>
segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 16:53 h

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Justiça Desportiva do ES suspende técnico que agrediu bandeirinha

Justiça Desportiva do ES suspende técnico que agrediu bandeirinha

Matéria publicada em 11 de abril de 2022, 21:07 horas

 


Vitória – O ex-técnico da Desportiva Ferroviária Rafael Soriano foi suspenso de forma preventiva por 30 dias pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Espírito Santos (TJD-ES) “em razão da agressão física praticada contra a árbitra assistente Macielly Netto”, na tarde de domingo (10). O treinador deu uma cabeçada na bandeirinha durante o intervalo da partida contra o Nova Venécia, pelas quartas de final do Campeonato Capixaba. A decisão do TJD-ES foi publicada na manhã desta segunda-feira (11).
No despacho, Eduardo Xible Salles Ramos, presidente do TJD-ES, ressaltou a “gravidade do ato e a necessidade de intervenção imediata” e determinou o prazo de 30 dias como suficiente para instauração e julgamento do competente processo disciplinar, conforme previsto no artigo 35 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O magistrado ressaltou ainda que “independentemente da forma, se tentada ou consumada, a agressão deve ser exemplarmente punida, de modo a coibir que tais práticas se repitam”.

De acordo com a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santos (FFES), que publicou nota de repúdio sobre o ocorrido, se condenado o ex-técnico Rafael Soriano será punido com suspensão mínima de 180 dias pela agressão contra a bandeirinha.

O clube Desportiva Ferroviária demitiu o treinador no início da noite de domingo (10), por meio de nota oficial publicada nas redes sociais. No comunicado, além do desligamento do Soriano, a agremiação repudiou a violência e se solidarizou com a vítima.

Na manhã desta segunda (11), o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos também se solidarizou com a vítima.

“Informamos que enviaremos ofício à Federação Capixaba de Futebol, à Confederação Brasileira de Futebol e ao Tribunal de Justiça Desportiva para solicitar punição exemplar ao agressor”, diz o comunicado do Ministério.

A Desportiva Ferroviária foi eliminada do Estadual, após derrota neste domingo (10) por 3 a 1 para a Nova Venécia, que avançou às semifinais. A agressão à Macielly Netto ocorreu no intervalo, após Rafael Soriano ter sido punido com um cartão amarelo. Após deferir a cabeçada na bandeirinha, o técnico foi expulso da partida.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Marcelo Melo Cabral

    Ainda chamam um verme desse de tecnico?

Untitled Document