segunda-feira, 25 de outubro de 2021 - 08:10 h

TEMPO REAL

 

Capa / Olimpíadas 2016 / Handebol masculino do Brasil estreia com vitória sobre a Polônia

Handebol masculino do Brasil estreia com vitória sobre a Polônia

Matéria publicada em 7 de agosto de 2016, 19:43 horas

 


Depois de ficar de fora nas Olimpíadas de Londres, brasileiros conseguem triunfo inédito sobre europeus

No detalhe: Lucas Candido desloca goleiro polonês para marcar para o Brasil e incendiar o ginásio (Foto: Divulgação/Ministério do Esporte)

No detalhe: Lucas Candido desloca goleiro polonês para marcar para o Brasil e incendiar o ginásio (Foto: Divulgação/Ministério do Esporte)

Rio – O Brasil estreou muito bem no handebol masculino neste domingo (7). Após ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o time brasileiro venceu a forte seleção da Polônia por 34 a 32. Foi a primeira vez que o Brasil venceu uma seleção europeia no handebol olímpico.

Começando muito bem na partida, o Brasil chegou a abrir boa vantagem para cima da Polônia e foi para o intervalo vencendo por 16 a 13. Thiagus Petrus foi o grande nome da defesa brasileira, que atuou muito bem e conseguiu neutralizar a forte seleção europeia.
O ataque brasileiro funcionou muito bem na partida. Todos os jogadores que atuaram pela equipe de Jordi Ribera, a não ser pelo armador Diogo, marcaram, incluindo os goleiros Maik Santos e Bombom.
Com oito tentos anotados, o armador Zé Guilherme foi o maior pontuador da partida e Karol Bielecki, gigante polonês de mais de dois metros, foi o melhor dos europeus, marcando sete vezes. Grande craque da defesa brasileira, Thiagus também foi bem no ataque e deixou cinco gols.
Foi a primeira vez que o handebol do Brasil estreou com uma vitória nos Jogos Olímpicos, do mesmo jeito que foi a primeira derrota em estreias da Polônia. O triunfo mostra a boa fase do esporte brasileiro, já que no feminino o Brasil também estreou com vitória frente às atuais bicampeãs olímpicas da Noruega.

Jogadores se surpreendem com apoio da torcida

Um dos pontos mais lembrado pelos jogadores foi o grande apoio da torcida, que lotou a Arena do Futuro.
– Pra mim é uma felicidade imensa porque viemos trabalhando duro durante quatro anos e a nossa estreia foi aquela pressão da torcida. Estávamos meio inseguros, mas soubemos equilibrar o jogo. Consegui crescer na partida e fico feliz. Ainda não acabou, torço para podermos ter esse pensamento durante o campeonato – disse Zé Guilherme em entrevista ao canal Sportv.
Depois de ficar de fora de Londres 2012, a seleção entrou com uma certa desconfiança em quadra. Pesava ainda o fato da seleção feminina ter conquistado o Campeonato Mundial de 2013, mas, com um jogo muito equilibrado, a Amarelinha conseguiu superar a Polônia, forte concorrente.
– A torcida fez toda a diferença. Nunca tinha jogado em casa com tanta gente torcendo por nós. Conseguimos fazer tudo que conversamos antes do jogo – exaltou Lucas Candido.
– A equipe feminina já conseguiu fazer história e temos seguido o mesmo caminho – declarou.
Para fazer história com a primeira vitória do handebol masculino em uma estreia nos Jogos Olímpicos, a seleção contou com a ajuda do experiente central Henrique Teixeira, que atua no handebol polonês. A vitória, porém, ainda não diz muito para o atleta.
– Foi tudo fruto de um trabalho. Nesses quatro anos falamos sobre foco, porque vínhamos deixando escapar as vitórias. Conseguimos um importante resultado, mas não está nada resolvido – alertou Henrique.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document