicação, postos de gasolina, bancário, internet, call center e serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas nesta Resolução, advogados e serviços de advocacia;

 

V – profissionais do setor industrial que exerçam atividades nas indústrias de alimentos, bebidas, farmacêutica, material hospitalar, material médico, produtos de higiene, produtos de limpeza, ração animal, óleo e gás, serviços de apoio às operações offshore, refino, coleta de lixo, limpeza urbana e destinação de resíduos, distribuidoras de gás e energia elétrica e companhias de saneamento.

 

VI –  pacientes em tratamento de saúde, com até 1 (um) acompanhante, desde que munidos de atestado médico, agendamento ou outro documento comprobatório da condição médica.

 

VII – profissionais cuidadores de idosos sem comprovação empregatícia, devidamente munidos de documento pessoal acompanhado de declaração assinada, conforme modelo oficial disponibilizado no sítio eletrônico oficial do Governo do Estado, criado para o enfrentamento da pandemia de coronavírus: https://coronavirus.rj.gov.br/

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document