quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Juristas fazem ato em defesa de Dilma e contra o impeachment

Juristas fazem ato em defesa de Dilma e contra o impeachment

Matéria publicada em 22 de março de 2016, 13:12 horas

 


Brasília – Juristas contrários ao impeachment estão no Palácio do Planalto para um ato em defesa da presidente Dilma Rousseff. O ato foi batizado pelos juristas de “Pela Legalidade e em Defesa da Democracia” e, dele, participam também advogados, promotores e defensores públicos contrários ao processo de impeachment. As informações são da Agência Brasil.

No momento, alguns juristas discursam em defesa do cumprimento da legalidade e das regras Constitucionais.

Entre os participantes está o diretor da Faculdade da Direito da Universidade Federal de Pernambuco, Francisco de Queiroz Bezerra Cavalcanti, o advogado criminalista, mestre e doutor em direito penal pela Universidade de São Paulo, Alberto Toron, e a integrante da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares (Renap), Camila Gomes. Também estão presentes o ministro da Justiça, Eugênio Aragão, e o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

O encontro ocorre dias após a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidir apoiar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff em votação do Conselho Federal da OAB na última sexta-feira (18).

A reunião de hoje segue o modelo do encontro ocorrido em dezembro do ano passado, quando a presidente Dilma recebeu cerca de 30 juristas contrários ao impeachment. Na ocasião, eles argumentaram serem contrários à abertura do processo de impeachment por não estarem presentes, no pedido recebido pelo deputado Eduardo Cunha, os requisitos constitucionais e legais necessários para configurar um eventual crime de responsabilidade cometido por Dilma. Na cerimônia de hoje, mais de uma centena de pessoas estão presentes.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    VAI VENDO, ESSES JURISTAS SÃO AQUELES DE PORTA DE CADEIA QUE VIVEM ÀS CUSTAS DO MAL.
    SE ELES GANHAM BEM DEFENDENDO OS BANDIDOS DA FAVELA, IMAGINE QUANTO VÃO GANHAR DEFENDENDO OS DE BRASILIA.

  2. Avatar

    Qual movimento “Pela Legalidade e em Defesa da Democracia” esses juristas estão defendendo?

    Fugir da justiça se escondendo num ministério nomeado pela presidente da república é legalidade para eles?

    Que democracia é esta a desses juristas onde um suspeito de crimes não respeita a justiça em processo para julgamento?

    Para eles essa legalidade e democracia deve ser a de um ditador.

Untitled Document