quinta-feira, 17 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / ‘Mais Vassouras’ valoriza arte e patrimônio

‘Mais Vassouras’ valoriza arte e patrimônio

Matéria publicada em 19 de julho de 2019, 09:45 horas

 


Atrações culturais gratuitas vão agitar a cidade durante nove dias

Praça Barão de Campo Belo: cartão postal da cidade recebe atividades para crianças durante o Mais Vassouras. A personagem Velhota Cambalhota, ao centro, recebe o público para narração de histórias
(Fotos: Divulgação)

Reforçando a proposta de reunir grande diversidade cultural e artística junto à divulgação do patrimônio histórico de Vassouras, a 2ª edição do ‘Mais Vassouras’, que conta com apoio e patrocínio da Prefeitura de Vassouras e de mais de 50 empresas e pontos comerciais, mostra que o evento veio para ficar. Com programação totalmente gratuita, o Mais Vassouras acontece entre os dias 19 e 28 de julho, celebrando os talentos e cultura da região e prestigiando artistas que possuem em sua trajetória ligação e afinidade com o Vale do Café.

Em 2019 o Mais Vassouras convida a harpista Cristina Braga e o cineasta Jom Tob Azulay como homenageados da edição. Cristina, grande inspiração para a cidade como artista e realizadora cultural, terá show memorável ao lado de Dado Villa-Lobos, Ricardo Medeiros e Joca Moraes na Antiga Estação, no domingo, dia 21. Jom Tob Azulay inspirou a ‘Mostra de Curtas Mais Vassouras’, que acontece dias 22 e 23, segunda e terça, às 18h. O filme de Jom Tob, um documentário sobre Eufrásia Teixeira Leite, a personagem mais famosa de Vassouras, gravado na década de 70, abrirá a Mostra, que tem curadoria de Hélder Cardozo e exibirá 18 curtas-metragens, que abordam personagens ou temas da região. Entre eles, o filme “Clementina”, com direção de Ana Rieper, sobre a cantora Clementina de Jesus, grande voz do samba, que nasceu em Valença, RJ.

Estreitando a relação do público com o legado arquitetônico da cidade, os prédios históricos foram os locais escolhidos para receber shows e espetáculos. Visitantes poderão ouvir música na Estação Ferroviária, assistir a peças no Centro Cultural Cazuza e sentir o aroma do café entre as esquinas do centro histórico: torras de café estão programadas para acontecer durante o evento. Para contar a história da cidade, peças de teatro e apresentações musicais contextualizam e ilustram a vida no século XIX, quando a cidade foi a maior produtora de café do país.

Com estreia no evento, a peça “Um amor à frente do tempo” aborda o romance entre Eufrásia Teixeira Leite e Joaquim Nabuco, que apesar das diferenças, relacionaram-se por quase 14 anos. A abolição é retratada na peça “Decadência com Elegância”, que mostra os conflitos de uma família proprietária de terras e a alegria de seus recém-libertos escravos. Já o período anterior, de bonança, é revisitado pelo Quinteto Imperial, grupo de ópera que apresenta recital original do século XIX, com encenação e trajes tais como eram na época.

Dado Villa-Lobos e Cristina Braga apresentam-se no primeiro fim de semana do Mais Vassouras
(Foto: Paula Ferraz)

Mais de 30 atrações musicais e artísticas

A energia da infância e juventude são inspirações do Mais Vassouras, que em mais uma edição tem participação da Orquestra de Cordas de Volta Redonda, sob direção da maestrina Sarah Higino, projeto social integrado por jovens de Volta Redonda. Outro grupo muito carismático é o Pequenos Mozart e Amadeus, dirigido por Suray Soren, composto por pequenos violinistas, entre 5 a 10 anos, que chamam atenção pelo tamanho e pelo talento.

O cartão postal de Vassouras, a Praça Barão de Campo Belo, estará ricamente preenchida com teatro, oficina de malabarismo e contação de histórias para as crianças, que incentivam a criatividade e imaginação dos pequenos espectadores. Ficará ainda mais colorida com a chegada do tradicional Cortejo das Tradições, reunindo Jongo, Capoeira, Maculelê, Caninha verde, Calango, Folia de Reis, entre tantos grupos que representam a identidade cultural do Vale.

À noite, tudo acaba em música na Estação Ferroviária, que recebe 13 atrações musicais. Entre os destaques, Cristina Braga e Dado Villa-Lobos, roubando a cena nos instrumentos de corda, e o duo de violões formado pelo consagrado Turíbio Santos e João Pedro Borges, com show em homenagem ao violonista Francisco Frias. Garantindo a animação do evento, as bandas Alecrim, Ultravolts e André Medeiros e Old Seven Band, entre outras, revelam os talentos locais. O Corredor Gastronômico, preenchido por mais de 10 food trucks e cervejas artesanais irão garantir a energia noite adentro.

Programação
* Sexta-feira, dia 19
– 19h – Orquestra de Cordas de Volta Redonda – Regência Maestrina Sarah Higino
Local: Igreja Matriz N. Sra. da Conceição

– 21h – Duo homenageia Francisco Frias – Turíbio Santos e João Pedro Borges
Local: Antiga Estação Ferroviária

– 23h – Barba de Saia
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Sábado, dia 20
– 16h – Moringa e Piriquita Apresentam
Local: Praça Barão de Campo Belo

– 19h – Ópera Quinteto Imperial
Local: Câmara Municipal

– 20h30 – Apresentação Ballet da Cia Dança e Magia
Local: Casario Shopping

– 21h – Ultravolts
Local: Antiga Estação Ferroviária

– 23h – Alecrim
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Domingo, dia 21
– 14h – Oficina de Iniciação Malabarística
Local: Praça Barão de Campo Belo

– 19h – Kaio Pinheiro
Local: Antiga Estação Ferroviária

– 21h – Cristina Braga e Dado Villa Lobos
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Segunda-feira, dia 22
– 18h – Mostra de Curtas Mais Vassouras
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Terça-feira, dia 23
– 18h – Mostra de Curtas Mais Vassouras
Local: Antiga Estação Ferroviária

– 19h – Os pequenos Mozart e Amadeus
Local: Capela Santos Anjos

– 20h – Jazz Jam Session
Local: Casario Shopping

* Quarta-feira, dia 24
– 19h – Os Pequenos Mozart
Local: Igreja Matriz N. Sra. da Conceição

* Quinta-feira, dia 25
– 19h – Ópera Quinteto Imperial
Local: Centro Cultural Cazuza

– 21h – Café para 3
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Sexta-feira, dia 26
– 19h – Peça “Um Amor à Frente ao Tempo”. Sobre romance entre Eufrásia Teixeira Leite e Joaquim Nabuco
Local: Espaço Joaquim Teixeira Leite

– 21h – Quarteto de Tom para Lobos
Local: Centro Cultural Cazuza

– 23h – Discotools
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Sábado, dia 27
– 15h – Palhaço Piriri
Local: Praça Barão de Campo Belo

– 18h – Cortejo
Local: Praça Barão de Campo Belo (concentração no Memorial Manoel Congo)

– 21h – Signatus
Local: Antiga Estação Ferroviária
– 23h – André Medeiros e Old Seven Band
Local: Antiga Estação Ferroviária

* Domingo, dia 28
– 14h – Chororô do Rio
Local: Praça Barão de Campo Belo

– 16h – Velhota Cambalhota
Local: Praça Barão de Campo Belo

– 17h – Peça “Decadência com Elegância”. Sobre momento da abolição da escravatura na região Vale do Café
Local: Centro Cultural Cazuza

– 19h – Pedro Pirata e o Peixe Voador
Loca: Antiga Estação Ferroviária

– 21h – Fátima Natividade
Local: Antiga Estação Ferroviária

Corredor Gastronômico
O pátio da Antiga Estação Ferroviária ganha presença de food e beer trucks com comidinhas e bebidas locais e regionais. Dê segunda a quinta-feira, 18h às 23h; sexta-feira 18h às 02h; sábado, 12h às 02h; domingo: 12h às 00h.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document