domingo, 21 de abril de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Economia / Hotéis estimam ocupação de 57% durante feriado prolongado no Rio

Hotéis estimam ocupação de 57% durante feriado prolongado no Rio

Matéria publicada em 14 de abril de 2019, 15:36 horas

 


Percentual de ocupação pode chegar a 70% (Foto: Arquivo/Tomaz Silva/Agência Brasil)

Rio de Janeiro – Apesar das fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro nos últimos dias, os hotéis devem ficar cheios durante o feriado prolongado da Semana Santa, Tiradentes (21 de abril) e São Jorge (23 de abril).

De acordo com pesquisa do Sindicato dos Hotéis do Município do Rio de Janeiro (Hotéis Rio), a média de ocupação hoteleira deve ser de 57% no período, podendo atingir 70%. Os dados foram colhidos de 5 a 10 de abril.

O vice-presidente do sindicato, José Domingo, lembra que, no ano passado, quando os feriados não foram emendados, as reservas chegaram a 53% na Semana Santa e a 46% nos dias de Tiradentes e São Jorge.

Dados da entidade mostram que em torno de 70% dos visitantes no feriadão são provenientes de São Paulo, Minas Gerais e estado do Rio. A maior parcela dos turistas estrangeiros é norte-americana, argentina e chilena. Neste feriadão, a diária média nos hotéis cariocas alcança R$ 329.

Interior 

No interior do estado, dados da Associação Brasileira de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) projetam ocupação de 56,57% dos quartos reservados.
A cidade de Cantagalo, na região serrana, é a campeã das reservas, com 100% de ocupação. Em seguida, aparecem os municípios da Região dos Lagos, entre os quais Cabo Frio (80%), Armação dos Búzios (77%) e Rio das Ostras (70%), e na Costa Verde, Paraty (65%).
A cidade imperial de Petrópolis, na região serrana, tem 61% de reservas. Já Nova Friburgo e Teresópolis mostram índices na casa de 40%.

* As informações são da Agência Brasil, por Alana Gandra


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Prefiro meu pereque praias bem mais limpas sem cloriformes, infelizmente o Rio tá uma nojeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document