sexta-feira, 14 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Morador com Covid-19 que desrespeitar o isolamento pode ir para a DP

Morador com Covid-19 que desrespeitar o isolamento pode ir para a DP

Matéria publicada em 7 de julho de 2020, 19:17 horas

 


Afirmação foi do prefeito Ailton Marques durante live nesta terça-feira (07)

Prefeito destacou que câmeras de segurança instaladas no município estão ajudando a prefeitura a localizar aglomerações
(Foto: Reprodução)

Porto Real – Moradores de Porto Real, que testaram positivo para Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e não respeitarem o isolamento domiciliar, poderão ser levados para a delegacia. A afirmação foi do prefeito Ailton Marques durante uma live na noite desta terça-feira (07), nas redes sociais. O prefeito fez um apelo a população sobre o crescimento de casos confirmados e do número de atendimentos no Hospital São Francisco de Assis, em Porto Real, e comentou sobre quem está desrespeitando o distanciamento social.

– Quero conversar com você, que não está respeitando o isolamento domiciliar. Vamos levar você para a delegacia. Você está colocando em risco a saúde da população inteira. Se está positivo, fica em casa. Isso é crime contra a saúde pública e nós vamos tomar providência – destacou o prefeito.

Ailton também destacou que as câmeras de segurança estão auxiliando a prefeitura no combate as aglomerações. O prefeito disse que foram registradas aglomerações em bares e lanchonetes e que alguns estabelecimentos já receberam notificações.

Cloroquina

Durante a live, o prefeito foi questionado sobre uso da Cloroquina para medicação aos pacientes Covid-19, em Porto Real. O secretário de Saúde, Luiz Fernando Silva Jardim, comentou que alguns pacientes receberam este tipo de medicamento e que cabe ao médico decidir que medicação utilizar ou não para cada caso.

– A Cloroquina está sendo usada quando um médico prescreve a nível hospitalar porque existe ainda uma controvérsia por alguns profissionais de saúde de utilização ou não desse produto. Então, a gente deixa a cargo de cada profissional fazer o uso ou não do medicamento. Não são todos os casos que tem a necessidade da Cloroquina – explicou o secretário de Saúde, aconselhando que os moradores não devem se automedicar.

Testes rápidos

Porto Real já utilizou quase 400 testes rápidos para coronavírus nos moradores do município desde o início da quarentena. A informação foi anunciada pelo secretário de Saúde durante a live, destacando que a prefeitura tem 940 testes a disposição.

No mês de maio, o prefeito Ailton Marques afirmou que a prefeitura comprou 300 testes rápidos e que o Governo do Estado havia prometido entregar 1500, mas que até o meio do mês tinha recebido 80 testes para detectar a presença da Covid-19 nos moradores.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Poste em final de mandato!!! Se tivessem feito o serviço direito, hoje não teríamos um cruzamento de jumenDilma+tio Chico do STF+WW+Dóriana na cadeira do executivo municipal. Há um vídeo de um Desembargador do TJERJ, que antes foi um explendido Procurador, que ensina: não reaja, deixe ser conduzido(a), e depois entre com uma queixa crime contra os(as) ditadorizinhos(as) de porta de cadeia e deixe a m&rd@ no ventilador fazer o serviço.

  2. Avatar

    Coitado do delegado acho que querem o mal dele… fala sério receitar “forcítia” mesmo tendo ciência que não funciona é além de desperdício de dinheiro público acaba sendo um placebo sem efeito.

    • Avatar
      C@g@nd© & andando

      Tá!!! E quem vai conduzir o(a) meliante desobediente e contaminado(a) pelo vírus chinês??? Os(as) guardícias(guardas que pensam que são polícias)??? Uashuashuash!!! Fala sério falastrão!!! T.N.C.

Untitled Document