domingo, 19 de maio de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / MEP e Samuca discutem propostas para meio ambiente

MEP e Samuca discutem propostas para meio ambiente

Matéria publicada em 14 de maio de 2019, 09:37 horas

 


O encontro que aconteceu no gabinete do prefeito foi proposto projetos para a implantação de novos espaços rurais para contrapor à cor cinza da cidade
(Foto: Pedro José)

Volta Redonda – A reunião entre membros da equipe multidisciplinar ligada ao MEP (Movimento pela Ética na Política) e o prefeito Samuca Silva, teve como tema principal o meio ambiente. O encontro que aconteceu no gabinete do prefeito foi proposto projetos para a implantação de novos espaços rurais para contrapor à cor cinza da cidade.

O secretário Municipal do Meio Ambiente, Maurício Ruiz e a arquiteta do IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), Laura Jane Lopez, também estiveram à reunião e ouviram as propostas do MEP para a Pedreira da Voldac. Pesquisadores de diversas universidades e órgãos ambientais fizeram análises do local, nas últimas semanas, onde constatou-se a degradação do meio ambiente.

O local, na opinião dos pesquisadores, pode ser preservado. E melhor: pode se tornar um espaço para cultura e lazer. Essa proposta, foi inclusive, apresentada ao prefeito pelo professor de geografia do MEP, Cristian Azevedo e a arquiteta, Paola Amorim. Eles afirmam que a existência de diversos aspectos de maciço rochoso, fragmentos de florestas, nascentes de rios se tornam ambientes propícios para o lazer.

Recursos

Segundo membros da equipe do MEP, o prefeito Samuca Silva disse que o PDA (Plano Diretor Ambiental) já tem R$ 1,5 milhão disponíveis para investimentos na Pedreira da Voldac. O prefeito também ressaltou, ainda de acordo com o MEP, que esta mantendo diálogo “amistoso” com a direção da CSN sobre a poluição.

O coordenador José Maria da Silva, que também participou do encontro, disse que o prefeito Samuca vai garantir a acessibilidades à pedreira, além de destinar apoio para o cuidado com a área, traçando um plano de ações que atendam a comunidade sem agredir o ecossistema.

– Além de receber nossas propostas, o prefeito recebeu o resultado da sondagem popular que fizemos, em 43 bairros de Volta Redonda. As maiores reclamações da população foram entregues e o Samuca disse que vai avaliar os dados – disse o coordenador.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    A coleta seletiva da cidade vai de mau a pior e o prefeito e MEP querendo investir 1,5 milhão na pedreira. Está faltando respeito com o dinheiro público e com o meio ambiente.

  2. Avatar

    Eu nāo entendi: na pedreira tem nascente de rio? Se tiver mesmo ssa riquesa, o local precisa urgente ser cercado e manter bem longe o povo. Levar o povo para lazer naquele local, como pretendem o geógrafo e a arquiteta, é destruir de vez as raras nascentes existentes.

  3. Avatar

    E a CSN ??????

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document