>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 12:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Hospital do Retiro ganhará 29 novos leitos clínicos na segunda expansão em dois anos

Hospital do Retiro ganhará 29 novos leitos clínicos na segunda expansão em dois anos

Matéria publicada em 6 de maio de 2022, 14:46 horas

 


Terceiro andar do anexo à unidade será transformado para ampliar a capacidade da rede hospitalar, que terá também mais médicos

Com a intervenção, a capacidade de atendimento será ampliada de 152 para 181 leitos – Foto: Divulgação PMVR.

Volta Redonda- A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vai construir 29 novos leitos clínicos no Hospital Municipal Dr. Munir Rafful, o Hospital do Retiro. Com investimento de aproximadamente R$ 1,6 milhão (recursos próprios), a obra está prevista para começar a ser mobilizada na próxima segunda-feira (9), no terceiro andar do prédio anexo à unidade hospitalar. A diretora geral do hospital, Márcia Cury, explica que, com a intervenção, a capacidade de atendimento será ampliada de 152 para 181 leitos – aumento de quase 20%. Para comportar essa nova realidade, a Prefeitura também fará contratação de mais médicos para a unidade.

“Atualmente, a demanda é grande e vamos ampliar o número de leitos para continuarmos melhorando a qualidade no atendimento dos nossos pacientes, além de ajudar a desafogar outras unidades”, explicou Márcia.

De acordo com a arquiteta Cláudia Freitas, o espaço será reformado para se adequar e receber os novos leitos. Serão feitas melhorias no forro de gesso; portas; lavatórios e metais; bancadas; instalações elétricas, de incêndio, de gases medicinais e de ar condicionado; rede de esgoto; pintura; entre outras intervenções.

“O espaço do terceiro andar estava desativado e vamos adequar para receber os leitos. A rede de esgoto que tinha, por exemplo, não atendia às especificações de uma unidade de saúde, e será refeita. A previsão é que a obra seja concluída em cinco meses aproximadamente”, acrescentou Cláudia.

O prefeito Antonio Francisco Neto ressaltou que esses novos leitos se somarão aos 30 criados no anexo do hospital, por meio de parceria com a iniciativa privada iniciada antes mesmo de ele assumir o atual mandato, ainda no ano passado. Ou seja, será a segunda ampliação do Hospital do Retiro em dois anos.

“Toda essa estrutura ficará como legado para os moradores. A parceria com a FOA (Fundação Osvaldo Aranha) para avançarmos com as obras no anexo foi fundamental para mais essa conquista. Volta Redonda segue no caminho para voltar a ser referência na saúde do país, mesmo sabendo que ainda temos um longo caminho a percorrer e muita coisa para reconstruir e construir”, falou o prefeito.

Contratações

Para os novos leitos começarem a operar, o hospital já está planejando a contratação de mais mão de obra, dentre médicos, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas e pessoal de apoio.

“Estamos fazendo o levantamento com o RH e vamos contratar toda a equipe. Os cinco meses previstos da obra são suficientes para montarmos a equipe e comprar o necessário para o funcionamento”, afirmou a diretora geral, Márcia Cury.

Além das contratações para o Hospital do Retiro, a Prefeitura de Volta Redonda, por meio da secretaria Saúde, vem investindo no reforço do quadro da Saúde. Está aberta contratação emergencial de médicos generalistas (clínicos gerais), que vão atuar nas unidades básicas de saúde (UBSs e UBSFs). Os salários variam entre R$ 6 mil e R$ 12 mil, mais benefícios por desempenho e/ou qualificação. Os interessados devem encaminhar currículos para o e-mail: [email protected].


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document