sábado, 10 de abril de 2021 - 23:18 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Hospital Regional terá mais 39 leitos de UTI

Hospital Regional terá mais 39 leitos de UTI

Matéria publicada em 30 de março de 2021, 14:36 horas

 


Governo do Estado anuncia abertura de novos leitos para pacientes com Covid-19

Rio – O governador em exercício do Rio, Cláudio Castro, anunciou, durante entrevista coletiva no Palácio Guanabara, nesta terça-feira (30), que 397 novos leitos entraram na Central de Regulação Estadual, somente na última semana, sendo 224 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  Em Volta Redonda,  o Hospital Estadual Zilda Arns vai ganhar 39 leitos de UTI. O Estado contratou também 10 leitos de UTI e 4 de enfermaria no Hospital Viver Mais, no Laranjal, em Volta Redonda.

O Hospital Regional, que é referência em atendimento de pacientes com Covid-19, estava no sábado, dia 27, sem leitos e com uma fila de espera de 48 pessoas. Além disso, pacientes até mesmo de outros estados, como Minas Gerais, estariam sendo internados na unidade que fica no Roma. A informação gerou queixa de prefeitos da região, que se reuniram na segunda-feira, dia 29, e pediram dados sobre a origem dos pacientes, mas o governo do Estado ainda não disponibilizou os dados.

Eles solicitaram também que a prioridade para as internações sejam de pacientes da região, à beira de um colapso na Saúde.

 

Os 397 leitos abertos estão assim distribuídos:

Rede Estadual – 99 leitos

Hospital Estadual Zilda Arns – 39 leitos de UTI

Hospital Estadual de Anchieta – 25 leitos de UTI e 10 de enfermaria

Hospital Estadual Prefeito João Baptista Cáffaro – 10 leitos de UTI

Hospital Estadual Carlos Chagas – 7 leitos de UTI

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes – 8 leitos de UTI

Rede Federal – 225 leitos

Hospital do Andaraí – 6 leitos de UTI e 63 de enfermaria

Hospital Clementino Fraga Filho – 8 leitos de UTI e 23 de enfermaria

Hospital de Ipanema – 13 leitos de enfermaria

Hospital dos Servidores – 33 leitos de UTI e 29 de enfermaria

Hospital da Lagoa – 34 leitos de UTI e 16 de enfermaria

O Estado contratou ainda 54 leitos de UTI e 19 de enfermaria em unidades privadas, por meio de chamamento público. O chamamento, entretanto, segue aberto para ampliar ainda mais o número de leitos.

Hospital AmericanCor – 35 leitos de UTI e 15 de enfermaria

Clínicas de Teresópolis Costantino Ottaviano – 9 leitos de UTI

Hospital Viver Mais (Volta Redonda) – 10 leitos de UTI e 4 de enfermaria

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Na ordem definida pelo Ministério da Saúde, a vacinação do grupo com comorbidades começa após a etapa de imunizar idosos a partir de 60. Em seguida vêm pessoas com deficiência permanente, pessoas em situação de rua, população privada de liberdade, funcionários do sistema de privação de liberdade, professores do ensino básico, trabalhadores da educação, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores do transporte, caminhoneiros, portuários e trabalhadores industriais.

    Presidiarios sendo vacinados na frente do pai de família.

    Lamentável.

    Ano passado estávamos todos no mesmo barco, agora esse ano é cada um por si.

    Cada hora tem uma classe furando fila.

  2. Avatar

    Governador dando festinha, a lei é para o povo, a plebe.

    Governador do faça o que digo e não faça o que eu faço.

    2 pesos 2 medidas.

    Governantes e pastores estão buscando vacina lá fora e mandam o povo se lascar.

  3. Avatar

    Usem mascarasce não aglomerem.

    Uma aglomeração ocupa esses leitos.

    Lembrando que esses leitos são do Estado do Rio e não de VR, ou seja serão ocupados por pessoas de outras cidades também.

    Temos que prevenir o contagio, senão estaremos enxugando gelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document