>
terça-feira, 5 de julho de 2022 - 10:05 h

TEMPO REAL

 

Capa / Tempo Real / Maratonista de Volta Redonda, Lurdinha, morre aos 60 anos

Maratonista de Volta Redonda, Lurdinha, morre aos 60 anos

Matéria publicada em 13 de outubro de 2020, 08:15 horas

 


Volta Redonda – Maria de Lourdes Quaresma, a Lurdinha, morreu aos 60 anos, neste domingo (11), em Volta Redonda, vítima de câncer. Corpo da maratonista está sendo velado no Portal da Saudade e o sepultamento está marcado às 10h30 desta terça-feira (13).

Lurdinha foi diagnosticada com um câncer de mama, em 2013. Em outubro de 2019, participou da campanha Outubro Rosa, realizada pela prefeitura de Volta Redonda, quando conversou com mulheres sobre a importância de prevenção da doença.

Ela trabalhou como garçonete e participou de diversas competições até descobrir que estava doente.

Maratonista lutava contra câncer de mama há sete anos
(foto: Redes Sociais)


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Sem duvida o esporte Fluminense está de luto. Lourdinha foi exemplo de atleta e ser humano para todos os jovens que praticam espirte. Que Deus a receba e conforte seus familiares

  2. Que tristeza… e dizem que câncer de mama tem cura… é só questão de tempo.
    Deus conforte os familiares.

  3. Gilvan Martins de Oliveira

    Que Deus a tenha em um bom lugar. Se deu ruim pra ela que é maratonista imagina eu que só fico aqui de frente ao computador?

  4. Paulo Sérgio Cordeiro de Miranda

    Nossos profundos sentimentos aos familiares e amigos..

  5. Se ela era a garçonete que trabalhou no Restaurante Natural que funcionou no prédio do Cine Nove de Abril, era uma excelente pessoa, muito simpática e agradável. Pessoas assim, fazem falta.

    • Roberto de Salinas de Castro

      Lurdinha era uma pessoa simples, afável, responsável em suas atividades esportivas, profissionais e bomba relacionamento social.Deixa saudades nos que a conheceram.Preces para que sua passagem seja tranquila amparada em seus muitos amigos espirituais.
      Fé esperança para seus familiares.

  6. Guerreira. 7 anos lutando!

    Que Deus a receba em sua Glória!

    Meus pêsames!

  7. Se ela era a garçonete que trabalhou no Restaurante Natural que funcionou no prédio do Cine Nove de Abriu, era uma excelente pessoa, muito simpática e agradável. Pessoas assim, fazem falta.

Untitled Document