segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Médicos descartam greve no Hospital São João Batista

Médicos descartam greve no Hospital São João Batista

Matéria publicada em 20 de janeiro de 2020, 07:43 horas

 


Volta Redonda – Os médicos que atuam no Hospital São João Batista, em Volta Redonda, decidiram descartar a paralisação de suas atividades na unidade. A decisão foi tomada em assembleia na noite desta segunda-feira, dia 20. A unidade passou a ser gerida recentemente por uma Organização Social e, diante de entraves na forma de contratação e pagamento dos médicos, os mesmos ameaçaram uma paralisação.

O prefeito Samuca Silva, ao tomar conhecimento da notícia, ressaltou o bom senso do corpo médico do hospital e diz que vai cobrar a OS para a qualidade do atendimento, de materiais e de serviço sejam cada vez melhores.

– Eu tinha certeza que a OS iria atender o nosso pleito, dos trabalhadores do HSJB que fizeram a história desse hospital. A unidade é reconhecida em todo o estado do Rio. Temos certeza que agora a unidade vai conseguir ir além, com uma gestão privada, que dá mais celeridade. E ainda com a correção histórica de servidores que recebiam por RPA por décadas – disse o prefeito.

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, que transferiu seu gabinete para a unidade hospitalar, ressaltou que o diálogo com o corpo médico vai ser permanente para uma melhor gestão do hospital.

– Amanhã (terça-feira) teremos um novo encontro com representantes dos médicos e acredito que estamos caminhando para resolver o mais breve possível esse impasse – comentou Alfredo.

Na última sexta-feira, dia 17, o secretário de saúde, Alfredo Peixoto, anunciou que seu gabinete de trabalho foi transferido para uma área do Hospital São João Batista. O objetivo, segundo o secretário, foi acompanhar de perto a transição da administração do hospital para a Organização Social (OS), além de discutir diversas questões com profissionais e direção da unidade.

Hospital já não tem ameaça de greve do corpo médico


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    Absurdo , mais e típico desse governo de, história e mentirá.
    Hospital na era neto
    Não reverendo, a briga era por que atendiam pessoas de outra cidade.
    Agora nem a nossa cidade tem hospital. Samuca.
    Nunca mais
    Nem pra síndico de prédio.
    Por isso vez uma mansão no Mirante da colina.
    Pois nem síndico ele ganha. Mais

  2. Avatar

    E cuidado isso é não é só os médicos não os funcionários públicos também e muito blá blá blá e mentiras vão para mídia falar metira inaugurar obras pequenas que não fez durante os 4 anos não fez nada samuca pagamento em dia dos trabalhadores chegar de metira e blá blá blá a população tem que assinti isso que vergonha você está copiando o Baltazar.

  3. Avatar

    E os médicos e os outros profissionais da saúde que atendem nos postos de saúde não vão se movimentar para ter aumento salarial? Esses profissionais também estão a anos sem aumento salarial.

  4. Avatar

    E os médicos eboutrosnprofissionaisnda saúde que atendem nos postos de saúde não vão se movimentar para ter aumento salarial? Esses profissionais também estão a anos sem aumento salarial.

  5. Avatar

    O Secretário de Saúde Alfredo Peixoto está de parabéns: está olhando de frente para a questão, demonstra respeito aos profissionais do hospital e, ao relocar seu gabinete, revela que está com disposição para encontrar uma alternativa.

  6. Avatar
    Antonio Carlos peludo

    O.S nunca deu certo e olha não é possivel se o governo municipal pagar a OS X e ela repassa Y alguem esta ganhando muito.

Untitled Document