quarta-feira, 27 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Grupo que ainda controla Hospital das Clínicas marca assembleia para decretar ‘auto falência’

Grupo que ainda controla Hospital das Clínicas marca assembleia para decretar ‘auto falência’

Matéria publicada em 23 de maio de 2020, 08:36 horas

 


Grupo deve concretizar pedido de falência


Volta Redonda – 
Os acionistas da CFV Serviços Médicos, que até o dia primeiro de junho controlará o antigo Hospital da CSN, marcaram uma assembleia para o próximo dia 15 de junho, às 18 horas, quando vão deliberar sobre duas questões específicas e polêmicas. O primeiro item na pauta é a aprovação do relatório do conselho fiscal. O segundo é uma autorização para requerimento de “auto falência”. A reunião está marcada para acontecer no auditório da sede social do hospital, na Rua 41 C, 160, Vila Santa Cecília, no quarto andar.

O grupo foi criado em meados de 2018, após o fim de um impasse judicial de anos entre a CSN (que é proprietária do espaço e da estrutura onde fica o hospital) e o Grupo Vita. O desfecho foi o despejo do Grupo Vita do local, diante da acusação da CSN de que os aluguéis não estavam sendo pagos. Com isso, um grupo de médicos que trabalhava na unidade se uniu e formou o CFV Serviços Médicos, que passou a administrar a unidade, que ganhou o nome de Hospital das Clínicas.

A partir daí, um novo impasse foi criado, com a CSN exigindo que  o grupo CFV deixasse o hospital para que o ICC (Instituto do Câncer do Ceará) passasse para o comando administrativo. Em fevereiro, a Justiça marcou o prazo final para que a mudança acontecesse em maio deste ano. Após um ligeiro suspense nos últimos dias, foi confirmada a chegada oficial do ICC para primeiro de junho.

Funcionários temem perda de direitos

No meio de todos estes imbróglios estão os funcionários do antigo Vita, que seguiram trabalhando com o grupo CFV e já contam com a promessa de seguir no batente com a chegada do ICC. Esta e a boa notícia, mas o possível pedido de falência do CFV deixou no ar uma apreensão sobre a perda de alguns direitos trabalhistas. “Para sermos contratados pelo ICC, temos de rescindir com o CFV. Se eles decretarem falência, vamos perder nossos direitos desse período de julho de 2018 para cá. O FGTS já está em atraso”, disse uma funcionária ao DIÁRIO DO VALE.

Na semana que passou, uma pessoa que deve assumir a direção do ICC confirmou que os funcionários já estão sendo aconselhados extraoficialmente a procurarem seus direitos diante dos sindicatos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. Avatar

    E só pra recordar este processo levará em torno de 8 a 10 anos pra receberem pois sempre haverá recursos e instâncias para recorrerem até o transitado em julgado que levará anos. Nossa Justiça, só e rápida no STF. Partidos entram com ação e em minutos já sai a sentença.

  2. Avatar

    Procurem o STF que em horas sairá a decisão pleiteada. Esqueçam o sindicato procurem um escritório de advocacia e entrem com um processo.

  3. Avatar

    Aconselho ao pessoal da época do VITA a formarem grupos e contratarem advogado particular pois o tal de Sindicato não serve para nada.Vão por mim.

  4. Avatar
    Pode postar essa pergunta DV?

    Porque pararam de divulgar o balanço de internados?

  5. Avatar

    Há, há, há! Procurar seus sindicatos?
    Para que um profissional de saúde precisa de sindicato?
    Até hoje nunca se ouviu falar de uma só atitude de sindicato de profissionais de saúde, se é que existe sindicato.

    • Avatar

      Concordo com vc Jorge Lucas. Esse sindicato de enfermagem , nem atender o povo atende , telefone vc liga as vezes só chama ou as vezes só da ocupado. E quando vão lá sempre está fechado e quando são atendidos são tratados com maior ignorância.

  6. Avatar

    Isso é um absurdo , pq esses funcionários que estão lá trabalhando até hoje não receberam do Vita ainda, está na justiça.
    Será que esses administradores não tem pena dos funcionários que deixam seus familiares em casa para está cumprindo seus deveres profissionais no hospital. Pq médico passa visita e vai embora para casa, agora enfermeiros e técnicos de enfermagem ficam 12 horas dentro do hospital, e os demais funcionários que estão lá de segunda a sexta. Isso é uma vergonha . O problema é que ninguém chamou os funcionários para da satisfação , posso falar pq estou internado aqui no hospital e escutando alguns comentários sei o que esses funcionários estão passando. Por favor não deixem esse povo na mão, eles tambem tem família . Isso é uma vergonha.

  7. Avatar
    Estefânio Baretta

    Ponham toda essa bagunça, prejudicial aos funcionários, na conta do famigerado Steimbruch, que só consegue ver $$$$$$ na frente da sua cara repugnante.

    • Avatar
      Funcionário idignado

      É um ABSURDO! O que pretendem fazer conosco…. depois de tudo que passamos pra manter esse hospital em funcionamento. Nenhum dos funcionários ali mereciam passar por isso depois de tudo que já passaram com o VITA

  8. Avatar

    Quando retornarão as cirurgias eletivas???

    Infelizmente a outras enfermidades NÃO estão em quarentena, seguem evoluindo e aumentar risco cirúrgico.

    • Avatar

      Está coberto de razão.
      Governadores e Prefeitos receberam um cheque em branco dos ministros do stf pra instalarem a roubalheira.
      Aliás hoje, em tempos de pandemia, não se morre de outra doença, só de covid 19, ta parecendo quando foi dwscoberta a AIDS.
      Até mortos com violência, tiros e facadas, são instados como covid 19.
      Mta corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document