quarta-feira, 20 de outubro de 2021 - 06:20 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Justiça permite flexibilização de cinema, teatro e eventos de caráter social em Volta Redonda

Justiça permite flexibilização de cinema, teatro e eventos de caráter social em Volta Redonda

Matéria publicada em 9 de novembro de 2020, 17:47 horas

 


Volta Redonda – A Justiça permitiu a ampliação da flexibilização das atividades econômicas que foram interrompidas por conta da pandemia da Covid-19, em Volta Redonda.Nesta etapa, os principais beneficiados foram os setores culturais e de evento, como cinemas, teatros e eventos de caráter social.

Flexibilização

O documento permite o retorno das atividades das salas de cinema, com 50% de ocupação ou dois metros de distanciamento entre as pessoas; retomada parcial com um terço de ocupação das salas de teatro e concerto; eventos de caráter social, tais como casamentos, bodas, aniversários, formaturas, coquetéis, confraternizações, inaugurações, lançamentos, cerimônias oficiais, entre outros que sigam este mesmo formato, serão permitidos com a limitação de 50% da capacidade de público dos locais onde venham a ocorrer; e ainda casa de festas infantis e espaços de recreação para crianças estão autorizados a receber eventos também com a limitação de 50% da capacidade de público.

A notícia foi dada pelo secretário do Gabinete de Estratégia Governamental, Joselito Magalhães, na manhã desta segunda-feira (09), no Palácio 17 de Julho, sede da prefeitura, à comissão que representa estes setores em Volta Redonda.

Joselito explicou que a ampliação gradativa do acordo com o Ministério Público é possível por conta dos números da Covid-19 no município, que apontam diminuição da circulação do vírus.

– As novas flexibilizações incluem atividades econômicas importantes que estavam paradas desde o início da pandemia, em março passado – disse, lembrando que o funcionamento está condicionado à obediência às normas de prevenção à doença incluídas no decreto estadual, além de estar em conformidade com os decretos municipais existentes.

Ele também reafirmou que as normas sanitárias de prevenção à Covid-19 previstas em decreto devem ser respeitadas. Além disso, avisa que, em alguns pontos, os decretos da Prefeitura de Volta Redonda podem ser mais flexíveis que o estadual.

– O caso dos restaurantes no sistema self-service é um exemplo. Aqui no município o serviço está liberado com regras específicas e, em outros municípios ainda está proibido – concluiu o secretário.

Normas sanitárias

O uso de máscara de proteção respiratória, seja descartável ou reutilizável, continua obrigatório, de forma adequada, em qualquer ambiente público, assim como em estabelecimentos privados com funcionamento autorizado de acesso coletivo. Estão incluídos ruas, praças, parques, praias, meios de transporte coletivo e individual de passageiros, repartições públicas, hospitais, supermercados, farmácias, padarias, agências bancárias, além de outros estabelecimentos comerciais.

Documento homologado na última sexta-feira, dia 06, beneficia, principalmente, os setores culturais e de eventos, parados desde o início da pandemia
(Foto: Gabriel Borges)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. E as escolas retornarão as atividades quando?!

    • COLÉGIO MACEDO SOARES

      Tomara que só quando sair a vacina e professores e alunos estiverem seguros.
      Porque se o Macedo insistir, eu tiro meu filho de lá.

  2. Finamente! Samuca é um fantoche do poder judiciário. Nunca vi pessoa mais puxa saco

  3. Esse MP e justiça teceram planos que não se mostraram eficazes, só fizeram prejudicar diversos setores econômicos da cidade… Volta Redonda não tem menos casos per capita que a maioria das cidades que não implementaram plano algum e flexibilizaram muito mais cedo e mais amplamente as atividades econômicas. No final, tudo não passou de um verdadeiro teatro onde as vaidades desfilaram no palco, cada uma com seu figurino…

  4. Candidato fanfarrão

    Bora aglomerar, galera! O importante são os votos, queremos que vcs se danem. Depois a gente ve como fica…

Untitled Document