quinta-feira, 6 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Livrarias de Volta Redonda se reinventam na pandemia através do atendimento online

Livrarias de Volta Redonda se reinventam na pandemia através do atendimento online

Matéria publicada em 13 de julho de 2020, 14:50 horas

 


Setor teve que implantar serviço de delivery; vendas de livros registram aumento na quarentena

Volta Redonda– As livrarias de Volta Redonda foram outro segmento do comércio pegas de surpresa com as interrupções das atividades em meio à pandemia do novo coronavírus. E como a maioria das livrarias não realizavam serviços de entregas foram obrigadas a incluir o delivery para se manterem em funcionamento diante do abre e fecha do comércio.
De acordo com Lúcia Gomes, proprietária de uma livraria espírita, no bairro Retiro, a loja está fechada desde março, mas trabalhando com atendimento online pelo WhatsApp e entregas por delivery.
– Antes das medidas restritivas impostas pela Prefeitura de Volta Redonda não fazíamos entregas e tivemos que optar pelo delivery, por questão de segurança, pois no atendimento presencial as pessoas tem que tocar nos livros, por isso as vendas online foram a nossa única forma de trabalharmos. Outra decisão tomada neste período foi a mudança da loja do bairro Retiro para a Vila Americana, perto do viaduto da Radial Leste, mas que ainda não está concluída – destacou.
Antes das medidas restritivas a livraria promovia rodas de conversas com os leitores, que agora passou a ser realizada online na sexta-feira, às 19h, e aos domingos às 18h, quem estiver interessado é só entrar em contato pelo WhatsApp: (24) 98857-6631 para liberação do link.
Lúcia Gomes destacou ainda que as vendas de livros registraram aumento de 10% em comparação ao período anterior à quarentena. Muitos em isolamento social estão procurando livros, sobretudo, obras espiritas para ler nesse momento. Os livros mais procurados ainda são de Allan Kardec, fundador da doutrina, e do brasileiro e médium Chico Xavier.
– No início da interrupção do comércio tivemos uma queda muito grande nas vendas, pois ficamos impedidos de participar de eventos literários. Mas aos poucos as vendas através dos pedidos online foram aumentando. Se compararmos ao período anterior à quarentena, deu uma melhorada porque as vendas em janeiro e fevereiro são bem fracas. Estamos mantendo uma vendagem regular com um aumento de 10% em junho. Outra vantagem das vendas online é que surgiram novos contatos de clientes. Acredito que com a quarentena as pessoas estão lendo mais livros espíritas, onde as obras mais procuradas são de Allan Kardec, Chico Xavier e romances de autores espíritas – disse otimista Lúcia.

Procura por livros aumenta
em 70% nas compras online

Outra livraria que também teve que se adaptar ao serviço de delivery foi uma especializada em livros Católicos localizada no Edifício Cecisa I, na Vila Santa Cecília. De acordo com a funcionária, Mauriza Alves, antes da quarentena a loja não realizava serviço de delivery, mas passou a receber pedidos pelo WhatsApp: (24) 999551752 e Facebook como única forma de vendas. De acordo com a funcionara, houve um aumento de 20% nas vendas de livros e de outros artigos religiosos, as obras literárias representam uma procura de 70% das vendas online.
– Também fizemos outras mudanças como a suspensão de contrato através do acordo com o governo, redução de jornada de trabalho e férias aos funcionários. Está todo mundo inseguro com a economia, mas felizmente se compararmos com o período de antes da pandemia, conseguimos vender em torno de 20% a mais. Lembrando que além dos livros, vendemos artigos religiosos como terços, imagens, crucifixos e paramentos para missas, mas o que tem saído mais são os livros, respondendo a 70% das vendas online – ressaltou.
A funcionária da livraria observou que neste período de quarentena as pessoas têm buscado mais um aprofundamento espiritual.
– Espero que com a flexibilização do comércio as vendas melhorem, mas acredito que as vendas online irão ser a tendência no mercado de livros a partir de agora – afirmou.

Por Júlio Amaral 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Boa tarde a todos os leitores do Diário do Vale! Muito nobre essa iniciativa das Livrarias da nossa Volta Redonda! Como amante de Livros, espero que essa bênção continue depois que esta virose passar! Que Deus continue abençoando a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document