quarta-feira, 13 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Lazer / Belezas naturais do Vale do Café servem de inspiração para artistas da região

Belezas naturais do Vale do Café servem de inspiração para artistas da região

Matéria publicada em 18 de junho de 2019, 09:00 horas

 


Artistas criam esculturas de luz e intervenções artísticas durante a Festa das Luzes, no Jardim Ecológico Uaná Etê

Liberdade Natural, obra de Rafael Maia, exposta no Jardim Uaná Etê

A partir da abertura da Festa das Luzes, que começa em 20 de junho e vai até 14 de julho, visitantes poderão vivenciar uma proposta pioneira de iluminação artística da natureza. Sob coordenação de iluminação do premiado artista cênico Paulo Cesar Medeiros, serão 22 obras e esculturas luminosas, várias interativas, realizando um espetáculo de luz no jardim ecológico em Sacra Família.
Entre as obras luminosas estão “Liberdade natural”, uma asa de sete metros de altura e quatro de largura, criada pelo artista Rafael Maia, de Paulo de Frontin, que revela seu talento como escultor. A obra, uma homenagem à tenacidade do pássaro Carcará, que frequentemente sobrevoa o céu do sul fluminense, foi construída com materiais da mata local como capim canavieira, galhos e sisal.
Rafael, que tem 33 anos, cresceu no distrito Morro Azul, em Paulo de Frontin. Foi estudar no Rio, onde acabou ficando por 12 anos, trabalhando como projetista de engenharia.
– Foi um momento de vida em que tive muita experiência, mas eu queria algo diferente. Um curso de escultura em bronze, que fiz no Rio, foi o sinal que eu precisava para seguir pelo caminho das artes plásticas – lembra.
Há dois anos o escultor voltou para a cidade da família e abriu um ateliê em Paulo de Frontin, chamado “Rustique”, especializado na produção de objetos e móveis em madeira. O talento de Rafael foi notado pelo casal Cristina Braga e Ricardo Medeiros, diretores de Uaná Etê, que se identificaram na obra do artista uma afinidade com a proposta do jardim.
– Quase todas minhas esculturas estão no Jardim Uaná Etê, local que muito me inspira porque minha inspiração vem da natureza. Gosto de entrar no mato para coletar cipó, pedaços de madeira e galhos. Na nossa região é uma alegria acordarmos e termos uma floresta na nossa frente. É uma fonte de inspiração natural – explica
Para o iluminador Paulo Cesar Medeiros, responsável por coordenar as criações de luz, é uma grande satisfação encontrar talentos locais, que muitas vezes mostram recursos e apontam caminhos, por terem maior intimidade com o ambiente.
– É riquíssima a troca de informações e conhecimento com novos artistas. Um dos objetivos da Festa das Luzes é impactar positivamente a região, estimulando o turismo e a economia criativa no Vale do Café. Talento é o que não falta – conta.
Aos visitantes da Festa das Luzes, Rafael dá a dica: além de conferir as asas iluminadas, o balanço, o portal e a cama elástica de luz, os visitantes devem esperar pelo espetáculo natural.
– Meia hora antes do encerramento da festa, as luzes se apagam, e o show será da lua e das estrelas – destaca.

Serviço
A Festa das Luzes é uma realização Uaná Etê, Art Light, Sete Produções e Iluminatti em parceria com a Universidade de Vassouras e a Prefeitura de Engenheiro Paulo de Frontin. O evento acontece de 20 de junho a 14 de julho de 2019, as luzes se acendem a partir das 17h30. A programação está disponível no site do DIÁRIO DO VALE.

Horários de abertura do Jardim Uaná Etê durante a Festa das Luzes:
Quintas-feiras: 12h às 19h
Sextas-feiras e sábados: 12h às 23h
Domingos: 11h às 19h


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document