Hospital Municipal de Porto Real deve ser reinaugurado no início de junho

Unidade, que teve investimento de R$ 20 milhões do Governo do Estado, vai dobrar a capacidade de atendimento

by adrielly ribeiro

Porto Real – A ampliação do Hospital Municipal São Francisco de Assis, em Porto Real, entrou na fase final de obras e a previsão de entrega à população é no início do mês. As informações são da Secretaria de Obras e Serviços Públicos de Porto Real. A unidade ganhou novos equipamentos, ampla estrutura física, crescimento do quadro de colaboradores e mais oferta de serviços.

O Governo do Estado do Rio investiu R$ 20 milhões na reforma, por meio do Programa de Apoio aos Hospitais Integrantes do SUS (PAHI), em outubro do ano passado. O complexo, que contava com 2.630 m², passa a ter um total de 3.247 m² de área construída. Serão 34 leitos de enfermaria e 10 de UTIs, além do leito de isolamento. Já o setor de Maternidade, que antes tinha 880 m², contará com uma área total correspondente a 1.446 m² e passa de oito para 13 leitos.

O prefeito Alexandre Serfiotis relatou que a prioridade é aprimorar cada vez mais o atendimento à população. “Vamos ampliar significativamente esse importante complexo de saúde, promovendo mais eficácia e qualidade no atendimento à população. Nosso objetivo é ampliar a qualidade do atendimento, modernizando toda a estrutura, envolvendo aspectos que vão desde a higienização até equipamentos e equipe médica e outros profissionais de saúde. Estamos atendendo todas as normas da Anvisa, nos preparando para ofertar mais conforto e segurança, mais atendimento, além de melhores condições de trabalho a todos os nossos colaboradores”, afirmou.

“E as benfeitorias não param. Sobre o Laboratório Municipal, passa a funcionar em um ambiente bem maior e mais bem estruturado. Serão seis boxes de coletas de exames, Central de Vacinas e uma sala de recepção muito mais ampla. Além disso, o Hospital que, atualmente, possui dois geradores elétricos terá o terceiro, visando melhorar a assistência aos serviços da Maternidade”, detalhou o secretário de Obras e Públicos, Antônio Cesar, o Silvinho.

Novo CTI com visão 360°

A subsecretária de Saúde, Ana Carla Carvalho, disse que outras melhorias também fazem parte dos investimentos do hospital. “O novo layout do CTI tem formato de ilha, onde todos os profissionais que estiverem atuando no CTI terão visão de 360º dos pacientes, possibilitando uma abordagem imediata em qualquer sinal de alerta. Na Clínica Médica, a ala foi totalmente reformada, com enfermarias amplas e banheiro exclusivo, enfermarias semi-privativas, de isolamento, de precaução respiratória, banheiros com acessibilidade, cama hospitalar eletrônica e leitos equipados com tecnologia, oferecendo mais conforto e segurança aos pacientes”, frisou ela, que ainda enfatizou detalhes do Hospital.

“Os pisos em vinílico, que estão em todo o Hospital, atendem às recomendações das normas RDC 50 da Anvisa. Eles possuem quantidade reduzida de juntas, transformando-se em uma espécie de superfície monolítica (uma espécie de piso contínuo), com o selamento das juntas após a instalação, o que reduz a proliferação de bactérias e promove uma limpeza muito mais fácil e rápida. Outros benefícios são: alta resistência à abrasão, baixo custo de manutenção, higienização facilitada, controle de descargas eletrostáticas, conforto visual e conforto acústico”, enumerou a subsecretária.

“O Centro Cirúrgico vai promover a realização de cirurgias minimamente invasivas, feitas por vídeo e teremos também cirurgias de: catarata, ortopédica, de vesícula, de hérnia, oftalmológica, urológica, entre outros. Na Maternidade, além da UTI Neonatal, teremos um Centro Cirúrgico Obstétrico, preparado para cirurgias da saúde da mulher e também dois leitos de preparação para parto”, contou Ana Carla, completando com mais informações sobre o CDT. “E há avanços também no Centro de Diagnóstico e Tratamento Henrique Sabadini Filho (CDT). O prédio, ocupado pelo CDT, passará por uma reformulação. Terá dois andares. No primeiro piso, funcionará o Hospital dos Olhos e no segundo o CDT e as futuras instalações da Casa da Mulher”, disse.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996