terça-feira, 27 de outubro de 2020 - 01:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Região / Moradores do bairro Banqueta fecham trecho da Rio-Santos por falta de água em Angra dos Reis

Moradores do bairro Banqueta fecham trecho da Rio-Santos por falta de água em Angra dos Reis

Matéria publicada em 14 de setembro de 2020, 14:18 horas

 


Moradores estão sem abastecimento de água há sete dias
(Foto: Redes Sociais)

Angra dos Reis – Moradores do bairro Banqueta realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (14), nos dois sentidos da BR-101 (Rodovia Rio-Santos), na altura do bairro Japuíba, em Angra dos Reis. A manifestação ocorreu por conta da falta de abastecimento de água no bairro Banqueta há uma semana, segundo moradores.

A manifestação começou por volta das 9h e para impedir a passagem de veículos, foram espalhados engradados de cerveja e galhos de árvore sobre o asfalto. Os manifestantes também entoaram pedidos por água, espalharam cartazes, invadiram a estrada e bateram com objetos na barra de proteção que separa os dois sentidos da pista para fazer barulho.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) e a PM (Polícia Militar) estiveram no local , por volta das 10h40 para tentar controlar a manifestação, que provocou congestionamento na rodovia.

Moradores utilizaram de engradados e galhos de árvores para fechar os dois sentidos da rodovia
(Foto: Redes Sociais)

Nota

A prefeitura de Angra dos Reis pediu a compreensão dos moradores, destacando que por conta do período de estiagem, o nível da barragem que atende toda a região da Grande Japuíba, Banqueta, Centro e Morros está “baixíssimo”. Além disso, salientou que o Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) está trabalhando para atenuar o problema e que continuará oferecendo o serviço gratuito de carro-pipa para os moradores até que a situação seja resolvida.

Confira a íntegra da nota:

“A água que abastece o Condomínio Vale da Banqueta vem da barragem da Banqueta, que também fornece água para Japuíba, Centro e morros. Com a estiagem, o Saae está fazendo manobras para fornecer água para todos.
O condomínio Vale da Banqueta é abastecido por poços artesianos (de capacidade limitada) e por uma derivação da rede principal que o governo construiu na inauguração do empreendimento. O condomínio não foi projetado com reservatórios em cada prédio, e sua estrutura não tem capacidade para esta instalação.
A água está sendo controlada no condomínio. Fica aberta das 17h às 7h e fechada durante o dia, porque o volume é pouco. Neste período, porém, os reservatórios são abastecidos com caminhões pipa.”


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document