sábado, 27 de novembro de 2021 - 19:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Nacional / Ministro do STF autoriza depoimento de Temer à PF por escrito

Ministro do STF autoriza depoimento de Temer à PF por escrito

Matéria publicada em 30 de maio de 2017, 16:06 horas

 


Falando: Michel Temer terá de responder perguntas da Polícia Federal

Falando: Michel Temer terá de responder perguntas da Polícia Federal

Brasília – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin autorizou nesta terça-feira (30) a Polícia Federal (PF) a tomar o depoimento do presidente Michel Temer. De acordo com a decisão, Temer deverá depor por escrito e terá 24 horas para responder aos questionamentos dos delegados após receber as perguntas sobre as citações nos depoimentos de delação da JBS.

“A oitiva deve ocorrer, por escrito, com prazo de 24 (vinte e quatro) horas para as respostas formuladas pela autoridade policial, a contar da entrega, ante a existência de prisão preventiva vinculada ao caderno indiciário”, decidiu Fachin.

Na semana passada, a defesa de Temer recorreu Supremo para suspender a tentativa da PF de ouvir o presidente, investigado na Corte após Temer ter sido citado nos depoimentos de delação premiada da JBS.

Em petição enviada ao ministro, relator do inquérito contra o presidente no STF, os advogados sustentam que Temer não pode prestar depoimento porque ainda não está pronta a perícia que está sendo feita pela própria PF no áudio no qual o empresário Joesley Batista, dono da JBS, gravou uma conversa com o presidente.

“Não obstante, com o devido respeito, entende-se como providência inadequada e precipitada, conquanto ainda pendente de conclusão a perícia no áudio gravado por um dos delatores, diligência extremamente necessária diante das dúvidas gravíssimas levantadas – até o momento – por três perícias divulgadas”, disse a defesa.

Na mesma decisão, Fachin concedeu prazo de dez dias para que a PF finalize a investigação.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. 22 sindicâncias num universo de 2100? Qual mais outra realização até agora?

    Eu elogiei a iniciativa como em outras. Mas questionei como colocará em prática em determinadas situações . Veja lá, pois pode ajudar a esclarecer.

    Ficou feliz e grato pelo acompanhamento de minhas postagens.

  2. Tipo Enem? Vem as perguntas e ele vai dissertando! Vai ser qual nota de redação?

  3. Gotardo, Albertassi, Tutuca e André Correa votaram pelo aumento de 11% para 14% de desconto do funcionalismo público.

  4. Ele aprendeu com o Samuca: recebeu o empresário em local impróprio e tbm não sabia quem era e a sua referência, no caso, sendo investigado pela justiça.

    • Amiguxo, 171 tem em todo lugar. Acredito que com certeza alguma vez na vida o senhor já tenha sido enganado também. No caso do Samuca, o erro foi justificado pela boa intenção em tentar ajudar a população, e não para fins escusos como foi no caso Temer. Vejo o senhor postando bastante aqui contra corrupção que assola o país, por isso seria mais coerente de sua parte começar a analisar a situação do atual prefeito, que com certeza esta fazendo um excelente trabalho no combate a corrupção, visto as sindicâncias, recadastramentos, espero tb que reveja os contratos de licitações e fornecedores. Se o senhor não tiver interesse próprio, como promessa de vantagens por algum dos que perderam as eleições, espero que o senhor comece a agir diferentemente do que esta agindo, pois senão, em que o senhor se diferencia daqueles que o senhor critica?

Untitled Document