terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Esporte / Luizinho Vieira destaca domínio do Voltaço diante da Cabofriense

Luizinho Vieira destaca domínio do Voltaço diante da Cabofriense

Matéria publicada em 23 de janeiro de 2020, 19:28 horas

 


Assim como na estreia, treinador exalta mais uma vez partida feita pela equipe – Foto: André Moreira

Volta Redonda – Dois jogos, duas vitórias, cinco gols e nenhum gol sofrido. O bom início de Campeonato Carioca do Volta Redonda vem deixando o comandante Luizinho Vieira feliz com o momento da equipe. Principalmente após a grande atuação que o Esquadrão de Aço teve na goleada por 4 a 0 sobre a Cabofriense, quando teve um amplo domínio e finalizou mais de 20 vezes.
– Começamos bem o campeonato e isso é fruto do forte trabalho que fizemos durante a pré-temporada. Assim como fizemos na estreia, conseguimos envolver a Cabofriense, controlamos o jogo sem bola e sobramos na parte física. Fomos soberanos durante toda a partida e isso me deixa satisfeito. Todos os jogadores estão de parabéns e fico muito feliz por ver que estamos conseguindo colocar em prática durante os jogos o que estamos treinando – destacou.
Agora, o Voltaço se prepara para mais um grande desafio, enfrentar o Flamengo, no Maracanã, em partida marcada para sábado, dia 25, às 18h.
– Não é porque goleamos que não precisamos corrigir alguns erros que tivemos. Criamos um volume muito grande de jogo e perdemos alguns gols que não podemos desperdiçar. É preciso estar atento aos detalhes, já que iremos enfrentar a equipe que é referência nacional na próxima rodada. É continuar trabalhando e seguir estimulando os atletas para continuarem evoluindo, porque estamos em um bom caminho – ressaltou o treinador.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

10 comentários

  1. Avatar

    Vamos manter isso.

  2. Avatar

    Pensar em equipe , as coisas caminha melhor , estrela só no céu , futebol è coletivo , Saulo você joga muito bem ,mas toma um calmante . Você faz falta .

    • Avatar

      Nada de calmante. Tá ótimo dessa forma! Os adversários não conseguem acompanhá-lo. A estratégia de colocar ele no segundo tempo e pegar todo mundo cansado é boa.

  3. Avatar

    Sim, volto sempre a repetir PÉS NO CHÃO. Fico satisfeito, quando o Luizinho diz que precisamos melhorar em alguns aspectos: Aproveitar mais as oportunidades desperdiçadas durante as partidas, isso ainda temos que corrigir. Cada Jogo é um jogo, como também, cada tempo é diferente do outro. Estamos jogando pra frente, isso é bom. Mas temos que tomar cuidados defensivos para evitar os contra-ataques dos adversários.
    Sempre digo: Com Humildade chegaremos à final. Respeitamos o Flamengo sim pela sua grandeza, mas não devemos TEMÊ-LOS de modo algum.

    • Avatar
      Rodrigo Rezende Pizzolante

      Concordo Carlos, PÉS NO CHÃO mas confiantes, RESPEITO mas não receio!

      – O time está bem equilibrado e isso é importante para o bom funcionamento de todos os setores, acredito que o time ainda vai crescer mais com o decorrer do campeonato, do meu modo de ver, o time carece de treinar finalizações (cobranças de faltas, chutes de longa e média distancias, chutes de primeira, sem pulo e cabeceio, principalmente para o chão que dificulta a defesa do goleiro) erramos muito esse fundamentos!

      #somostodosVoltaço
      #NaçãodeAço

    • Avatar

      Rodrigo…. tem anos que nao vejo o voltaço finalizar bem…talvez o ultimo foi o time de 2016..muda o tecnico e nao corrigem isso… mas espero que melhorem

  4. Avatar

    calma professor…botafogo reserva..cabofriense com 1 a menos…vamos com calma..pés no chao…agora é buscar pontos no maraca….rumo ao titulo aqui é voltaço

  5. Avatar

    É isso aí! Reconhecer os sucessos, mas nunca deixar de lado que temos de corrigir muita coisa. E o mais importante: humildade com os adversários. Se colocar sapato de salto alto podemos perder boas oportunidades.

    É melhor ainda manter o FOCO. Se olhar para os politiqueiros podemos colocar tudo a perder.

Untitled Document