segunda-feira, 3 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Plantão da redação / Morre Augustão, ex-vereador de Resende

Morre Augustão, ex-vereador de Resende

Matéria publicada em 12 de novembro de 2015, 12:30 horas

 


Corpo vai ser sepultado em Bulhões;, Câmara de Resende decreta luto oficial por três dias

morreu no Hospital de Emergência, onde se encontrava internado para tratamento de complicações de um AVC

morreu no Hospital de Emergência, onde se encontrava internado para tratamento de complicações de um AVC

Resende – Por determinação da presidente em exercício, vereadora Soraia Balieiro (PSB), a Câmara Municipal de Resende decretou luto oficial por três dias nas repartições do Legislativo em razão do falecimento do ex-vereador César Augusto do Nascimento, o Augustão, de 54 anos, ocorrido ontem à noite (quarta-feira). Ele morreu no Hospital de Emergência, onde se encontrava internado para tratamento de complicações de um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Além do luto oficial, a sessão ordinária desta quinta-feira (12) foi suspensa, devido à morte do ex-parlamentar.

O corpo de Augustão foi velado no plenário da Câmara Municipal de Resende, na Rua Padre Couto, no Centro Histórico, e o sepultamento aconteceu às 13 horas desta quinta-feira, no Cemitério Recanto do Vale (Bulhões). O ex-vereador exerceu dois mandatos Llegislativo, ambos pelo PSB, o primeiro de 2001 a 2004 e o segundo de 2005 a 2008.

No biênio 2005-2006, ocupou a vice-presidência da Câmara Municipal, durante a gestão do então presidente Alcides De Carli, hoje superintendente de Transporte e Trânsito da prefeitura. Nas eleições de 2006, Augustão se candidatou a uma cadeira na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro pelo mesmo partido, o PSB. Atualmente, o ex-vereador estava filiado ao PPS.

A trajetória na vida pública do ex-vereador em Resende começou no começo da década de 1990, quando ele fez parte do efetivo da Polícia Militar responsável pelo policiamento ostensivo da cidade. Nos anos de 1995 e 1996, trabalhou como assessor do então deputado estadual e ex-prefeito de Resende, Eduardo Meohas. Já durante o primeiro mandato de Meohas à frente da prefeitura (1997-2000), Augustão foi comandante por quase dois anos da Guarda Municipal. Posteriormente, pediu exoneração deste cargo para se candidatar a vereador nas eleições municipais de 2000.

A segurança pública foi a bandeira principal de Augustão no exercício dos seus dois mandatos de vereador em Resende. Através do “Programa Viver com Segurança”, ele promoveu reuniões com as comunidades em vários bairros do Município, as quais tiveram a participação também de autoridades da área do setor. O objetivo deste projeto era reivindicar melhorias no policiamento ostensivo e mais agilidade nas investigações de crime por parte da Polícia Civil.

prevenção e o combate ao uso de drogas também esteve entre os temas mais presentes nas proposições de autoria do ex-vereador. Essas proposições fortaleceram a atuação do Conselho Municipal Anti-Drogas e resultaram também na realização de palestras nas escolas, visando alertar os estudantes sobre os transtornos provocados pelas drogas, não só aos dependentes químicos, mas também aos seus familiares.

Presidente em exercício da Câmara Municipal de Resende, Soraia Balieiro, que foi vereadora junto com Augustão na legislatura 2005-2008, divulgou a seguinte nota de pesar pela morte do ex-vereador:

        “No exercício da presidência da Câmara Municipal de Resende, manifesto os sentimentos de pesar do poder legislativo da cidade pelo falecimento do ex-vereador César Augusto do Nascimento, o Augustão, pessoa querida de todos nós vereadores, e de um incontável número de pessoas das quais ele se tornou amigo ao longo da sua trajetória de vida. Augustão, que morava em Resende desde a década de 1980, foi vereador em nosso município por dois mandatos seguidos (2001-2004 e 2005-2008). Ele faleceu nesta quarta-feira, no Hospital de Emergência, onde estava internado.

        Ao mesmo tempo, transmito os sentimentos de solidariedade da Câmara Municipal aos familiares do ex-vereador Augustão, reconhecendo publicamente três pontos que sempre marcaram a atuação dele na vida pública: a dedicação, o elevado espírito público e a eficiência em sempre fazer bem feito tudo aquilo que ele se propôs a realizar em favor das pessoas e do povo de Resende.

        O momento é de profunda consternação na Câmara Municipal pela morte de Augustão, até porque eu e os vereadores Romério de Almeida, Pedra e Pedro Paulo Florenzano, que fazemos parte da atual legislatura da Câmara Municipal, fomos vereadores com ele, em mandatos passados.

        Em homenagem póstuma ao ex-vereador Augustão, já determinei à minha assessoria que fosse decretado luto oficial de três dias no poder legislativo da cidade. Também vamos suspender a sessão ordinária desta quinta-feira, dia 12, da Câmara Municipal de Resende. E coloquei o plenário da casa à disposição para a realização do velório.

        Que Deus conforte os familiares e amigos deste ex-vereador que era amigo de todos, e tinha no sorriso permanente uma das suas expressões mais conhecidas”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document