segunda-feira, 15 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Maio marca os 19 anos do Centro Cultural Theóphillo Massad

Maio marca os 19 anos do Centro Cultural Theóphillo Massad

Matéria publicada em 15 de maio de 2019, 09:00 horas

 


Na próxima semana, mais precisamente no dia 24, o Centro Cultural Theóphillo Massad, em Angra dos Reis, comemora 19 anos levando cultura, lazer e educação a moradores e turistas. A celebração da data acontece durante todo o mês de maio, tendo programação iniciada com o lançamento do livro “Manual do pai de menina”, do autor angrense Maicon Reis.
A semana de aniversário terá programação cultural é toda gratuita na semana de seu aniversário, entre os dias dia 21 e 26. A abertura acontece com a peça “Fala sério no auge”, com sessões às 10h e às 15h, encenadas pelos alunos do curso Crescendo em Cena, que é oferecido gratuitamente pela Secretaria de Cultura.
No dia seguinte (22), às 19h30, é a vez do espetáculo “Não tô entendendo nada” do grupo Falsa Companhia. No dia 23, quinta-feira, será realizado o espetáculo “Sônia”, às 19h30. Na sexta-feira (24), o grupo Documental Cia apresenta “O Porteiro”, também às 19h30. Em seguida haverá uma apresentação musical com a dupla Ricardo Costa (saxofonista) e Erivelton Marques (pianista). Logo após acontece o corte do bolo em comemoração aos 19 anos do Centro Cultural.
O último final de semana do mês começa repleto de atrações. No sábado (25), uma roda de capoeira será apresentada pelo grupo Senzala, às 17h, na Praça Guarda Marinha Greenhalgh. Às 18h30, ocorre o lançamento do livro “A cultura em tom maior”, do autor Albes Ribeiro. O espetáculo “O que se leva da vida” finaliza o sábado, às 19h30. Domingo também é dia de cultura e, neste caso, a apresentação fica por conta do grupo Artêros, com a peça “Borra de Café”.
Após as atrações gratuitas da semana de aniversário, a programação mensal é encerrada nos dias 30 e 31, às 20h, com o espetáculo “Antes da chuva cair”, do grupo Chão de Estrelas. Os ingressos para esta apresentação poderão ser adquiridos no CCTM.

“Fala sério no auge”
Encenado pelos alunos do curso Crescendo em Cena, que é oferecido gratuitamente pela Secretaria de Cultura, o espetáculo é baseado nos livros de Thalita Rebouças, com adaptação e direção de Kelly Oliveira. No elenco estão Letícia soares, Carlos Estevão, Ingrid Guarrieiro, Ana Lídia Santos, Ana Vitória de Faria, Ana Luísa de Faria, Taís Lopes, Letícia Gonçalves, Alan Russo, Maria Gabriela Oliveira, Karla Batista, Beatriz Oliveira, Beatriz Souza, Thaissa Fernandes, Yvi Maciel e Lavínia Ramos.

“O Porteiro”
Uma das comédias de maior sucesso no Brasil, vencedor do prêmio FITA e indicado ao Prêmio do Humor 2018.Com texto e direção de Paulo Fontenelle, o espetáculo conta histórias reais, coletadas através de entrevistas de vários porteiros nordestinos que deixaram sua cidade natal em busca da realização de sonhos no Rio de Janeiro. O papel principal fica por conta do ator e humorista, Alexandre Lino.

“O que se leva da vida”
Em um jogo estabelecido, os atores se revezam e dão vida aos personagens. As histórias? Um político desastrado, uma casal que ensaia sobre o amor, o fim de um relacionamento e uma menina sonhadora que vive entre a realidade e a fantasia. De uma maneira leve e divertida o grupo busca contar histórias que trazem reflexões e questionamentos sobre a maneira que todos nós levamos a vida. Com texto e direção de Bruno Carlos; preparação corporal de Alessandra Lemos; iluminação de Gustavo Valente; e no elenco Beatriz Novaes, Felipe Santana, Juliette Lima, Juliane Bulé, Marcia Teixeira e Thiago Aquino.

“Borra de Café”
No espetáculo, o Grupo Artêros mescla teatro, performances e música para viver e contar a história de seis pessoas intensas e complexas que chegaram na linha final e vivem um paradoxo em busca da redenção. O texto é de Letícia Mendes, com direção de Ramon Souza e no elenco Bety Leite, Bianca Oliveira, Letícia Cazagrande, Paloma Amorim, Renan Chaves e Vitória Lopes.

 

Sobre o CCTM
O Centro Cultural Theophilo Massad (CCTM) foi inaugurado pela Prefeitura no dia 24 de maio de 2000, no espaço que abrigava o antigo galpão da Fábrica de Pescado OVAR, depois de mais de 20 anos de intensa luta do movimento cultural.
Dono de uma arquitetura inspirada no passado colonial, bastante adequada à cidade, que é uma das mais antigas do país, o Centro Cultural Theóphilo Massad possui quatro espaços: o Teatro Municipal Dr. Câmara Torres, com capacidade para 200 pessoas; uma Sala de Vídeo, com capacidade para 50 pessoas; uma Sala de Música e Ensaios Maestro Galloway; e o amplo Salão de Exposição e Artes Plásticas e Visuais Felício D’Andréa Neto.
Durante todo o ano, o CCTM apresenta atividades e uma programação variada: peças de teatro de grupos de Angra e de outras cidades, shows musicais, exibições de vídeo e exposições, além de oficinas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document