Hemonúcleo de Barra Mansa pede colaboração para regularizar estoque

Tipos sanguíneos A-, O- e O+ são os que mais devem ser repostos na unidade

by adrielly ribeiro

Foto: Felipe Vieira – PMBM

Barra Mansa – O Hemonúcleo de Barra Mansa pede colaboração para regularizar estoque. No momento, os tipos sanguíneos em baixa são A-, O- e O+, enquanto os outros seguem normalizados, mas toda doação ajuda a manter o estoque e não ter risco de baixa.

A captadora de doadores da unidade, Cláudia Maria de Oliveira, enfatizou como é essencial a colaboração dos munícipes para que a unidade possa seguir ajudando quem necessita. “Doar sangue é um ato solidário que desempenha um papel vital para a saúde e sobrevivência de muitas pessoas. Além de ser um procedimento simples e seguro, leva respeito e bondade ao próximo em forma de doação”, ressaltou Cláudia.

Para doar é necessário ter entre 16 e 69 anos. Para idosos, a primeira doação deve ser feita até 59 anos, 11 meses e 29 dias. Para menor de idade, somente mediante autorização de seus responsáveis. A pessoa deve estar com saúde em dia, pesar no mínimo 50 quilos e não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 24 horas antes da doação. Para casos de tatuagem, é necessário aguardar seis meses após a sua realização.

A unidade está localizada na Rua Pinto Ribeiro, n° 205, anexo à Santa Casa de Misericórdia, no Centro. As doações podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, entre 7h e 11h, exceto feriados. O telefone para mais informações é: (24) 3512-0788.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996